Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Fazer cocô em frente ao seu namorado? Dividir o perfil do Facebook com ele? Sentir-se no direito de saber os mínimos detalhes de todos os papos que ele tem com os amigos no bar? Para alguns, intimidade. Para mim, invasão de privacidade. E das brutas.

Privar-se de algumas coisas pelo bem da relação é normal e, muitas vezes, até mesmo necessário. Privar-se de toda a sua privacidade, porém, não é! Não é normal nem faz bem à saúde de um relacionamento, acredite.

PARTICIPE: Sobre relacionamento na era do Facebook
PARTICIPE: Descobri que meu ficante fez Facebook, e agora?

Vocês se casaram, eu sei. E estão mais do que decididos a compartilhar – além das contas, do lençol e do sabonete – as dores e alegrias da existência, eu tô ligado. Mas isso não quer dizer que não possam mais ter momentos individuais e particulares. Viu? Não significa que precisa informar todas as suas senhas a ele e que, no fim de cada dia, tenha que declarar por onde pisou, com quem andou, o que disse, o ponto da carne que consumiu, quantas vezes espirrou…

Não estou dizendo para esconder dele a sua profissão (a não ser que seja espiã da máfia russa), seus maiores fetiches e o medo congelante que sente de insetos voadores. Não confunda as bolas, por favor. Mas precisa preservar a sua intimidade – como se o futuro da humanidade dependesse da sobrevivência dela – mesmo depois de juntar os trapos, as escovas de dente e as moedinhas. Apesar de ter optado por fundir o seu planeta com o dele, tem que manter vivo – e oxigenado – um país só seu, inviolável; um canto no qual se refugiará quanto estiver precisando mais de “você” do que de qualquer outra coisa na galáxia.

Além da vida que você leva com seu parça, precisa manter uma vida só sua e totalmente independente da dele. Uma vida que não perderá espaço ou se diluirá devido ao crescimento da intimidade de vocês. Pelo contrário: uma vida que, mesmo ao alcance dele – como o celular que deixa desbloqueado sobre a mesa quando toma banho -, não será fuçada ou alterada; evidenciando, portanto, o quanto ele respeita e confia em você, sem querer ser seu dono e fincar a bandeira em tudo.

MAIS: 5 DICAS PARA AUMENTAR INTIMIDADE ENTRE O CASAL
MAIS: SOBRE RELAÇÕES VIRTUAIS E O STALKER

Por fim, uma sugestão: se você não confia em seu namorado (ou vice-versa) o suficiente para deixá-lo ter um espaço só dele – seja no celular, seja no domingo, seja no… – recomendo que repense em sua relação e no quanto vale a pena continuar investindo nela. Pois, honestamente, sem plena confiança vejo pouquíssimo potencial para o sucesso.

Ter intimidade com alguém, a meu ver, é se sentir totalmente à vontade para confessar seus medos e fraquezas; ter coragem para dizer coisas que não falaria a mais ninguém, nem depois de virar sete tequilas. Cocô de porta aberta é outro lance… Dispensável, em minha opinião.

Imagem: Pinterest

 

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)
Cabelo crespo ou cacheado? :)
Sororidade no empreendedorismo!