Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Pensei melhor, fiz uma análise minuciosa sobre a complexidade da união das escovas de dentes. Joguei o “nós” cru em cima da mesa. Rasguei seu mapa astral. Desfiz aquilo que criei de você e decidi te enxergar como você realmente é. Depois, olhei para o reflexo no espelho e perguntei: – “É isso mesmo que você quer?”. Eu poderia postegar o fim, mas fui franca comigo, talvez a resposta não agrade a todos, mas nesse momento, preciso ser justa com você, sobretudo, com meus sentimentos.

Olha não é você, sou eu. Sei que parece uma desculpa mal elaborada de gente covarde que não se dá ao trabalho de pensar em algo mais criativo, mas juro: estou sendo sincera. Se eu dissesse qualquer coisa diferente disso tenho certeza que você tentaria reverter a situação. Eu não estou preparada para juntar meu mundo com o seu. A ideia de guardar minha jaqueta preferida ao lado do seu moletom dos Stones, me causa um arrepio na espinha, uma sensação esquisita, uma estranheza na alma. Era para ser diferente, não era? Escuta, você não fez nada de errado. Repito: não é você, SOU EU!

Vou pedir para cancelar os lírios brancos. Devolverei o vestido. Ligarei para os convidados e direi que passei mal, que fui para marte ou que a minha Vó está me esperando – brava, batendo o pé e com chinelo na mão. Inventarei alguma desculpa. Doarei os docinhos para as minhas amigas de TPM e os salgados para o meu amigo aquariano – ele adora coxinha. Direi para sua mãe que enlouqueci, que bebi suco de manga com leite e que estou delirando.

PARTICIPE: Meu noivo pediu um tempo
PARTICIPE: Ele quer casamento, mas eu acho que ainda é muito cedo

Não estou preparada para sentar no banco do carona de um carro com os dizeres: “Viva aos noivos!”, ou “Sejam felizes para sempre!”. Não quero carregar o peso de uma união por aparência, nem ter que dizer a coisa certa quando você estiver diante de uma crise existencial – eu não sei o que dizer nem pra mim.

Não quero ser seu porto seguro – não que eu seja insuspensível, mas é que, meu barco anda tão remendado que se você subir, ele afunda. Eu não sei nadar, não quero correr o risco de morrer afogada.

Não quero jogar no seu colo a responsabilidade de me deixar bem quando eu estiver triste – porque é isso que eu faço. Não quero fazer cara de bunda quando você não perceber que estou triste, que preciso de um afago, de um cafuné e de um chocolate quente.

Cancela o casamento porque eu ainda não aprendi a ser par. Não aprendi a ceder. Não sei lidar com as diferenças, com os atritos decorrentes da nossa personalidade tão distinta. Cancela o casamento porque sexo bom não é alicerce para relacionamento saudável. Conchinha na madrugada, não garante cumplicidade matinal.

CANCELA A DROGA DESSE CASAMENTO!

MAIS: O AMOR NÃO É UMA CIÊNCIA EXATA
MAIS: VOCÊ PODE SEGUIR, VOCÊ PODE SER FELIZ

Se perguntarem por mim, diga que estou no bar do Portuga. Deixe que digam que não valho nada, que sou impulsiva, que não mereço o amor de ninguém e que não sei o que quero da vida. Nenhum insulto é pior que condenar o destino alheio.

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

@ load more