Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Algumas já sabem o nome escolhido antes mesmo de sonhar em engravidar. Outras literalmente sonham com o nome perfeito e acordam com aquele estalo. Existe também as que levam tempo em se decidir, matutam, matutam, fazem uma lista de preferências e vão limpando até chegar no vencedor. Seja como for sua maneira, coloco algumas fontes que vão além do básico livro de nomes e que podem ser úteis nesse lindo e longo caminho de escolha.

 1. MEMÓRIAS

Recordar é viver. E dessa vivência podem sair bons nomes que acabam esquecidos. Exercite sua memória e se lembre das pessoas positivas que já passaram na sua vida: familiares distantes, nomes conhecidos em viagens (isso pode render muito!) e tudo mais que possa estar adormecido nas lembranças. Muitas vezes a inspiração já está dentro de nós, basta acioná-la. Nada se perde, tudo se transforma. Dessas memórias pode sair o nome desejado ou derivar boas ideias.

2. FILMES E LIVROS

Não precisa ser necessariamente o nome daquele protagonista que você tanto ama. Às vezes, o nome que desperta mais interesse pode estar nos personagens menos esperados, aqueles que nem prestamos muita atenção no início. Revisite suas preferências, aproveitando para rever e reler algum deles, até porque, logo depois do nascimento, fica mais difícil ter um tempinho para isso.

 3. IDENTIFIQUE OS NOMES QUE NÃO GOSTA

Além de ser importantíssimo saber do que não se gosta nessa vida, eliminar opções é uma ótima forma de começar. Ajuda a dar um norte, estimulando a criatividade. Portanto, se estiver com dificuldade de iniciar a busca, esse pode ser um pontapé inicial interessante. Quem sabe você não é surpreendida…

MAIS: 6 DICAS PARA REORGANIZAR A CASA ANTES DO PARTO
MAIS: 10 DICAS PARA GRÁVIDAS DE PRIMEIRA VIAGEM

 4. MÚSICAS

Assim como os filmes e livros, a música é companheira de vida. E ela é ainda melhor porque pode nos acompanhar depois do nascimento dos filhos, já que uma boa música ajuda a tranquilizá-los. Por isso, não deixe faltar sua playlist preferida em casa e se inspire, não só pela busca do nome, mas também pela trilha sonora perfeita para embalar você e sua cria.

 5. REFLEXÃO

Aquela velha e boa inspiração que vem de algum lugar que não conseguimos definir, na minha opinião, ainda é a melhor forma de buscar um nome apaixonante. Simplesmente pare e reflita, deixando as ideias virem. É um rico exercício. Anote seus devaneios e depois troque com seu companheiro para ver o que é de comum acordo e assim seguir adiante, analisando as opções que saem desse lindo brainstorm.

MAIS: 6 DICAS PARA CONTINUAR SEXY AOS OLHOS DO SEU MARIDO (ASSIM QUE VIRAR MÃE!)
MAIS: 6 DICAS DO QUE FAZER QUANDO OUTRAS MÃES SE INTROMETEREM NA SUA VIDA

Imagens: giphy.com

@ load more