Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Engraçado que o coração após ser maltratado, partido, abandonado, se fecha para possíveis novos relacionamentos por algum tempo, e isso, de certa forma, até é bom, porque o peito carece um pouco de solidão pra se recompor. Não consigo compreender aqueles que terminam um namoro de anos e logo engatam outro, não se permitem viver aquela fase de fossa de fim de relacionamento que, depois de passar, até vira lembrança boa por você se dar conta de que estava em cacos e agora está novamente em sua melhor forma: inteira.

Depois de se despedaçar algumas vezes, o coração fica meio ressabiado e começa a ter mais cuidado e mais calma antes de começar a se envolver com alguém porque você percebe que nem sempre vale a pena correr o risco, você percebe que existe uma infinidade de coisas para você fazer e viver sem precisar ter alguém do seu lado e isso é libertador.

PARTICIPE: Devo me afastar ou ir atras?
PARTICIPE: Como chamar a atenção de um cara?

Então, você decide que não quer se apaixonar novamente tão cedo, afinal, você está muito bem assim e você se basta. Só que você se esquece que, assim como a vida não nos prepara para as coisas ruins, ela também não nos prepara para as coisas boas. E aí, em um dia qualquer, que era pra ser um dia normal em que nada de muito extraordinário acontece, alguém cruza o teu caminho, assim de supetão mesmo, como se tivesse caído de paraquedas do nada na sua vida.

Você se pergunta o porquê disto justo agora que você tinha decidido que não iria se envolver por um bom tempo. Você tenta compreender o porquê de justo agora surgir esse alguém e fazer você se esquecer de todas as suas feridas antigas, surgir esse alguém e te fazer ter vontade de correr todos os riscos dessa highway, fazer você colocar todos os monstros do seu passado em um baú e trancafiá-los lá, bem no fundo da sua alma. Você não entende o porquê, mas sabe que existe um motivo e que a vida é assim mesmo, vive nos surpreendendo e as melhores coisas acontecem justamente quando a gente menos espera, precisamos compreender os sinais que nos são dados, precisamos nos orientar pela bússola do nosso coração porque, só assim, é que chegaremos a algum lugar. Mesmo sem sabermos onde realmente queremos chegar, o importante, afinal, é irmos, não ficarmos parados.

E aí, então, todos aqueles medos bobos começam a aparecer, o medo de se envolver demais e não haver reciprocidade, o medo de se machucar, o medo de perder tempo com mais uma pessoa errada, o medo de acabar antes mesmo de começar. Sentir medo nessa situação, depois de já ter sido calejado várias vezes todo mundo sente, a diferença é que têm pessoas que permitem que o medo vença, se privando de viver muita coisa maravilhosa por conta disso e tem pessoas que se vestem de coragem para enfrentá-lo, mesmo sabendo que existe uma grande chance de tudo ‘’dar errado’’ e você acabar sofrendo mais uma vez.

Não podemos viver sem sentir medo, mas podemos  aprender a viver com ele. A nossa vontade de ser feliz precisa ser maior e mais forte do que qualquer medo que tente nos distanciar dessa tal felicidade. Impossível saber se essa pessoa será apenas mais uma que vai lhe causar dor e te deixar feridas ou se é alguém que fará a diferença na sua vida. Talvez seja apenas mais uma pessoa. Talvez seja a pessoa por quem você sempre esperou. O único jeito de saber a resposta é tentando, é arriscando. Talvez você se machuque, talvez você experimente uma felicidade que até então nunca sentiu. A melhor escolha é se entregar ao que você está sentindo, na pior das hipóteses, você, ao menos, terá mais uma lição para sua coleção.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

MAIS: REINVENTE O USO DAS SUAS CANGAS E FIQUE MARAVILHOSA!
MAIS: NAMORE SEM FAVOR

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more