Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

A parte boa de crescer é que a gente vai aprendendo a valorizar o que realmente importa, e descartar o que não. A gente não liga tanto para a opinião dos outros e vê que a vida é muito curta para não rebolar o bumbum ao som de um funk na festinha do fim de semana porque fulano pode achar feio.  A gente se importa mais com a nossa paz do que com o que os outros falam ou pensam, aprende que o que mais importa é a nossa felicidade e que ela não precisa ser mostrada e sim vivida.

Entendemos que quem nos faz mal é o coitado e a vítima da história e que temos que ter piedade dessas pessoas ao invés de raiva ou qualquer sentimento ruim (leia mais aqui). Aprendemos a não nos afetar tanto com as mancadas que as pessoas dão, afinal, esse é um defeito delas, não nosso. Vemos que o universo é justo e que não há nada de errado em ser bonzinho e se preocupar demais com as pessoas, enquanto a maioria é egocêntrica e só pensa em si, entendemos que algumas pessoas não são tão evoluídas assim e apenas aceitamos isso.

A gente encara as fases ruins da vida com mais otimismo e vê nelas uma oportunidade para crescer e aprender. Percebe que nasceu e morrerá sozinho, então passa a depender e esperar menos das pessoas. Começa a enxergar malícia nos outros e se dá conta de que as pessoas mentem, logo vê também que nem sempre o jardim do vizinho é mais verde que o seu. Você passa a dar menos importância para a aparência física das pessoas e para status, e passa a apreciar boas companhias e pessoas de bom coração (leia mais aqui). Percebe que uma mesa rodeada de bebidas baratas e amigos que fazem piadas idiotas de tudo, pode ser muito mais divertido do que uma noite de ostentação numa balada onde as suas vestimentas são analisadas na entrada para ver se você está no padrão exigido.

Você entende que quando se tem amor próprio, o amor dos outros é apenas um complemento e não uma necessidade e aprende, finalmente, a não perder tempo de vida sofrendo por alguém com quem você se envolveu sentimentalmente, consegue simplesmente deixar o universo se encarregar disso e segue a sua vida. Você, então, sabe que não precisa da aprovação de ninguém, que você pode ser o que quiser ser, que a sua autonomia e liberdade valem muito mais do que um esforço cansativo, senão inalcançável, de se tornar o que querem que você seja.

Você reflete muito mais, sobre tudo, percebe que está crescendo e que isso não é tão ruim assim. Começa a selecionar mais as pessoas que te rodeiam e se surpreende com a capacidade que você adquiriu de eliminar pessoas negativas da sua vida. Não sente mais a necessidade de impressionar ninguém e quer do seu lado apenas quem quer estar, quem não quiser, que se retire da sua vida, pois você não faz mais questão de ninguém que não faz questão de você. Por fim, você entende que é a unica pessoa que pode curar as suas dores, que é a única pessoa que pode realizar os teus sonhos, então você vai atrás dos seus objetivos e acredita neles, mesmo que mais ninguém acredite, porque agora você sabe que é a única pessoa que precisa acreditar.

 

@ load more