Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Quantas vezes você se questionou se merece estar passando pelos problemas, dúvidas ou carências que sente hoje? Ao seu redor até existem situações piores… Situações de tragédias bem piores que as suas. Necessidades extremas, fome, falta de trabalho, mortes prematuras, abandono. Mas olhando para o outro lado você também vê situações melhores, às vezes bem melhores. Pessoas trabalhando com o que gostam, vivendo relacionamentos felizes com famílias estruturadas.

E você pode até pensar que gostaria de trocar de vida, de família, de corpo, de cidade, de qualquer coisa. Quando a dor aperta, trocar de lugar com alguém que não vive a mesma dor parece até uma boa solução se isso fosse possível… Em outro planeta quem sabe?!

PARTICIPE: Saudade de me sentir completa
PARTICIPE: Como fazer amigas depois de várias frustrações

O fato é que para qualquer lugar que vamos, nos levamos junto! Confesso que várias vezes estar em mim era tão ruim que o que eu mais queria era tirar férias e me deixar em casa, de castigo. Não tem para onde escapar! A má notícia, ou pensando melhor… boa notícia, é que quanto mais resistimos e protelamos resolver algo, mais sofrimento causamos para nós mesmas.

A resistência prolonga aquilo que estamos resistindo. Se você se entregar para a experiência da qual está resistindo, cedo ou mais cedo ainda, ela irá passar. Você vai sair deste lugar para outro, e neste novo lugar emocional terá novos insights e diferentes percepções sobre a situação.

Você, assim como eu e 99% da população, durante uma experiência emocionalmente desconfortável – um término de relacionamento, uma ou várias frustraçãos, uma notícia ruim… se pergunta se merece estar passando por isso! “Porquê?” E “porquê comigo?” são as primeiras coisas que pensamos.

Eu não quero dizer que você, ou eu, ou qualquer pessoa mereça passar por dor e sofrimento, mas se olharmos as tempestades que já passamos precisamos reconhecer que a dor traz muitos aprendizados e amadurecimento. Eu tinha uma terapeuta que dizia que hoje (ela falava do momento atual do nosso planeta) nós podemos escolher aprender pelo amor ou pela dor. Que não precisamos mais de tanto sofrimento quanto precisávamos para evoluir a tempos atrás.

MAIS: PREOCUPE-SE APENAS COM O QUE ESTÁ POR VIR
MAIS: NINGUÉM BATE MAIS FORTE DO QUE A VIDA…SERÁ?

Eu concordo com esta ideia e desde então procuro estar aberta para as lições pelo amor, muito mais do que para as lições pela dor. Mas como o que resiste persiste, se a dor vem, acredito que a melhor forma de recebê-la é abrir a porta, oferecer um bom café (chá ou chimarrão…) e sentir toda ela até que revele a que veio e se despeça. Aí você poderá abrir a porta e se despedir sem dizer “volte sempre”. Com paz no coração e mais uma lição da sua vida!

 
Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida

@ load more