Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Poucas coisas na vida me trazem tanta paz de espírito quanto uma casa limpa. A casa limpa me dá clareza de ideias, me faz ter esperança na vida. É como se a casa fosse uma extensão de mim. Quando ela está uma bagunça, me sinto da mesma forma. Talvez essa necessidade venha dos meus antepassados. Talvez eles precisassem manter tudo limpo para não deixar pistas pros predadores da selva. Isso seria uma boa explicação – pelo menos no meu ponto de vista.

Por outro lado, pode ser que seja a simples sensação de saber que minhas obrigações foram cumpridas e que posso descansar sossegada. Pronto, fiz a minha obrigação de adulta. A casa está limpa! Ufa! A verdade é que o motivo não importa, o que importa é a sensação que me traz. E a sensação vale por todo o esforço, vale por toda a chatice do arreda móvel – passa aspirador – puxa móvel de volta.

Assim como a casa, existem pessoas que me trazem essa mesma sensação.

Por muito tempo eu fiquei presa ao conceito do amor. Eu nunca soube distinguir quando amava e quando não amava. Se aquele amor que eu sentia era amor mesmo ou se era apenas um “gostar muito” ou talvez uma carência desmedida. Pra mim, sempre foi difícil exemplificar o amor.

MAIS: VOCÊ TEM CERTEZA QUE ELE É SEU GRANDE AMOR?
MAIS: INVESTE NELE LOGO!

Amor não é como uma doença. Não tem diagnóstico, sintomas, tampouco antídoto (esse último preciso concordar que não faz falta). – Bom, se você está sentindo dor nas juntas e sonolência é amor. Tome aqui o seu remédio e vá pra casa ficar em repouso.

Minhas amigas sempre ficaram intrigadas com o fato de eu não saber se estava amando ou não. – Como você pode não saber? Se não sabe é porque não ama, oras!

Esse espanto, hoje percebo, se dava porque o amor é singular e esse é o grande dilema: de tão ímpar que é a natureza dele, só você pode saber quando é o seu amor, simplesmente porque ele é seu e de mais ninguém. Não há como comparar o seu amor com o amor de outra pessoa. Tentar imitá-lo, então, pior ainda. Só você pode viver isso. E que seja da maneira mais maluca, mais estranha, mais sem sentido para quem assiste e mais sem beleza pra quem é espectador.

O meu amor se mostrou tão simples como a sensação de casa limpa e, como eu disse anteriormente, poucas coisas me trazem tanta paz de espírito quanto isso. É algo que me traz clareza de ideias, me faz ter esperança na vida. É como se o outro fosse uma extensão de mim. Quando ele está uma bagunça, me sinto da mesma forma.

Pra mim, a sensação do amor é essa e esse é o seu paradoxo. De tão simples que é se torna complexo de entender.

O seu amor pode ser como a sensação de estar abrigado em casa num dia de chuva. Pode ser como a sensação de tomar um chá quente numa tarde fria. Pode ser como a sensação de andar descalça na beira da praia. Pode ser qualquer coisa, pode ter qualquer cor, qualquer cheiro, qualquer gosto. Mais ninguém além de você pode perceber. Por favor, esteja atenta. A casa é sua.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

PARTICIPE: Tô em dúvida. É algum problema comigo?
PARTICIPE: Ele vai me chamar pra sair ou não vai dar em nada?

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more