Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Toda mulher já passou por este drama. Quando menos espera… muitas vezes meses depois do fim de uma relação… ele reaparece. E, nessa hora, você corre pra uma amiga (ou pro Google) e desabafa: “ ele voltou a me procurar, o que faço?”

Ele voltou a me procurar, o que faço?

Ex é ex. Uma frase profunda, densa, e, claro, sarcástica. Há quem diga que ex bom é ex morto. Mas também existem aqueles – e aquelas – que gostam de manter ali, um vinculozinho, uma perninha daquele lado, uma mensagenzinha de vez em quando, um comentário ou curtida pra marcar o território invisível de uma história. Sabe como é, solteiro(a) sim, sozinho(a) nunca. E como diz um amigo da coluna: pra quem não tem nada, metade é dobro. E ex sempre tem dois pesos, mas uma medida – que certamente você conhece. Então sair com ex é como naquele ditado: passarinho que come pedra sabe o c%*#! que tem.
Pensando nisso tudo, é inevitável você se perguntar: “mas o que mudou? Por que ele voltou a me procurar? O que faço?

? Imperdível! Organizamos um eBook com os melhores contos eróticos do Superela. Baixe grátis: 22 Contos Eróticos Inesquecíveis »

1. Ainda não arrumou outra (que goste)

Vocês terminaram há pouco tempo. Ou mais. Cada um seguiu no seu barco, na sua direção. Mas aí o acaso sopra um vento e muda o curso das coisas, e, de repente, o cara te liga (geralmente domingo) te manda mensagem (especialmente de madrugada), dá uma curtida numa foto sua e vocês se encontram pra um chope. Não é bem acaso. O cara tentou seguir adiante na vida, saiu com algumas garotas mas nenhuma mexeu. Uma trepada boa, por mais suada e gostosa que seja, não substitui o valor da intimidade. Dormir ou acordar ao lado de uma mulher, ou melhor, gostar de dormir e acordar ao lado de uma mulher, meio à la John e Yoko, diz muito mais que ficar de pau duro. O cara pode perceber isso depois do término e tenta ressuscitar o relacionamento. Mas a verdade é porque ele foi incapaz de arrumar alguém para gostar, sair, se divertir, ter intimidade, mesmo comendo. Se você já estiver em outra, tá resolvido. Até ele te procurar de novo… É como naquele poema do Cacaso: “Perder um amor é muito duro/ Perder dois, bem menos”

2. Você é uma “ex” multiuso

Essa á uma via de mão-dupla. Homens e mulheres podem se tornar “ex” multiuso. A ex multiuso é aquela polivalente. Tem uma casa bacana, TV com Netflix, piscina no prédio, comida na geladeira, mora sozinha (enquanto o nosso amiguinho mora com os pais) e tem carro. Além disso, você alimenta uma esperança de que um dia reatem e sigam pela estrada da vida – ou outra coisa mais piegas. Isso não vai acontecer. O cara que desfruta desse conforto não é bem um homem. É menino. Quando o cara se acomoda, gosta de brincar de casinha mas não quer amadurecer a relação, como dividir conta, lavar a louça, tirar o lixo, te convidar pra viajar, enfim, passar de ciceroneado na vida para cicerone, pode pensar que ele não quer alguma coisa mais séria. Se é só você que sugere, que convida, que oferece, que assinala com a possibilidade de reatar enquanto o cara só consegue ver TV depois da trepada-revival, devolve o ingresso pro cara e fecha o parque de diversões. Entrar de graça só um que se dá bem. Chega a hora de aprender a como ignorar um homem.

3. É só sexo

Vocês namoraram, confere? Então, das duas, uma: ou era bom o sexo ou o diálogo. Porque se os dois fossem bons, vocês ainda estariam juntos. Portanto, se o ex te procura, pode ser “só” sexo. Imagino que ele não vai te procurar pra ter dois dedos de prosa, certo? E isso é ótimo. Diz muita coisa. Que você é boa de cama, que mesmo solteiro ele te procura, que você vai (ou pode) ter vários orgasmos, fora a conversa, a saudade, o clássico rewind das coisas que vocês viveram. E aquela sensação de que você foi burra, mas depois isso vai embora e você fica feliz por não ter se negado ao encontro – e por perceber que ele está mais vulnerável que você, no fundo. O cara pode estar querendo te reconquistar e o sexo pode ser o primeiro passo. Ou é apenas vontade de matar a saudade, código clássico para uma trepada sem compromisso – e sem cobranças.

MAIS: 9 DECISÕES A TOMAR ASSIM QUE TERMINAR UM RELACIONAMENTO
MAIS: 7 MENTIRAS QUE OS HOMENS COSTUMAM CONTAR

4. Dor-de-cotovelo (ou de corno existencial)

O cara tinha inveja do seu trabalho. Não admitia que você brilhasse (também). Ciúme dos seus amigos, das suas amigas, da galera do seu trabalho, dos seus posts, dos seus comentários. Era bom de cama, um sujeito engraçado, mas que, aos poucos, foi se revelando. Geralmente são bonitos, muitas mulheres em cima, e ele acaba não valorizando a primeira-dama. Pelo contrário, compete com ela. Até porque esse cara só deve namorar (ou tentar) mulher gata. E criar em cativeiro. Com o passar do tempo, nesse tipo de relação, a mulher dá uma caída, engorda, fica chata, reclamona, o sexo esfria e vocês terminam. O cara por cima, você… Bem, você sabe. Passa um tempo, semanas, meses. Ele te vê na rua ou na festa, ou melhor ainda, pra humilhar: na praia. Mais magra, cabelos curtos (ou de outra cor), bronzeada, sorridente, mais que isso, gargalhante, num grupo com amigos e amigas. E o melhor: desacompanhada. E ele percebe que você está mais bonita, mais feliz sem ele, que se pergunta: “como?” Vai bater aquela dor-de-cotovelo, aquele gosto de sangue na boca e ele vai te procurar. Aí, você vai pensar e dizer: gente, esse cara ainda existe? Lembra da arte de como ignorar um homem? Pois é…

MAIS: 8 MANEIRAS DE TIRAR SEU EX DA CABEÇA
MAIS: 8 DESCULPAS MAIS USADAS QUANDO ELE NÃO QUER ASSUMIR COMPROMISSO

5. Vocês viraram amigos

Do término de um relacionamento pode, muito, mas muito, às vezes, nascer uma amizade. Isso na cartilha do politicamente correto. Na prática é igual metabolismo, cada um funciona de um jeito. De qualquer maneira, vocês se tornaram amigos. Ninguém aperta mais ferida antiga, cada um fala sobre seus novos casos como uma maneira de hastear a bandeira do armistício pós-conjugal. Mas de vez em quando ele manda uma frase de efeito, ambígua, que você nunca sabe se é um “tenho muito carinho por você” ou se tem uma queda por você, mas – por orgulho ou medo da rejeição – fica na dele. O ex que liga pagando de amigo só vai virar amigo quando levar um toco naquela noitada que vocês beberam demais. Se ele voltar a falar com você, realmente a chance da amizade é grande. Se ficar putinho, você mandou bem de cortar. Queria só dar umazinha pra dimensionar seu (o dele) poder de sedução. For the old times, per say. E se ele citar Shakespeare, cuidado. A frase “quem é tão firme que não possa ser seduzido?” é bem manjada. E verdadeira.
Então, da próxima vez já sabe: “ ele voltou a me procurar, o que faço?” Pense bem nos motivos dele. Se for algo que você quer aproveitar também… curta! Se não: é hora de dar tchau!


 

@ load more