Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

A gente tem uma mania estranha de procurar pela felicidade, como se fosse uma caça ao tesouro.

Procuramos em lugares físicos, em pessoas, em situações que nos são favoráveis, em status e bens materiais. Nós vivemos a vida lutando pela tão sonhada felicidade, em uma corrida às cegas. Não sabemos bem onde vai dar, mas temos em mente que realizações profissionais geram felicidade. Ter um relacionamento, gera felicidade. Comprar um carro novo, trás felicidade. Nos sacrificar emocionalmente para entrarmos em um padrão de beleza imposto socialmente, com certeza nos fará feliz. Subir de cargo em um emprego mesmo ele sendo absolutamente frustrante, trás felicidade. Só que no momento em que vamos alcançando essas pequenas “metas” e a felicidade não chega, ou pelo menos não fica por muito tempo, o sentimento é um só: frustração.

É meio louco quando a gente percebe que felicidade nada tem haver com aquilo que nos mostram a maioria das propagandas, dos filmes e em parte dos perfis do Instagram. Na realidade, é essencial que nós façamos essa desconstrução do real sentindo por trás da felicidade. Às vezes por anos das nossas vidas, compramos uma falsa visão do que é ser feliz, sempre olhando para o que nos falta e para o que na nossa opinião, ainda pode melhorar. Nos venderam uma falsa ideia do que é a felicidade, de pontos que precisaríamos alcançar para aí sim, sermos de fato felizes.

Idealizamos muito e talvez esse seja o grande problema.

Nós nos frustramos porque esperamos que a felicidade chegue até nós através das nossas realizações externas, só esquecemos de um ponto importante: a felicidade não está fora. Estávamos procurando o tempo todo no lugar errado. Não sei ao certo em que momento começamos a associar felicidade com conquistas externas e materiais, mas a verdade é que ser feliz depende única e exclusivamente de nós mesmo.

Ser feliz é quase um ato de rebeldia, é ser agradecido por tudo que acontece. Tudo que deu certo e tudo que aparentemente deu errado. A felicidade não vai contra as adversidades, pelo contrário. Felicidade é ser feliz apesar delas, porque a vida perfeita não existe para ninguém. Em algum momento todos nós vamos nos deparar com momentos difíceis, com nossas sombras e é a partir daí que entraremos em contato com a nossa luz.

Ser feliz é uma escolha diária e não podemos transportar essa responsabilidade para mais ninguém, sejam elas pessoas ou coisas. Felicidade é trabalho, é conquista íntima. Então entre você e eu, e a tão sonhada felicidade só pode ter um empecilho: nós mesmos.

Que possamos escolher sempre a gratidão como companhia, porque nem sempre as coisas vão sair como queremos. Nem sempre as pessoas vão nos tratar como gostaríamos. A vida não é previsível, não tem como traçar um plano em linha reta e acreditar que o caminho será seguido sem nenhuma alteração. A vida é uma inconstância. E cá pra nós, que graça teria se pudéssemos controlar tudo que nos acontece? Então agradeça, faça o seu melhor – para você e pro seu próximo – e deixe que o fluxo da vida se encarrega do resto.

O hábito de agradecer nos torna agentes transformadores de nossas realidades, a escolha é nossa em encararmos o que nos acontece com uma atitude positiva ou não. Nem sempre vai ser fácil, algumas vezes não vamos conseguir. Mas se nos esforçarmos cada vez mais a sermos positivos, a acolhermos nossos erros e defeitos com amor a vida acaba ficando mais fácil. Tá tudo bem se você não conseguir o emprego que queria. Não tem problema mudar de ideia sobre as coisas. Você não precisa se sacrificar para atingir um padrão. Quando mudamos nosso foco e internalizamos e aceitamos a nossa responsabilidade em NOS fazermos felizes a vida flui de uma forma diferente. Mais leve. E nada como leveza em tempos difíceis, não é mesmo?! Não coloque algo tão precioso como a sua felicidade na mão de mais ninguém, que não seja nas suas.

E assim, quando alguém te disser que te fará feliz… Você pode afirmar com toda certeza, que já vem feliz de casa.

Imagem: Unsplash

@ load more