O que você procura?

Para quem não sabe, sou jornalista e converso com muitas mulheres de negócios todos os dias, especialmente porque meu foco de atuação é a promoção do empreendedorismo feminino. E uma das dificuldades que mais ouço é a administração do tempo, especialmente relacionada à procrastinação: “Como fazer meu dia render mais?” ou como “Não encontro tempo para prospectar clientes. O que devo fazer?” são algumas delas.

Depois de quatro anos e meio empreendendo, tenho convicção de que a melhor resposta para estas perguntas é um outro questionamento:

Quanto você paga pela procrastinação?

E, por experiência própria, posso te garantir que o custo é mais alto do que você imagina.

Muita gente não tem consciência, mas o preço que pagamos pelo tempo que deixamos de tocar o negócio para ficar de bobeira no Facebook ou desperdiçando-o de outra forma qualquer é a oportunidade que perdemos.

Como assim, Camila?

Ai, como dói

Escrevo este texto enquanto assisto, frustradamente, o show do The Who no Rock in Rio pela TV. Isso porque ao longo do ano me sabotei diversas vezes e, quanto me dei conta desta autossabotagem, o estrago financeiro já estava feito: minhas receitas já estavam destinadas para outras prioridades. É a primeira e última passagem da banda inglesa no Brasil, e eu perdi a oportunidade de vê-los ao vivo.

procrastinação

Assim, por experiência própria, posso dizer que o preço que paguei por não ter sido uma empreendedora de alta performance nos primeiros meses do ano está sendo bastante dolorido.

Toda vez que deixamos alguma tarefa para depois, estamos matando um pouquinho do nosso presente. E pode ter certeza de que não sou a única: você também já pagou por estes minutinhos jogados fora em diversas situações. Afinal, quantas vezes você já deixou de ver amigos ou passar um tempo com a família por “ter muito trabalho para fazer” ou algo semelhante? A procrastinação nos rouba momentos preciosos da vida.

E não pense que procrastinar é uma exclusividade de empreendedores. Colaboradores também costumam enrolar ao longo do dia. Sabe qual é o preço que pagam? Sabe aquela promoção que não vem e que poderia melhorar significativamente o seu padrão de vida? Ou sabe o motivo de o seu chefe não te levar a sério? Então, estas são apenas algumas das nuances do problema.

procrastinação

Tradução: chegou a hora da sabotagem

De onde a procrastinação vem

Quando coloquei na balança o show do The Who e outras oportunidades que tive de recusar, especialmente por falta de tempo (pois eu estou sempre “super atarefada”), dediquei um tempo para perceber por que eu jogava tanto tempo fora. Minha resposta não é científica, mas empírica e acho que talvez você se reconheça em algumas destas situações:

– Ansiedade

Sabe quando você quer muito que uma coisa aconteça, mas muito, muito mesmo, e não consegue pensar em outra coisa? Então, comigo é assim. Hoje a ansiedade é mais controlada, mas em algumas poucas ocasiões ela chega a ser tão intensa que entro em um estado catatônico. No fim, nada se resolve: nem a minha ansiedade e nem o meu objeto de desejo, que continua lá sem ser realizado.

– Insegurança

Vendas sempre foi um calcanhar de Aquiles na minha rotina. Sempre tive um sério problema em ser rejeitada e, por isso, quando ia prospectar novos clientes, tinha vontade de cavar um buraco no chão e me enterrar lá dentro. Assim, matava a minha rotina com umas partidinhas de Candy Crush. Olha que beleza. E novos clientes, naaaada….

– Autossabotagem

Você já reparou que, inconscientemente, acaba dando um jeito de não conseguir as coisas que mais deseja? Minha terapeuta diz que “nós não estamos acostumados com o sucesso”. Daí, quando temos a oportunidade de fazer algo diferente e criar um resultado diferente, vamos e pááaáá: fazemos tudo igual, temos o mesmo resultado frustrante e ainda queremos reclamar por isso.

Nossa mente nos prega “esta peça” para nos proteger. Isso porque estamos acostumados com o fracasso. O sucesso é um mero desconhecido. E é aí que a procrastinação aparece. O depoimento de uma empreendedora que diz “não ter tempo para vender (e você vive como, amiga?)” exemplifica bem a procrastinação neste caso.

procrastinação

Como superar a procrastinação?

Sugiro uma boa reflexão das suas atitudes. Antes de ir para a cama, você tem a sensação de dever cumprido? De que fez tudo o que poderia ter feito ao longo do dia? Foi o que fiz. Aí veio a consciência de que eu usava todos os recursos disponíveis para ir em direção contrária ao que eu queria. Candy Crush, sonecas à tarde, crises de ansiedade, checagem no Instagram de Deus e do mundo… e por aí vai.

Caso a resposta seja negativa como a minha, analise o porquê de estar procrastinando. Tenho certeza de que você vai perceber quais sentimentos tiram o seu foco. E espero que você consiga resolver este sentimento sem ter de perder oportunidades ou qualidade de vida. Eu perdi o show do The Who. Mas já desinstalei o Candy Crush.

Imagem: Freepik


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)