O que você procura?

O que você mais deseja pra sua vida? O que mais deseja para o seu filho? A maioria das pessoas responderia que o maior objetivo delas é ser feliz. Porém, é justamente neste ponto que nos deparamos com um dilema universal: existe felicidade?

Talvez exista, mas não como a idealizamos, como um estado em que uma vez alcançado seja eterno e constante. Ou seja, provavelmente estamos desejando algo que não é possível.

Como é a felicidade para você?

felicidade

Você provavelmente já pensou em ser feliz, mas nunca pensou nos detalhes de como é essa sensação. Precisamos desconstruir a ideia de que ser feliz é ausência de problemas, perdas e frustrações. Afinal, esta felicidade é utópica.

O que é realmente ser feliz?

Não vamos citar ausências, mas sim presenças. Ser feliz é sentir prazer com as atividades diárias. É a consciência do prazer no momento do aqui e agora. Estar feliz não é euforia, mas sim paz e plenitude. É estar seguro de que a vida vale a pena apesar de haver diversos momentos tristes. É tolerar as incertezas, até porque os motivos que mais nos causam medo possuem garantia de concretização. É como a morte, que é uma condição ao nascimento. É o preço que pagamos pelo privilégio de nascer e, apesar de sabermos que vamos nos deparar com a perda de pessoas amadas e do nosso próprio fim, ainda passamos a vida sem aceitar este preço.

Fobias, pânico, ansiedade… são diversos os quadros psicopatológicos que são baseados pelo anseio de morrer. Com o passar dos anos, a idade ensina a ignorar este fato e aprendemos a viver fingindo não saber que o nosso último dia por aqui também chegará.

Há pessoas que vivem apegadas a coisas como se nunca fossem morrer. Evitam experienciar o mundo para guardar energia, dinheiro e tempo para um dia especial. Este dia nunca chega. O único dia com garantia de chegada é o da sua morte, onde você não irá levar nenhuma das coisas que tanto poupou. Com você irá apenas suas experiências, que poderiam ser muito maiores e melhores se você se lembrasse de que seus dias iriam acabar.

Talvez, seja por isso que seja tão difícil ser feliz. Afinal, a felicidade também fica poupada para um dia que nunca chega.

felicidade

Muitos pais protegem seus filhos como se pudessem passar a vida inteira ao lado deles, ignorando o dia da morte. E por esta razão, não preparam as crianças para um dia viver sem eles.

A maioria dos trabalhadores valorizam a sua profissão como se nunca fossem se aposentar, e trabalham como se a empresa dependesse deles para sobreviver. Deixam de viver momentos com seus familiares para evitar a falência de uma instituição que poderá seguir plenamente depois da morte de todos os seus funcionários que dedicaram seus maiores esforços com receio de serem substituídos.

Entretanto, devemos depositar nossa maior energia exatamente nos lugares onde somos únicos, e, certamente por melhor profissional que você possa ser, não existe profissão em que alguém não possa ser substituído. O trabalho é uma função que com aprendizado e treinamento sempre haverá um próximo.

Porém, para as pessoas que te amam e para o seu tempo de vida, você é singular.

Te proponho a fazer o exercício diário de não esquecer que você tem um prazo de validade e de que a única garantia da vida é o seu término. Obviamente, não devemos ficar imaginando o momento e a forma que iremos morrer, mas aceitar a morte é estar ciente da sua própria finitude neste mundo. Parece assustador? Será impactante se você ainda nega esta constatação. Porém, ela é fundamental para diferir o que deve ser prioridade nos seus dias.

Ser feliz é compreender a fragilidade da vida, a importância das pessoas que nos amam, a raridade do tempo, o sabor das novas experiências, a satisfação das lembranças, a perfeição do seu corpo saudável, a plenitude de uma mente tranquila, a aceitação de que nada é realmente nosso (tudo é empréstimo), e claro, unir esses fatos com doses diárias de momentos de alegria.

Ser alegre é uma meta possível quando buscamos por motivos que nos alegram diariamente.

felicidade

É provável que você terá diversos dias nebulosos sem alegria alguma, mas você deve estar ciente de que, apesar de estar triste, você é feliz. Felicidade não é ausência de tristeza, mas sim a certeza de que entre momentos bons e ruins, viver ainda é a oportunidade mais incrível neste universo! O que te faz feliz? Priorize os seus valores, e assim você irá descobrir que a real felicidade é acreditar que a vida é tão boa ao ponto de valer a pena pagar o preço da morte.

Imagem: GRATISOGRAPHY


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo sobre felicidade, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤