O que você procura?

Você conhece o famoso conto de Andersen, da roupa nova do rei? Se não conhece, tentarei resumir:

“Havia um rei super vaidoso que amava roupas. Um oportunista se passou por alfaiate, disse que era praticamente um Karl Lagerfeld (mentira, o tio Karl não é tão velho assim) e que ia fazer uma roupa novachic de doer, caríssima e que só os inteligentes poderiam vê-la. O rei ficou animadão, topou a ideia, e pagou uma nota preta pro malandrão. O cara enrolou todo mundo e fingiu tecer fios invisíveis. Ele apresentou uma “roupa invisível” a qual, de acordo com ele, só as pessoas de maior intelecto poderiam ver. E o que aconteceu? Todo mundo falava que enxergava o tal tecido! As pessoas tinham medo de falar que não o viam, pois não queriam ser taxadas de estúpidas. Até mesmo o rei engoliu essa historinha e passou vergonha na frente dos súditos, desfilando peladão na rua, onde apenas uma criança teve coragem de gritar: O REI ESTÁ PELADO!”

roupa nova do rei

Introduzi o texto com esse conto para chegar aonde quero:

Tenho a sensação de que as pessoas, e principalmente revistas e editoriais de moda, fazem A MESMA COISA que essa história com algumas celebridades e influencers!

Estamos presas no conto da Roupa Nova do Rei?

Não vou citar nomes por alguns motivos. Não quero criticar, e nem diminuir ninguém. É mais um exercício de auto análise, para cada um pensar o que gosta com os próprios pensamentos. Principalmente porque os fãs desses ídolos costumam ser bem agressivos e cegos quando falamos de seu “objeto” de adoração. Enfim, não quero que o rumo dessa reflexão vire briga/defesa de alguma pessoa ou estilo.

A reflexão principal que gostaria de fazer é que não devemos engolir qualquer coisa que a mídia ou meu artista predileto usa o nos indica a usar. E sim, podemos (e devemos) discordar do que nos impõem.

Entendo que na moda tem algumas criações referenciais e experimentais. Mas tem coisas que não importa o tanto de explicação conceitual que você me forneça, simplesmente não agrada aos olhos.

Por trás de cada look bizarro, há um grande marketeiro explicando todo um conceito pra te fazer comprar.

Exemplo: uma mulher famosa, na qual chamaremos de X, lançou uma nova linha em parceria com o estilista famoso Y. Abro as fotos e vejo um chinelo com um detalhe “cafona” vendido por 3 dígitos. E ele era vendido a 15 reais na década de 90 sem esse detalhe.

A famosa B fez fotos grávidas em um estilo inspirado por um artista modernista com referências culturais de um país isolado da América do Sul. A foto é replicada exaustivamente, e todos os sites falando que é arte, fabuloso. Mas aí, a sua vizinha deseja fazer algo igualzinho, e acaba virando alvo de piadas suas, e de outras pessoas. “Nossa, como minha vizinha é brega!”.

No tapete vermelho então, é um show de ~conceitos~ e um show de horror!

roupa nova do rei

Tradução: roupas feias machucam minha alma

A babação de ovo em cima dessas personalidades chegou a um ponto em que sites e páginas de humor parecem ter mais credibilidade para comentar moda do que os veículos que deveriam estar passando essa informação seriamente.

Ainda acho que tem páginas que fazem posts caça cliques com matérias absurdas pra gerar engajamento nas redes sociais, com um monte de comentários negativos. Sim, as pessoas interagem muito mais pra criticar, do que apoiar (já pensaram como isso é ruim?).

Aí todos esses comentários chocados dão mais visibilidade pra página

Quero deixar bem claro que no quesito escolher roupas, cada um tem seu gosto. Todo mundo é livre pra gostar ou não de uma peça, e principalmente usar o que quiser. Mas tem gente que simplesmente não parece justa, nem coerente, fazendo essa análise. Uma dessas personalidades que me vem a cabeça é tão afrontosa que tenho certeza de que usa roupas excêntricas só pra rir da cara dos especialistas de moda que a exaltam depois.

Defendam, critiquem, teorizem!

No meio de todos esses súditos eu ainda prefiro ser a criança (da história A roupa nova do rei) que grita que o rei está nú!

roupa nova do rei


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo sobre óculos de estilo contraditório, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)