Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Quantas vezes ouvi por aí o discurso da beleza do amor próprio. E, não me entenda mal, amar-se é realmente de uma beleza maravilhosa. Mas, nunca pensei ser tão difícil doar este sentimento tão bonito a mim mesma. Sempre fui muito boa em doar sentimentos. Sempre fui muito boa em cuidar de outros, sempre fui muito ágil em perdoar erros de outras pessoas. Mas, os meus sempre me pareceram mais pesados, mais irreparáveis e vergonhosos do que de qualquer outro.

Todos as pessoas que dizem se amar tanto, soam como se este amor fosse o de mais fácil nascimento. Por ver tanto naturalidade dessas pessoas, mais uma vez me senti como um erro, um peso. Mas, ei, se você é como eu, aprendi que tudo bem regredir. Se culpar por um retrocesso só nos paralisa e nos assombra. Só faz que a gente pare de tentar. Então, se isso te ajudar, gostaria de contar como tem sido pra mim, a difícil caminhada do amor próprio.

As imperfeições continuam aí

Sabe todas aquelas imperfeições, estéticas ou não que nos assombram sempre que elas percorrem nosso caminho. O amor próprio não vai funcionar como um passe de mágica e fazê-las desaparecerem. Elas continuarão aí. E, ainda haverão dias em que essas parecerão grandes demais. Mas, entenda que amar a si mesma não significa se sentir perfeita. Significa pensar que suas imperfeições te fazem humana e que cada uma delas, são maravilhosas por isso.

Mas, você não vai achar tudo tão maravilhoso todos os dias. Haverão dias que serão tão difíceis quanto antes. Mas, o que muda é se esse sentimento ruim que você tem em relação a cada um destes “defeitos” (como a gente comumente os chama), vai impedir que você faça o que fazer, fale com quem deseja ou se vista como se sinta confortável. Contudo, as “pessoas perfeitas” continuarão no Instagram e muitas vezes, continuarão passando mensagens a você de que você ainda está longe da perfeição. Mas, ei, ninguém está te dizendo que você é perfeita, mas sim que você é incrível sendo imperfeita desse jeito.

Se conhecer é difícil pra caramba!

Não estou negando que se auto conhecer seja de extrema importância. Não há nada mais útil do que se conhecer profundamente, porque só assim, você consegue escolher quais são os hábitos e sentimentos que gostaria de abandonar. Mas, se não te contaram, gostaria de te alertar: se conhecer é muito difícil! E não digo só pelo processo em si que vai te fazer sair da sua zona de conforto muitas e muitas vezes. Mas, te digo porque você vai conhecer coisas incríveis sobre você, mas também vai conhecer coisas que não são nada legais. E, muitas vezes essas coisas são muito mais difíceis de mudar do que você imagina.

Ai dentro tem sentimentos incríveis, mas também pode ter raiva, ansiedade, inveja, egoísmo, preconceito, carência (e até muita carência) e tudo isso com proporções e consequências que você nem esperava. Podem ter traumas, de eventos, pessoas e até alguns construídos e alimentados por você mesma. E ao descobrir tudo isso, as consequências parecem ser ainda mais palpáveis. Então, ei, se eu pudesse te aconselhar de alguma forma diria: sei que está difícil, mas não desiste não! As coisas ruins estão ai, mas as boas também. Com maturidade, apoio e amor (por você mesma) é possível balancear as coisas. Só não desiste, não vai ser fácil, mas as coisas mais gratificantes da vida não costumam ser.

Só você pode decidir o que é bom pra você e o que você quer…

No meio dessa caminhada difícil, muita gente vai ter um milhão de teorias sobre o que você deve fazer. Não me leve a mal, muitas dessas pessoas estarão bem intencionadas. Contudo, muitas boas intenções carregam sentimentos não tão bons assim. Então pra se amar de verdade é preciso saber o que te faz bem e quais são os seus desejos. Além de saber é preciso respeitar seus gostos, mesmo que eles parecem muito peculiares a todo mundo.

Só você pode realmente defender seus interesses de maneira autêntica. Então, ei, seja firme com o que é melhor pra você. Não aceite menos por conveniência. Não abandone suas opiniões pra não gerar conflito. Não misture seu espaço com o espaço do outro. Esteja sempre em contato om você mesma e tenha certeza daquilo que vem de você e aquilo que vem de qualquer outra pessoa. Aceite o que é preciso ser aceito e descarte tudo aquilo que rouba a paz de escolher seu próprio caminho.

Amar-se é lutar diariamente

Por mais que o amor seja um sentimento lindo, você precisa saber que pra se amar hoje em dia, você vai precisar lutar diariamente. A luta vai ser contra você e contra o mundo, contra todos que roubam sua paz. E, vai ser normal se sentir cansada vez ou outra. Mas, não desiste. Lute contra todos aqueles que insistem em não te respeitar ou em te tratar como um objeto. Lute contra suas próprias ações e crenças limitantes que te impedem de correr atrás dos seus desejos e sonhos. Lute contra sua auto imagem distorcida no espelho. Lute contra suas ansiedades. Mas, lute também contra as expectativas de outra pessoa que você insiste em atender. Lute, descanse e lute de novo.

Descanse em você, na certeza de que você sim, sempre estará presente. Descanse em uma boa música, no seu esporte favorito, no passeio na praia, na balada com os amigos. Descanse cantando no chuveiro, correndo na rua ou dançando sozinha em casa. Mas, lute, sempre! Essa luta é só sua e quem vence, vai ser também você. E no fim, ame-se!

Imagem: Unsplash

 

@ load more