Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Tá chegando a melhor época do ano: CARAVAL! Êêêê! Ôôôô! Ahhhhhh… Muito calor, pouca roupa, muito álcool e a pegação rola solta. Ficamos quase uma semana naquele ritmo de acordar bebendo e dormir bebendo, dançar, pular e conhecer gente de todo canto de lugar.

Você está no bloco, em Ouro Preto. Tudo lindo, seus amigos todos juntos, muita diversão, até que chega um boy muuuuuito gato. Você já bebeu alguma coisas e sua alegria é contagiante. Sorri. Só ri. Ele pergunta seu nome, sua idade e onde você mora. Antes de você responder a última pergunta, ele te beija, aquele beijo cheio de pegada. Ele parece um polvo, cheio de mãos. Você, fica molinha… que sensação gostosa aquele homem está causando no seu corpo!
– Vamos sair daqui? Tem muita gente… Quero ficar só com você!
– Vamos lá pro hotel? Divido o quarto com a Ana, mas ela só volta a noite.
– Melhor ainda!
Do bloco, vão pro hotel, pra cama, pro sexo. O preservativo tava ali, Maria usou. Ela mesma anda com sua camisinha na carteira, um super exemplo! Porém, no meio dessa pequena história cotidiana de carnaval, esquecemos de nossa saúde bucal. Muita gente esquece que o beijo na boca também pode nos trazer doenças e infecções.
Conversando com duas dentistas da Clínica Espaço do Dente, Dra Mariana Aucar e Dra Nayana Dantas, conseguimos entender melhor quais são essas doenças, como evitá-las e tratá-las. Assim, poderemos responder com mais propriedade a usuária do Clube Superela, Cíntia Orlando. Que fez a seguinte pergunta:
Isadora – Superela: Dra Mariana e Dra Nayana, quais são as doenças que podemos contrair durante o carnaval?
Durante o Carnaval, o beijo na boca acaba sendo um hábito frequente entre os foliões, por isso mesmo que é necessário muito cuidado e atenção para não contrair doenças bucais. Apesar de o vírus da Herpes ser o mais citado, existem outros não tão comentados. A mononucleose, mais famosa como “doença do Beijo”, também é bem comum de contrair durante a folia. Ela é causada pelo vírus Epstein – Barr (EBV) e tem como sintomas: febre, dor no corpo e na garganta, entre outros. Diferente do que muitos pensam, a Cárie e a Gengivite (inflamação e infecção dos tecidos que sustentam os dentes) também podem ser transmitidas pelo beijo durante a troca de saliva.
Isadora – Superela: Como podemos nos proteger dessas doenças?
É importante saber que o primeiro contato com o vírus da Herpes acontece geralmente na infância, porém, muitas vezes, não se manifesta nessa época, mas ele se instala no organismo até que seja reativado. Existem algumas fases de infecção desse vírus, mas a fase da ferida é o maior período de transmissão da doença. Durante o Carnaval, o sol também está bombando, então também é importantíssimo usar protetor solar de lábios para evitar as queimaduras (queilite solar) e se hidratar bastante, já que é comum a ingestão de álcool e o mesmo desidrata a mucosa da boca.
Isadora – Superela: Depois do carnaval, o que devemos fazer para termos certeza de que estamos saudáveis?
Procure um dentista para fazer uma revisão na sua saúde bucal e caso note qualquer alteração na sua boca, corra já para uma clínica e comece o tratamento.
————-
Depois de ficar por dentro dessas dicas, vale lembrar que é super importante o cuidado antes e depois do carnaval! Vá ao dentista regularmente, inclusive nessa época. Faça uma revisão antes e depois para ter certeza de que sua saúde bucal está em dia. Assim você poderá curtir seu carnaval com menos preocupação. Não deixe sua responsabilidade em casa, leve-a junto com você nesse carnaval e aproveite muuuuuuuuuuito!

Depois de ler este texto, que tal ajudar a Cíntia respondendo sua pergunta no Clube?
@ load more