Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

É fato de que está havendo uma mudança brusca nas relações humanas – seja pelo Tinder, enquanto fator de conquista, seja pelo Instagram enquanto instrumento de exibição e status quo, seja pelo Facebook, já em extinção, como busca por amigos de épocas distantes. Com o mundo digital, até as amizades entre homens e mulheres ficaram a mercê de possíveis ‘’esqueminhas’’. Há, inclusive, quem duvide que exista amizade entre ambos sem envolver sexo.

Mas, na verdade, o que está em questão é amizade na qual envolve o sexo, beijo ou qualquer contato mais íntimo do que o comum, por isso se tem a noção de que é colorida, talvez por misturar a cor de uma amizade com a de uma relação sexual, um sentimento ou afeto. Tem muita mulher bem resolvida nesse sentido, agora os homens muitas vezes não compreendem o que foi estabelecido no contrato da amizade:

Afinal, só pegar ou se apegar?

Claro que não dá para evitar o sentimento, mas dá para se conhecer a ponto de prever certas situações, como, por exemplo, se envolver numa amizade colorida já sabendo que está passando por uma carência ou está momentaneamente com o coração fragilizado, vulnerável a qualquer carícia, beijo ou transa. Isso, sim, pode borrar toda uma amizade em vez de fortalecê-la.

Falando nisso, a amizade colorida é uma prática bem comum nos Estados Unidos. No ano de 2013, a professora Heidi Reeder – associada ao Departamento de Comunicação da Boise State University – realizou uma pesquisa com algumas perguntas, de modo que tal matéria fora reeditada e atualizada, em 2018, pela revista Superinteressante, constatando que dentre 300 homens e mulheres, 20% já fez sexo com o amigo, enquanto que 76% relatou que a amizade se fortaleceu após o primeiro contato sexual.

Amizade colorida é um relacionamento aberto

O que, notoriamente, faz com que as mulheres se frustrem com os homens é a quebra de contrato, sinalizando uma possível imaturidade do cara. É aquele lance: ‘’se não sabe brincar, então não desce para o play’’. Vale ressaltar que amizade colorida é um relacionamento aberto e, como tal, necessita de um mínimo entendimento de como ambos se envolverão a partir daquele momento.

É aquele amigo que de ser tão próximo, obter a confiança, ter a cumplicidade assegurada, usufruir de um bom ombro-amigo, adquirir o companheirismo, depois de um beijo ou transa, apaixona-se e acaba se entregando não só de corpo no tocante ao sexo, mas também de alma quanto ao apego sentimental.

Por esta razão, é interessante que, antes mesmo de embarcar numa amizade colorida, hajam algumas diretrizes no contrato dessa amizade. O termo ‘’contrato’’ pode parecer meio que uma troca de favores, porém, não é bem assim, a questão é mais ampla do que imaginamos. Afinal, ele pode indicar também a ideia de acordo, em que duas pessoas assumem certos compromissos ou asseguram entre si algum direito, e isso precisa haver dentro de uma amizade.

O que perceber neste tipo de amizade?

1. AUTOCONHECIMENTO

Não é todo homem que se conhece. Aliás, contam-se nos dedos aqueles que compreendem do que gostam, do que pensam, do que fazem, do que planejam. Inúmeros homens se jogam numa relação sem medir as consequências, somente pelo aspecto carnaval e egocêntrico de satisfazer-se ou usar a parceira enquanto subterfúgio. Nada melhor do que um diálogo esclarecedor, a fim de medir o conhecimento que esse cara, que já é seu amigo, tem de si mesmo. Pode apostar, isso vai te polpar de muitas decepções, bem como saber se dá para colorir ou não esta amizade. As vezes, é melhor deixar como está e manter o lado fraternal da coisa, sem ”segundas intenções”.

2. MATURIDADE

Provavelmente quem tem um bom autoconhecimento é maduro, mas não necessariamente. A maturidade não está ligada só ao crescimento pessoal, e sim também às questões afetivas. Em algumas ocasiões, o cara tem um bom papo, sabe bem do que quer, até tem uma cabeça aberta, entretanto, quando se coloca na mesa as peças do sentimento, o que se ver é um quebra-cabeça em formato de coração completamente desconfigurado. Sim, um homem super fragilizado, incapaz de discernir a paixão da amizade, apego de desapego. A maturidade, aqui, tem haver com a esfera psicológica, se de fato você está preparado ou tem condições de embarcar numa relação assim. Avaliar isso no homem faz toda a diferença e evita você despertar um sentimento no qual não vai querer alimentá-lo.

3. TRANSPARÊNCIA

Além disso, deve-se haver a transparência e sinceridade na amizade, coisas que as vezes são tratadas como irrelevantes pelo homem. Só que depois estamos nós, lá, iludidos, achando que era uma coisa que nunca foi. Às vezes, a mulher só está afim de gozar; ou, só de um beijo para remeter boas lembranças; ou, só de algumas carícias, a fim de sentir-se confortável; e pronto, nada sério. Apenas amizade! É difícil para o homem entender isso devido a mentalidade machista, por isso faz tão necessário ser transparente.

E perceber se ele estará sendo com você também, tendo em vista o seu autoconhecimento e a sua maturidade. Logo com ele, que costuma se conflitar entre razão e emoção. Fato é, que, na maioria dos términos, quem sempre quer voltar atrás é o cara. Quando me refiro ao fato de você ser transparente é se perguntar, por exemplo, o que é cabível para você dentro desta amizade. Há espaço para um beijo? Ou vários? Para uma transa? Ou várias? Somente carícias? Apego? Ou algo sério? Ou nada?

Vocês é quem decidem se vale a pena colorir a amizade. Essa decisão sempre vai ser da mulher, porque quando o quesito é só pegar ou se apegar o homem tende a confundir alhos com bugalhos. E vocês não.

Imagem: Unsplash

@ load more