Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Atenção: este texto contém altas doses de ironia!

“Tenho o corpitcho em forma, conheço a linguagem do corpo, sou sensual, culta, inteligente, elegante e tenho bom humor (ai, cansei de tantas qualidades)… E estarei sem namorado no dia dos namorados.”

A pergunta que não me deixa calar: o que é que você quer exatamente? Satisfação garantida, compromisso sério, diversão sutil ou só uma companhia breve para não ficar sozinha no dia 12 de Junho?

Não prometo ser a solução absoluta para essas questões, mas vou falar de alguns caminhos. Afinal os “carinhas” existem, não estão escondidos dentro de uma caverna e não são invisíveis; eles estão vivinhos, são muito mais previsíveis do que nós mulheres. Ao contrário do que muita gente propaga, também querem namorar, casar e ter filhos e têm uma rotina que os denuncia. Acredite em mim, e vamos lá, porque ainda pode dar tempo. Caso não dê, no final tenho algumas sugestões proveitosas!

“Quero um namorado! Quero um namorado!”, fica assim martelando na sua cabeça?

Calma, porque os rapazes também querem, mais morrem de medo de meninas ansiosas, que grudam e contam a vida inteira no primeiro encontro.

Imagine, para ficar logo íntima, você chega contando que seus óculos maravilhosos são “fake”, que seus cabelos sedosos não são louros de verdade, que sem escova progressiva eles encolhem na chuva, que você teve 35 namorados, ou nunca teve nenhum. Não né? E se falar que tem muita vontade de ter filhos porque já está com 31 anos, é bem capaz de ele ter uma crise de labirintite e desmaiar ou olhar para o celular e dizer que precisa socorrer a tia que está com pressão alta e sair correndo.

Essas coisas a gente só confessa depois de muuuuuita intimidade, apaixonadas e, mesmo assim, uma coisa de cada vez. Então vamos falar dos lugares que você pode chegar serena, despretensiosa, como quem frequentasse ali todos os dias, exemplos:

1. Na fila dos Ônibus/Frescões/Metrô

Você vai encontrar executivos que detestam pegar trânsito, estão com o carro na revisão ou porque gostam de ler o jornal antes de chegar ao trabalho. Vale a pena ir para fila mesmo que você pegue o ônibus ou metrô, só para ir até o centro da cidade e volte no mesmo. Se quiser pode aproveitar e visitar um museu, que também tem gente interessante, ou fazer umas comprinhas para não perder a viagem.

namorado

PARTICIPE: Estamos nos conhecendo.Dou presente de dia dos namorados ou não?
PARTICIPE: Estou apaixonado por uma pessoa dos mesmo sexo que eu, o que devo fazer?

2. Nos teatros/cinemas com peças/filmes para crianças

Se você não tem filhos, peça um sobrinho ou filhinho emprestado a sua melhor amiga; ela vai gostar de ter uma folguinha no sábado. Cuidado! Olhe primeiro se “o moço” tem aliança na mão. Se não tiver, deve ser pai solteiro ou separado. Ah… tática importante: se não rolar nenhuma conversa dentro do teatro, logo na saída compre um sorvete para seu sobrinho e esbarre para cair no sapato do rapaz. Se ele sorrir é porque gostou, se não, só peça desculpas.

3. Nas concessionárias autorizadas para venda de carros

Escolha uma para ir no sábado. Assim de calças jeans, camisa branca de manga arregaçada ou blusinha de alças (conforme a temperatura), sapatilha ou tênis bem casual, óculos escuros e bolsa maravilhosa, como se fosse comprar um carro também. Dica: se ele estiver sozinho grande chance de ser solteiro; se não… Já sabe né?

4. Na ponte aérea Rio-São Paulo

Aí a coisa é séria e mais cara. Vestido tubinho preto ou qualquer outra roupa com cara de quem está viajando a trabalho. Antes de embarcar vá tomar um café. Se ele estiver tomando café e comendo alguma coisa, deve ser solteiro, porque não comeu nada em casa. Se vocês estiverem na fila para pagar, vale a pena demorar para achar o cartão de débito para pagar seu café. Se ele reclamar, é muito chato, se sorrir para você, corresponda e pague logo para sobrar algum tempo antes do embarque. Ah, vá sem relógio para poder perguntar as horas. Leve um jornal, e comece a ler a parte de Economia ou Esportes; é fatal! Sorria, mas não muito, seja simpática, mas não fartamente.

5. Supermercados 24 horas.

Um espetáculo. Tooooodo homem sozinho frequenta e vai às sessões onde tem água, iogurte, bebidas e amendoim. Se vir algum que te interesse, vai lá na sessão comprar iogurte, pare, pegue seu celular, finja que está mandando uma mensagem de áudio e diga: “Não, amiga, obrigada, eu estou exausta, voltei de Paris ontem”.

6. Nas livrarias ou nos cafés das livrarias.

Pegue um livro de arte, Gabriel García Marques ou fotos, Sebastião Salgado, e deixe a capa bem à mostra enquanto toma seu café. Sugiro que não pegue sobre religião, nem política porque ele pode ter convicções diferentes da sua. Se for à livraria no final do dia, peça um carpaccio e uma tacinha de vinho, ou um capuccino com cheese cake. Sorria sozinha sem mostrar os dentes, levante o olhar e volte a ler.

7. Nas Charutarias da moda

Mesmo que você nunca tenha fumado ou conhecido alguma, saiba que os “carinhas”, estão nelas em mutirão: por status, vaidade, estilo, negócios e, em alguns casos, pelo gosto verdadeiro pelos charutos. É um lugar que merece cuidado para frequentar e o ideal é na hora do almoço, porque à noite já virou lugar de “paquera” declarada.

Não vá em bando de mulheres, nem sozinha. Uma ou duas amigas no máximo. Nem muito mais bonitas que você nem muito menos. Dê preferência ao suco, água ou algum drinque leve. Bebida alcoólica e charuto juntos podem ser “over”.

Nada de roupa chamativa, saia curta, decote farto, porque o que vai chamar a atenção para você é estar lá e você saber segurar o charuto como eles e soltar a fumaça sem tragar. Atenção para não ter um acesso de tosse ou crise de asma e botar tudo a perder. Falar ou rir alto? Jamais! Em lugar nenhum. “Menos é sempre mais” – rir e falar baixo dá a impressão de que você está sorrindo simplesmente por ser feliz.

Informação importantíssima: nos próximos dias em shoppings de jeito nenhum, porque se eles estiverem lá, provavelmente estarão comprando presentes para as namoradas. Fuja!!

Agora veja bem…

Essas táticas podem ser úteis, mas se não te inspirarem o suficiente, não derem os resultados esperados, ou você estiver tão escolada que a preguiça não te deixa nem tentar; é bom lembrar que o dia 12 é dia 12, todos os meses, e que inventaram 12 de Junho para comemorar, comprar presentes e deixar algumas pessoas achando que estão fora do contexto no dia 12 especificamente.

Há quem se influencie por esses apelos, mas há também quem tenha a vida tão cheia de outros motivos que esse próximo domingo pode ser um dia para ir a lugares comuns, ler, escrever, sair sem procurar locais onde só tenham casais românticos, para não se vitimizar, porque certamente muitos desses casais que vir na rua gostariam de estar livres como você, para ter um alívio do peso que não conseguem se safar naquele momento, e só estão comemorando por protocolo ou hábito.

Idealizar “o que” e “quem” não temos é uma armadilha cruel que consome tanta energia, que nem deixa sobrando para ver o que está por perto ou dentro da gente.

A ansiedade pode nos fazer reféns e a pressa nos levar à escolhas pouco criteriosas. Sua vida não está em “liquidação”; ela é preciosa, única e só sua. Cuide carinhosamente dela e de todos os dias, quer sejam 12 ou não.

MAIS: SOLTEIRA NO DIA DOS NAMORADOS? NÃO SURTE!
MAIS: NÃO, TIA, EU NÃO TENHO NAMORADO

Brincadeiras sérias ou sugestões divertidas à parte, vá sim a esses lugares todos; pegue o metrô e pare no primeiro lugar que tiver vontade de descer; ao museu porque arte ilumina e revela sensibilidade que pode te inspirar; ao cinema para rir em um filme descompromissado; à São Paulo, para conhecer lugares diferentes e ver a vida cultural, gastronômica e farta que existe por lá; à Pirenópolis (GO), Petrópolis (RJ), Tiradentes (MG); Alto Paraíso (GO), à praça, à praia, ao shopping sim, fazer compras, ou a qualquer lugar perto ou longe; às livrarias para ler e tomar um café saboroso sozinha ou não; à charutaria para ousar uma experiência nova; se tiver filhos faça um piquenique com eles; ou fique em casa para tomar um banho demorado ouvindo “Happy”, depois de fazer aquela máscara refrescante de morango no rosto e comer uma belíssima salada de frutas; vá tomar açaí na esquina ou assistir um jogo de futebol para ver um monte de gente berrando por paixão sem qualquer outra preocupação.

Faça tudo, nenhuma ou qualquer coisa, desde que se comprometa desde agora, a estar nesses lugares para procurar e encontrar você e descobrir que só dá para ser plena se for verdade e gostar da própria companhia. Ela sendo interessante e tendo significado para você, certamente vai chamar pra si muito e tudo que valha a pena!

Feliz dia 12 de todos os meses de sua vida!

Imagem: Pinterest

@ load more