Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Nós, mulheres, já sabemos que ter sucesso no mundo corporativo não é fácil. Além de termos que lidar com problemas relacionados a dinheiro que os homens simplesmente não conhecem e sentirmos medo de pedir um aumento porque somos desvalorizadas no mercado de trabalho, até mesmo na hora de conseguir um emprego somos vistas como objetos.

Um novo estudo, que tem causado revolta na mídia internacional, mostrou que o machismo não tem limites quando se fala em mulheres em busca de emprego. A pesquisa publicada pela Phys.org mostrou que elas foram 19 vezes mais bem-sucedidas em conseguir um trabalho quando estavam usando um tipo de blusa mais reveladora na foto do seu currículo.

Sevag Kertechian, da universidade de Sorbonne, em Paris, na França, foi o responsável pelo estudo. Por três anos, ele observou as ofertas de emprego e colocou duas mulheres para se candidatarem, ambas semelhantes em aparência, competências e experiências profissionais. A única diferença entre elas, no entanto, era a foto no currículo de cada uma: a primeira usava uma blusa mais comportada na imagem, enquanto a segunda vestia um modelo mais decotado.

Momento revolta: mulheres com decotes conseguem mais entrevistas de emprego

As fotos usadas pelas duas candidatas do estudo

Para provar que o estudo seria justo, cada uma das duas mulheres se candidatou a 200 vagas diferentes: 100 com a foto mais conservadora e 100 com a imagem usando um top revelador.

Para as 200 candidaturas feitas com a imagem do top revelador, o resultado foi impressionante: a candidata em questão teve 62 convites para entrevistas a mais do que a outra na área de vendas. Já na área de contabilidade, o número subiu para 68.

“Independentemente do trabalho, seja uma vendedora que lida diariamente com clientes ou uma contadora que vive em um escritório, a candidata com uma blusa reveladora teve mais respostas positivas” disse Kertechian. “Os resultados foram muito chocantes e negativos, mas não necessariamente surpreendentes”.

Momento revolta: mulheres com decotes conseguem mais entrevistas de emprego

Realmente, o resultado é chocante e nem um pouco surpreendente. É uma prova concreta de como as mulheres podem tentar ao máximo melhorar as suas competências profissionais através de cursos e especializações, porém o seu decote ainda terá mais voz ativa em uma entrevista de emprego do que qualquer outra coisa.

É revoltante saber que em pleno 2016 as mulheres ainda são tratadas como objetos e estão constantemente sujeitas a uma cultura que as vê como inferiores. Olhando por esse viés, é importante reconhecer a importância do movimento feminista que visa, justamente, fazer com que homens e mulheres sejam vistos como iguais, independente da forma que o seu corpo tem.

De qualquer maneira, é sempre importante ressaltar que, mesmo sob uma visão tão machista da mulher no mercado de trabalho, a sua capacidade de fazer a diferença existe e tem ganhado cada vez mais destaque. Vale lembrar, por exemplo, que as empreendedoras passaram os homens na criação de empregos e contratações no último ano, uma prova de que elas têm tanta importância no mundo corporativo do que qualquer um.

Imagem: Pexels / Giphy / Phys.org / Pinterest

@ load more