Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

E sobre o seu.

E também sobre o de todas as mulheres que com certeza são bem mais do que coxas, sejam elas finas, grossas ou torneadas.

Ao contrário do recente discurso da cantora, sobre as ofensas contra seu corpo (que você pode ver abaixo), a imposição de um padrão de beleza quase inalcançável às mulheres, não é de ontem, nem de hoje e muito menos novidade.

Ainda em êxtase com o #ensaiodoblocodapreta . Foi tudo PERFEITO!! Obrigada a todos que lotaram o Monte Líbano ontem, todos que vieram de outros estados, meus fãs e amigos amados!! Nosso Bloco completa 7 anos e a cada ano vocês me fazem mais feliz!! Acordei e me deparei com o que já imaginava que iria acontecer: uma chuva podre de ofensas, xingamentos e pseudo opiniões sobre meu corpo e minha roupa !! Não quero e não posso acreditar que as redes sociais sejam o esgoto do mundo, pois o que recebo de positividade também é tremendo, mas eu fico realmente chocada com a capacidade do ser humano ser tão preconceituoso e principalmente ter valores tão deturpados. Sou uma mulher de 41 anos que já vivi muita coisa. Aprendi a me amar e me valorizar pelo meu caráter. Meu corpo, minhas gordurinhas e minhas celulites não medem o meu caráter a minha garra !! Tenho celulite SIM e não tenho vergonha delas. Não vou me render nem virar escrava de um padrão de beleza que não é o meu! Eu também sou padrão de beleza, pois a maioria da mulher Brasileira tem o meu biotipo. Gente, chega, guardem suas “opiniões” para vocês. Existem muitas mulheres que levam em consideração o que vocês falam e acabam pagando um preço alto para se encaixar no padrão imposto pela sociedade e mídia !! Tenho saúde, tenho amor e isso é o mais importante de tudo !! Tenho autoestima SIM e tenho senso, senso que um dia a terra come a nossa carne mas a nossa alma tem que ser leve e livre !!!

Uma foto publicada por Preta Gil (@pretagil) em

Cobranças de quem cospe preconceito e ódio com cara de opinião, partem daqueles que se acham no direito de se meterem na vida alheia de tal forma, que acabam julgando pessoas públicas e anônimas como donos da verdade e de seus corpos.

E os problemas que isso gera? Veja bem. Temos hoje milhões de meninas que ainda na adolescência desenvolvem distúrbios alimentares, porque acham que estão acima do peso e sofrem bullying por isso. Mulheres acuadas, que não se acham no direito de usar biquíni na praia, que preferem transar de luz apagada e que na ânsia de poderem desfilar por aí mostrando um corpo de capa de revista, escondem o seu próprio.

Para elas, nos resta a missão de tentar convencê-las a pararem de se cobrir e começarem a se descobrir como são. Afinal, aceitação é a primeira etapa de melhoria da autoestima, que ainda insistem em tentar abalar diariamente que só é alcançada após o entendimento de que somos mulheres reais, com gordurinhas, imperfeições e marcas corporais que qualquer pessoa viva acumula com o passar do tempo.

PARTICIPE: Como eu faço para ter amor próprio?
PARTICIPE: Começando a dieta da nutri!!!

Nossos peitos, pequenos, grandes, caídos ou siliconados não dizem respeito a ninguém. Nossas bundas não foram feitas para serem analisadas, elas carregam o peso de pernas que andam o dia inteiro, trabalham, estudam, se divertem e só querem ter o direito de descansar junto com nossa cabeça quando a noite chega, sem levar com elas para a cama o peso de não serem como as da Sabrina Sato. Nada contra as pernas da Sabrina, mas porque mesmo desejar tanto as dela, se são as suas que te carregam por aí, por uma vida que também não é a dela?

Apesar da voz de Preta ter perdido a manchete para suas gordurinhas, não foi isso que a calou. Bem como minhas estrias não deixarão as linhas que escrevo aqui serem mais importantes do que elas, porque é justamente o discurso que ambas carregam, que chegará até quem precisa ouvir que, quando se trata do corpo de cada mulher, “sabe quem perguntou pra você? Ninguém.”

Por isso, antes de falar que a Anitta está acima do peso, que a Beth Faria envelheceu e que a Scarlett Johanson tem curvas fora do padrão, lembre-se que por trás do corpo de cada uma delas (e de cada uma de nós) existe um ser humano racional, cheio de histórias e de coisas incríveis, feitas não só de idas à academia e shakes de Whey Protein. Pessoas que acordam todos os dias e se olham no espelho, se aceitam e se amam (ou deveriam) como são.

E se depender de quem já está mais cansada do que musa fitness, que passa o dia fazendo crossfit, disseminar essa mensagem de autoestima por aí, pode ter certeza que cada vez mais, as mulheres passarão a se importar menos com a ditadura da beleza e mais com elas mesmas.

Porque os haters que “me desculpem”, mas amor próprio é fundamental. E o corpo da Preta Gil não é da conta de ninguém.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Autoestima ♥

MAIS: O SEGREDO QUE NUNCA TE CONTARAM SOBRE VIVER EM PAZ COM A BALANÇA
MAIS: EMPODERAMENTO FEMININO E ACEITAÇÃO DO CORPO

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more