Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Dia desses ouvi a seguinte afirmação: “o amor é o suporte”, tudo bem se formos pensar no sentido que ele nos sustenta, é a nossa base. Porém a pessoa continuou: “a gente suporta as coisas por amor, a gente vai suportando, quando a gente deixa de conseguir  suportar é porque a gente já deixou de sentir amor”.  Poucas vezes na vida ouvi uma frase tão absurda como essa.

Suportar? Para mim essa palavra não combina nem um pouco com amor. Suportar lembra sacrifício, e sacrifício nada tem a ver com esse sentimento tão nobre que é o amor. Temos que suportar a sogra que não gosta da gente, a vizinha fofoqueira, o colega inconveniente, o testemunha de Jeová que vem bater em nossa porta semanalmente.  Suportar a gente suporta todas aquelas pessoas que não nos causam nenhuma empatia, mas que estão no grupo de pessoas que temos que conviver. Mas, nem nesse caso somos obrigados a suportar, a gente suporta por educação e bom senso pra não largar um “foda-se” de vez em quando.

PARTICIPE: Estou sendo fresca e egoísta ou tenho razão?
PARTICIPE: Meu namorado é indiferente

Se assim fosse mesmo como naquela linda passagem bíblica que é citada no filme um amor pra recordar: “o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”, então a mulher que é agredida pelo companheiro deveria suportar esse sofrimento por amá-lo? Uma mãe que vê o filho se destruir dia após dia com o uso de drogas, deveria suportar ao invés de interná-lo em nome do amor de mãe? Uma filha deveria suportar ser estuprada a vida inteira pelo pai, pois o ama? Um professor deveria suportar ter o seu salário parcelado por amor à profissão?  NÃO, NÃO E NÃO, mil vezes não!

Nem por causa do amor mais puro existente em nós, devemos suportar algo que nos machuque, que nos magoe e que nos faça infeliz. O amor é belo, e deveria nos proporcionar apenas sentimentos também belos. Claro que a vida não é um mar de rosas, as pessoas tem defeitos, elas erram, inclusive as pessoas que amamos, inclusive nós mesmas. Só que uma coisa é aprender a conviver com os defeitos de quem amamos, outra coisa é suportar conviver com alguém que só nos causa dor e desgaste emocional. Uma coisa é entendermos e perdoarmos o lado negativo das pessoas que a gente ama, outra coisa é suportarmos viver ao lado de quem só nos oferece o seu pior lado.

O ser humano é imperfeito, portanto não podemos esperar relacionamentos perfeitos, pois eles simplesmente não existem. Durante nossas vidas, tomamos muitas decisões erradas, falhamos centenas de vezes, com isso, às vezes até sem percebermos, magoamos quem amamos.  Magoar e ser magoado são coisas naturais da vida, perdoarmos quem amamos, e sermos perdoadas por quem nos ama, idem. Acontece que suportar alguém que nos magoa o tempo todo é a maior prova de que nos falta o principal amor entre todos, o que comanda tudo, o que nos guia pra qualquer que for a direção: o amor próprio. E sem ele, eu, sinceramente, não acredito em nenhum outro, se não amamos a nós mesmas, somos incapazes de amar qualquer outra pessoa. E quando nos amamos, não toleramos e não suportamos quem rouba nossa energia, e nossa paz interior. Quando nos amamos, aprendemos a canalizar o nosso amor somente para aquelas pessoas que nos transmitem sentimentos bons, que nos contagiam com suas maneiras leves e alegres de encarar a vida, pessoas que compartilham conosco aqueles momentos em que sentimos que estamos realmente vivas.

MAIS: EU TE AMO MAS SÓ ISSO NÃO BASTA
MAIS: VOCÊ NÃO PRECISA SOFRER DE AMOR

O amor é o que nos faz encarar e superar os momentos ruins da vida. O que nos faz suportar pessoas que nos fazem viver momentos ruins é autodestruição. Que suportemos cada vez menos, pessoas que nos afastem de nós mesmas. E que mantenhamos por perto, cada vez mais, aquelas pessoas que nos mostram o lado bom da vida e que nos lembram do quão maravilhoso é sermos quem somos. Que deixemos para trás, tudo aquilo que faz a nossa vida andar pra trás. Pois, é pra frente que se anda, e pra frente é que devemos sempre ir.  Que tenhamos coragem para abandonar tudo aquilo que a gente “suporta” por medo, comodismo ou covardia. Porque quando a gente se ama, quando a gente ama a vida, a gente entende que “o amor é bom, não quer o mal, não sente inveja ou se envaidece’”.  Portanto, se faz mal, se faz sofrer, se temos que suportar, simplesmente não é amor.

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

@ load more