Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Só se fala em uma coisa nesta segunda-feira, dia 18: a bunda com celulite de Anitta. O clipe de Vai Malandra foi liberado ainda de manhã e praticamente quebrou a internet. Só se fala sobre isso nas redes sociais e a música já se firmou como um hit do verão. Se você ainda não assistiu, vale a pena tirar alguns minutinhos para ver o clipe abaixo:

Não vamos falar, especificamente, sobre como esse clipe é um tapa na cara da sociedade e mostra a realidade da periferia carioca – com os seus biquínis de fita isolante, as sarradas, o bronzeado de laje e tudo o que essa cultura envolve. Vamos falar, especificamente, sobre a bunda com celulite da cantora, e como isso é um ato de liberdade feminina.

O que significa uma bunda com celulite em um clipe musical?

É assim: abrir um clipe com uma bunda com celulite é um verdadeiro ativismo em prol do corpo feminino real. Se você não sabe, assim como campanhas de lingerie ou publicidades dos mais diversos tipos, existe uma parte da edição chamada finalização: é quando as cores ganham um toque extra, as imagens ficam mais nítidas e, claro, todos os defeitos são apagados. Ou seja, rugas, celulites e estrias praticamente desaparecem com esse processo.

Porém, o clipe pulou essa parte, e ele começa com Anitta andando e mostrando as suas marquinhas para todo mundo ver. E isso é incrível porque é real.

A gente sabe o quanto as mulheres sofrem para se encaixarem em um padrão de beleza que não faz bem a ninguém. Ele limita, exclui e violenta pessoas que não fazem parte desse mesmo padrão. A celulite, que é comum em mais de 90% as mulheres DO MUNDO ainda é vista como um defeito, como algo ‘feio’ e ‘errado’, mas não é bem assim.

A verdade é que mesmo as mulheres nas capas de revistas e nas publicidades, que parecem ter corpos sem nenhum defeito, também têm alguma marquinha na pele. Isso porque essa é uma condição muito comum, que afeta principalmente as mulheres, e é causada por muitos fatores: de alimentação à peso, passando por nível de hidratação do corpo e pré-disposição genética.

Ou seja, é ingenuidade acreditar que o ideal da mulher é uma pele 100% lisa, sendo que na realidade essas marquinhas são normais e fazem parte da vida da maioria das mulheres no mundo inteiro. Nos baseamos em cima de uma minoria – e, pior ainda, em uma minoria que passou por retoques – para dizer o que é bonito.

Anitta, claro, vai receber inúmeras críticas por mostrar a bunda com celulite em um clipe de música. Porém, nós decidimos celebrar essas imagens. É libertador ver uma representação real em um veículo de alcance tão grande. A cantora tem se firmado como uma das mais populares do Brasil – e tem mostrado o seu poder no cenário internacional também, não há como negar – e é importante que ela tenha levantado essa bandeira.

Essa decisão, inclusive, é mais um passo na evolução de Anitta. No último ano, a vimos mudar de discurso, passar a entender melhor e defender o feminismo, levantar a bandeira da aceitação do próprio corpo – e mostrar a bunda com celulite no seu próprio clipe, e impedir que elas sejam ‘apagadas’ das imagens, é uma forma de tornar esse discurso prático e palpável.

Com isso, ela se relaciona com milhares de mulheres que não se acham bonitas ou sexy o suficiente porque têm celulites no corpo. E, vamos combinar, Anitta sabe muito bem como ser sexy, não é mesmo? Com ou sem marquinhas na perna, ela segue sendo incrível e uma se torna uma inspiração ainda maior para todas nós.

Foto de capa: Reprodução / Vai Malandra

@ load more