Receba nossos e-mails incríveis
NOVO App Clube Superela!! ♥
Pergunte e converse anonimamente
Relacionamento Sexo Autoestima Corpo Trabalho&Dinheiro Beleza Estilo Entretenimento Girl Power!
Escreva seu texto
Receba nossos e-mails incríveis

Leia temas do seu interesse:

/ /

Porque o progresso da Karol Conka incomoda muita gente

Carina Caldas

Colunista Superela

Mais textos

A Karol Conka lançou nesta semana uma coleção de bolsas em parceria com a grife Soleah, que já causou um alvoroço nas redes sociais. As bolsas são todas no estilo “tombamento” (que você pode ver mais aqui), mas o que tombou mesmo os fãs foram os preços das peças, que variam de R$ 89 a R$ 745.

Mochila Tombei da coleção de @karolconka tá demais! Além dos materiais incríveis, ela é cheia de bolsinhos e surpresas que a deixam ainda mais prática. Link na bio! #minhasoleah #soleahporkarolconka #karolconka #backpack

A post shared by Soleah (@soleahoficial) on

A mochila “Tombei” é o item mais caro da coleção (R$ 745)

Segundo os fãs, os preços vão contra o próprio discurso da cantora, que veio da periferia de Curitiba e cresceu através de raps de crítica que promovem o empoderamento feminino e representatividade. De acordo com dados do Relatório Estatístico Criminal disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, o bairro onde ela nasceu é o 10º mais violento da cidade, onde ocorrem até mortes por tráfico. Para os internautas, o público que apoia a rapper não teria acesso às peças por conta dos valores exorbitantes.

karol conka

Curiosamente, o último single de Karol Conka parece ser uma resposta às críticas que ela já vinha recebendo, antes mesmo do lançamento da coleção com a Soleah. No single “Farofei”, em parceria com o Boss In Drama e o Tropkillaz, Karol Conka nega que tenha abandonado as suas raízes e se deslumbrado com o sucesso da fama.

Quando não era famosa
E tava cheia de conta pra pagar
Ninguém queria me ajudar
Agora que eu sou poderosa
E tenho condição pra me bancar
Todo mundo querendo criticar

Negrita se vendeu
E se esqueceu da onde veio
Era do hip hop agora se perdeu no meio
É tanto “blá blá blá” levanto meu dedo do meio
Deixa eu cuidar de mim
Não preciso dos seus conselhos

No twitter, a cantora também se defendeu afirmando que ela não tem pode de decisão sobre o preço das bolsas, já que a marca apenas a convidou para assinar a coleção e não se trata de uma coleção própria da Karol Conka.

Por outro lado, muita gente saiu em defesa da cantora. A arquiteta Stephanie Ribeiro já teve seus textos postados em inúmeros sites como Marie Claire, Blogueiras Negras e Géledes. Quando ela estudava na PUC de Campinas, era a única aluna negra da sala. Em 2015, recebeu da Assembleia Legislativa de São Paulo a Medalha Theodosina Ribeiro, que homenageou seu ativismo em prol das mulheres negras. Hoje mais cedo, ela postou um relato pessoal que assemelha-se muito à história de Karol Conka. Segundo ela, os negros não deveriam ser responsabilizados por um sistema estrutural que não foi criado por eles.

No ano passado, a filha de Solange Couto, Morena Mariah, revelou ao  jornal Extra que havia sido vítima de dois casos de violência sexual. Segundo ela, nenhum estupro foi realizado por pessoas desconhecidas. O primeiro abuso veio por parte de um familiar, quando ela tinha apenas 11 anos. Na segunda vez, um ex-namorado aproveitou-se de um momento em que ela estava embriagada para cometer o estupro. Hoje em dia, ela transforma essa dor em luta nas suas redes sociais. Hoje ela se posicionou sobre dois temas que estão sendo motivo de discórdia: o relacionamento de Emily e Marcos e a coleção de bolsas da rapper curitibana.

Como não é meu local de fala, não me considero apta para opinar sobre o assunto. Mas uma coisa que eu descobri, é a que a Soleah tem uma coleção inspirada em outra apresentadora de TV  (vale lembrar que hoje a Karol Conka está à frente do Superbonita, na GNT), a Maria Eugênia, do Adotada na MTV. O público que consome a Maria Eugênia também é jovem, quase tão “quebrado” quanto o público da rapper. A bolsa dela custa R$ 1.880,00. E nenhuma crítica foi feita sobre isso. Fica aí reflexão.

Imagens: Divulgação

Carina Caldas

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

/ /

Leia temas do seu interesse:

/ /

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
OS MELHORES conteúdos do Superela
uma vez por semana no seu email!
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)