Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Você come compulsivamente sem motivo, morre de medo dos seus amigos te deixarem para trás e percebe que o seu humor muda a cada cinco segundos. Por mais que seja normal as pessoas variarem de ânimo durante o dia, alguns desses comportamentos podem ser sinais de uma síndrome bastante limitante. Você sabe qual? Clique na imagem abaixo para descobrir:

Entendendo a síndrome de borderline

Também chamado de Transtorno de Personalidade Limítrofe, essa é uma doença mental grave e altamente limitante, que não tem uma causa determinada – ela pode ser desenvolvida por conta de um trauma, por uma predisposição genética ou outras influências ambientais. É uma síndrome que afeta diretamente as relações interpessoais do paciente – ou seja, o medo do abandono, a impulsividade e a instabilidade emocional dificultam o relacionamento entre as pessoas.

Os borders, como são chamados os que sofrem da síndrome de borderline, vivem relações muito intensas e com uma tendência à agressividade, principalmente porque têm uma tolerância menor a situações desagradáveis – eles são mais explosivos e não lidam bem com problemas, críticas ou qualquer tipo de ‘climão’.

Alguns sintomas da síndrome de borderline:

  1. Alterações de humor: a pessoa vai da euforia à tristeza profunda num mesmo dia;
  2. Sentimentos constantes de raiva, desespero e pânico;
  3. Irritabilidade que pode provocar a agressividade;
  4. Impulsividade: o border gasta dinheiro sem controle algum, come compulsivamente, tende ao vício (como jogos e drogas) e pode também ir contra leis e regulamentos pela adrenalina;
  5. Autoestima baixa;
  6. Sensação de solidão frequente.

É óbvio que só apresentar esses sintomas não é o suficiente para fazer o diagnóstico dessa síndrome. É preciso uma avaliação profissional, de um psicólogo ou psiquiatra. Ainda assim, é importante prestar atenção aos sinais, principalmente porque pessoas com essa doença costumam ser muito dependentes dos outros para terem uma sensação minimamente estável.

O tratamento e a convivência

síndrome de borderline

Quem sofre da síndrome de borderline precisa, antes de tudo, de ajuda profissional para cuidar da questão. O tratamento comumente feito com medicamentos antidepressivos, estabilizadores de humor e calmantes indicados por um médico psiquiatra. Fora isso, o acompanhamento terapêutico é necessário para ajudar o paciente a lidar com as sensações negativas que vive diariamente.

Esse tratamento precisa ser combinado com um ambiente de convivência estável – isto é, relações familiares que não sejam destrutivas ou muito estimulantes. Acima de tudo, a paciência é importantíssima, afinal, a instabilidade emocional dessa pessoa não é algo que ela consegue controlar, mas um distúrbio da mente que afeta as suas relações sociais. Por isso, é até aconselhável que as pessoas que convivem diretamente com quem sofre dessa síndrome também façam um acompanhamento psicológico, para garantir que estão também desenvolvendo uma inteligência emocional e que estarão aptas a apoiar o paciente, ao invés de alimentar as suas sensações ruins.

Foto: StockSnap


Você já ouviu falar sobre a síndrome de borderline? Deixe o seu comentário abaixo ou clique aqui para participar da discussão!


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)