Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Onde eu guardei minhas chaves? O que eu tinha mesmo que fazer hoje? Se você anda se questionando se está ficando com Alzheimer porque vive esquecendo as coisas, você não está sozinha. Mas fique tranquila, se você tem menos de 65 anos e nenhum caso na família, provavelmente você não está demenciando. É possível que você apenas não esteja conseguindo usar a sua memória da melhor maneira. Veja abaixo algumas dicas para facilitar a vida do seu cérebro.

1. PRESTE ATENÇÃO

Se você não lembra onde colocou o celular, é provável que não tenha atentado para quando suas mãos perderam o contato com ele. Você deve ter feito isso automaticamente. Pode ser estivesse pensando em outra coisa ou falando com alguém, quando o largou em algum lugar. Seu cérebro não registrou esse momento e agora nunca vai conseguir acessar essa informação simplesmente porque esta não está armazenada no sistema!

2. ORGANIZE A INFORMAÇÃO

Imagine um armário onde as roupas são colocadas sem nenhum tipo de ordem. Qual a chance de eu conseguir encontrar uma determinada peça rapidamente? Se registrarmos as informações do cotidiano dessa forma, cada vez que eu quiser procurar uma memória na minha cabeça vou ter que olhar uma a uma até, por acaso, encontrar aquilo que preciso lembrar. Pouco eficiente, não é?

3. UMA COISA DE CADA VEZ

Lidamos diariamente com muitas informações ao mesmo tempo – trabalhamos com várias janelas abertas no computador, conversamos com um colega enquanto realizamos outra tarefa, dirigimos falando ao celular – podemos pensar que é como se abríssemos o baú da nossa memória e fossemos jogando ali as informações de qualquer jeito. Na hora de procurar vai ser complicado…

4. ANOTE NA CABEÇA

Um dos segredos da memória é fazer bons registros mentais! Se eu sei que uma informação não pode ser esquecida, que tal dispensar a esta um momento para fazer uma nota mental: “coloquei meu celular em cima da mesa”. Ou mesmo uma anotação. Se eu anoto um compromisso em um papel, mesmo que eu venha a perdê-lo, certamente esta informação foi registrada no meu cérebro através da audição, da visão do papel com a informação e do ato motor de escrever.

Foto: pinterest.com/superelaoficial

botao_simples

MAIS: 8 DICAS PARA TRAÇAR METAS DE SUCESSO
MAIS: 7 ESTRATÉGIAS PARA ORGANIZAR SUAS FINANÇAS

@ load more