Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Aqui estou eu, uma pessoa que já teve vários problemas com esse tema – vários mesmo, sério! Desde a pré adolescência até meados dos meus 20/21 anos… É não faz muito tempo, certo? Qual era o meu problema? Um belo dia, de tanto ouvir críticas na escola das minhas “colegas”, mais ou menos com uns 9 anos, eu me olhei no espelho e disse pra mim mesma: “ok, eu sou feia, não há nada a ser feito sobre isso”.

Eu estava errada. Não que eu seja uma Jennifer Aniston ou que os caras me achem linda – aliás, sou solteira e não tenho mil caras pedindo pra sair comigo -, não é nada disso. Parece bobagem, mas é verdade esse negocio de que beleza é algo relativo. E não é só isso: se eu pudesse, diria para todas as meninas e mulheres no mundo inteiro pra elas nunca se acharem feias, porque é isso que joga a sua confiança lá no chão, que faz você se tornar insegura, retraída, introvertida e, talvez, tudo isso pode resultar em problemas  psicológicos bem graves.

Demorei muitos anos pra perceber que aquela foi a atitude mais errada da minha vida, que aquilo não me ajudou a lidar com o que as pessoas falavam de mim da melhor forma, que aquilo fez com que eu me tornasse o que elas falavam. Sabe como eu percebi isso? Quando eu me desafiei! O primeiro passo foi pensar: “ok, vou passar 1 ano usando maquiagem com frequência” porque eu não gostava de usar, achava que ficava ainda mais feia, uma feia em cores, como eu costumava dizer ao e olhar no espelho, rsrs.

Na metade deste ano, as coisas mudaram. Me acostumei e aprendi a me maquiar melhor, as coisas foram melhorando, fui encontrando quem eu era de verdade, e sabe o que mais ? Ser bonita não é questão de aparência. Lógico que é legal se cuidar (vou explicar isso já, já), mas, primeiramente, beleza é saber quem você é e o que você quer pra si mesma, porque isso gera confiança e, como diz um amigo, mulheres confiantes e alegres ficam mais bonitas.

Mas, ok, eu disse que se cuidar é importante, certo? Não quer dizer que eu concordo com a ditadura da beleza, ser magra, ter peitão ou ter bundão ou não ter, sei lá qual é a moda de hoje em dia no segmento. Eu quero dizer se cuidar não para se ajustar aos padrões ou porque alguém diz que você deveria, mas sim porque você acha que deveria, porque é isso que você quer pra si mesma. Você está de dieta? Ótimo se for realmente pra se sentir melhor, pra ser mais saudável, porque você quer, não para conquistar homens, chamar a atenção, se encaixar nos padrões ou se parecer com as amigas.

bonita

Eu mudo um pouco a cada dia, me cuido um pouco mais a cada dia, compro um batom novo, uma roupa nova, um salto alto porque essa sou eu e agora eu sei quem eu sou, não faço nada porque alguém me disse que eu ficaria melhor assim ou assado, de cabelo liso ou cacheado – aliás, estou em transição, tirando a química, e meu cabelo está horrível, rsrs. Já me falaram pra fazer a droga da progressiva logo pra ficar bonita e eu simplesmente disse que não quero.

Terei meus cachos e, independentemente disso, continuo passando batom vermelho, mesmo com o cabelo não estando nem de longe em seu melhor momento. Continuo sendo decidida quanto ao que eu quero. Quando perguntam o motivo de tantas mudanças, eu digo que é por mim mesma, porque sempre temos muito a melhorar, mas isso não me faz menos feliz, nem me faz feia, porque finalmente eu sei quem eu sou e o que eu quero.

Imagem: Pinterest

 

@ load more