Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Escolher um bom livro biográfico com certeza não é tarefa fácil. Se você está buscando por biografias com histórias de vida femininas, pode ser ainda mais difícil.

Frequentemente vemos recomendações de livros escritos por homens ou sobre homens, mas nunca a respeito de mulheres, o que contribui para o apagamento feminino na sociedade. Tendo isso em mente, decidimos elaborar uma lista com as 7 melhores biografias de grandes mulheres que todo mundo deveria ler.

Que tal aventurar-se na vida de sete grandes nomes femininos, que marcaram pessoas no mundo todo e conhecer um pouco mais sobre essas mulheres? Vem com a gente e confira nossa seleção!

Biografias de grandes mulheres:

1. Clarice, por Benjamin Moser

Biografias - Clarice

Lançado no ano de 2009, a obra de Moser sobre Lispector foi responsável por consagrar o trabalho da autora no exterior. A história de vida de Clarice contribui com a complexidade de sua obra. A obra de Moser, por outro lado, com suas 576 páginas, é de extrema importância para a cultura brasileira.

2. Virginia Woolf, por Alexandra Lemasson

Biografias - Virginia

Considerada uma das maiores romancistas de seu tempo, a autora esteve envolvida com inúmeros intelectuais, tendo fundado uma das mais influentes editoras britânicas do século XX. Lemasson, jornalista e atriz, não poderia ter feito um melhor trabalho em sua biografia, mencionando tanto os feitos de Woolf quanto seus tormentos, que a levaram à morte.

3. Agatha Christie, por Janet Morgan

biografias - Agatha

Uma das autoras mais famosas do mundo, conhecida internacionalmente por seus romances policiais, Agatha Christie não poderia estar de fora da lista. Publicada no ano de 1984, a biografia escrita por Morgan é a única publicação autorizada pela escritora. E não é por menos: o legado da famosa Dama do Crime pode ser notado em cada frase da autora.

4. Joana d’Arc, por Colette Beaune

biografias - Joana D'arc

Quem foi Joana d’Arc? Para muitos, a questão ainda é um mistério. Em 16 capítulos, Colette Beaune não apenas narra a vida da jovem heroína francesa, hoje uma famosa figura histórica, como introduz questões e indagações acerca do estilo de vida da época.

5. Frida, por Hayden Herrera

biografias - frida kahlo

Uma das artistas latino-americanas mais facilmente reconhecidas pelo mundo, Frida Kahlo teve uma vida extremamente difícil. A dificuldade, entretanto, não a afastou da arte e, muito menos, da política. Em sua biografia, Herrera, historiadora da arte, une a história e a arte da artista em uma única obra: Frida.

6. Quando Marina Abramovic Morrer, por Westcott James

biografias - Marina

Marina Abramovic ainda não morreu, mas a história de sua vida é digna de uma biografia. Aos 72 anos, a artista considera-se a avó da arte e da performance. Westcott apresenta sua história mas, mais do que isso, nos mostra como arte, político e erotismo sempre andaram lado a lado em seus trabalhos.

7. Anita Malfatti, por Marta Rossetti Batista

biografias - Anita Malfati

Um dos nomes mais famosos do modernismo brasileiro, Malfatti não poderia ter sido melhor representada em sua biografia: Marta Rossetti descreve a trajetória da artista como um dos fatos mais intrigantes da arte brasileira do século XX. Mais do que uma biografia e bibliografia completa da obra de Anita Malfatti, é um retrato da arte brasileira no período.

E aí, já leu alguma dessas biografias? Conta pra gente qual a sua preferida!

Imagem: Reprodução / Wikipedia

@ load more