O que você procura?

Uma cultura que enfatiza a importância da beleza faz com que muitas pessoas desenvolvam o hábito de estar o tempo todo comparando-se aos outros. Este hábito, aparentemente inofensivo, pode gerar muita ansiedade, além de ser um dos gatilhos para o aparecimento do Transtorno Dismórfico Corporal (TDC). Apesar de descrito há mais de 100 anos, o TDC ainda recebe pouca atenção dos profissionais de saúde e da mídia. Infelizmente, nem todos os profissionais de saúde conseguem identificar o transtorno. Falo um pouco sobre o assunto neste vídeo:

Transtorno Dismórfico Corporal: quando a aparência se torna uma obsessão

Pessoas com TDC apresentam uma preocupação excessiva com determinadas partes do corpo. Podem achar, por exemplo, que o nariz (ou outra parte do corpo) é deformado quando, na verdade, ele é normal. Podem pensar erroneamente que as pessoas sentem nojo, desprezo ou aversão por conta de algum defeito físico imaginado. O transtorno tem múltiplas causas e inclui fatores biológicos (genética, química cerebral), traços de personalidade (perfeccionismo, medo de desaprovação ou rejeição), experiências da vida (bullying, cultura, história pessoal ou familia, estresse, mudanças na aparência como ocorre na adolescência, com o ganho de peso, na gestação ou devido ao processo de envelhecimento).

Todos nós passamos por momentos de insatisfação com a aparência. Porém, os indivíduos com TDC acreditam que suas imperfeições, tão humanas e comuns, são falhas gigantescas, impedido-as de serem admiradas e amadas. Por isso, podem ter dificuldade em se concentrar no trabalho, na escola, de se socializarem e se divertirem. Muitas vezes se retraem parecendo tímidas. Mas na verdade estão apenas acuadas e com a alto estima em frangalhos.

Os custos da preocupação excessiva com a aparência são grandes

Vergonha, culpa, tristeza, isolamento, autopunição, raiva, medo, fuga de situações, depressão podem surgir. É comum que pessoas com TDC desenvolvam hábitos compulsivos como olhar-se no espelho várias vezes ao dia, passar muito tempo se arrumando, maquiando ou trocando de roupas, buscar a aprovação constante dos outros, comparar-se o tempo todo com os demais. Além disso, podem optar por tratamentos e cirurgias estéticas desnecessárias, caras ou mesmo perigosas. Falo mais sobre o assunto neste vídeo:

Como visto no vídeo, o tratamento do Transtorno Dismórfico Corporal envolve a terapia cognitivo-comportamental e, quando necessário, o uso de medicamentos, como antidepressivos. A terapia cognitivo-comportamental utiliza-se de estratégias de monitoração de pensamentos inadequados, substituindo-os por outros mais apropriados, além de exercícios que contribuem para a autoaceitação. Afinal, se aceitamos a aparência dos outros exatamente como é, por que não aceitar a nossa aparência assim como está?

Pense comigo: quais são as pessoas que você mais ama? Por quê você admira estas pessoas?

Por serem engraçadas, amorosas, inteligentes, positivas, éticas, honestas, presentes, leais, tolerantes, sinceras, respeitosas, boas ouvintes, protetoras, amigas, autênticas, confiantes, vulneráveis? Veja que nenhuma destas qualidades relaciona-se a aparência. E se você pode amar alguém independentemente de suas qualidades estéticas, por que os outros não te adorariam?

Apesar do TDC ser mais discutido nos fóruns femininos, o mesmo também pode atingir a população masculina. Enquanto as mulheres com o transtorno preocupam-se mais frequentemente com o formato dos seios, barriga ou com o rosto, para os homens as preocupações envolvem mais frequentemente o tamanho da genitália, a quantidade de músculos e a perda de cabelos. Homens que malham, possuem a massa muscular desenvolvida mas acreditam estar muito magros possuem um tipo específico de TDC, a dismorfia muscular. Aprenda mais sobre o assunto no vídeo:

É comum que as pessoas com Transtorno Dismórfico Corporal sofram por anos sem ter o problema diagnosticado

Por isso, se você possui um filho adolescente, amigo ou colega que está preocupado com a aparência, converse sobre os valores que realmente importam. Ajude-as a pensar nas qualidades que desejam desenvolver ao longo da vida, na forma com que desejam que as outras pessoas as vejam. E não contribua com um mundo que valoriza apenas a aparência.

Elogiar é sempre bom. Porém, encontre formas de dizer às pessoas que são apreciadas sem falar de beleza, peso, forma do corpo. Isso vale também para as crianças. Não precisamos passar o tempo todo dizendo para as meninas que elas são lindas. E nem para os que os meninos o quanto são fortes. Podemos dizer o quanto amamos outros aspectos como suas risadas, sua criatividade, suas brincadeiras, sua imaginação, sua energia e tantas outras coisas legais que as pessoas apresentam ao mundo.

Por fim, não quero dizer que as pessoas não precisem se cuidar. Cuidar da própria saúde faz com que tenhamos mais vitalidade para realizarmos nossos sonhos, sejam profissionais, pessoais ou espirituais. Então, praticar atividade física moderada, consumir pouco álcool, evitar fumar, são recomendações que valem para todo mundo. A alimentação variada também é muito importante pois existem vários nutrientes importantes para que possamos produzir neurotransmissores que aumentam nosso bem-estar e reduzem o risco de depressão. Converso mais sobre o assunto neste último vídeo:

Um grande abraço,

Andreia

Imagem: Pexels


E o que você responderia a essa pergunta aqui embaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)