Quem somos Termos / Política de Privacidade Contato
< Superela.com
Você está em:
Clube Superela
+18
home recentes populares temas relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento perguntar

Quero pedir demissão, mas não posso

Eu sempre fui uma menina muito esforçada. Comecei a trabalhar no ensino médio e nunca mais parei. Me formei em direito e já trabalhei em muitos escritórios grandes! Com a pandemia, perdi o emprego e só consegui bicos como advogada. Nada de carteira assinada ou estabilidade, vivendo de bico em bico. Essa situação começou a me irritar e resolvi caçar um emprego em qualquer lugar, que fosse CLT, mesmo que não fosse na minha área. Pois bem, fui contratada por uma loja de sapatos tem 2 semanas e eu não aguento mais. Não aguento mais ter que ser simpática, sorrir pras pessoas, passar mais de 10 horas em pé, correndo pra lá e pra cá com caixas e sapatos. Me sinto tão humilhada porque me formei pra outra profissão. Sei que todo trabalho é digno e tem seu valor, mas eu sou advogada, não vendedora. Trabalho todos os dias, de 10h às 20h, com 1 folga no mês. Não tenho mais tempo pra academia e nem pra estudar. Tenho medo de nunca mais conseguir arranjar um emprego na minha área e passar o resto da vida nessa loja. De verdade, penso em pedir demissão todos os dias... me sinto ingrata pq pelo menos consegui um emprego... Mas eu não tenho vida... pq me doar tanto por um emprego que nem é na minha área?
lolipop3000 . 1 sem

3 Respostas

Jane Blue . 1 sem
Nossa, eu entendo totalmente a sua situação. Ainda não passo por isso, mas tenho receio de passar depois que me formar, porque infelizmente é essa a situação do país mesmo.
Eu acho que o jeito, por mais chato que pareça dizer isso, é tentar ser grata por ter esse emprego, por ter seu salário e poder se sustentar. Só isso já é uma grande vitória e é mil vezes melhor do que passar necessidade e depender dos outros. Mas você não deve abandonar sua meta de trabalhar na sua área. Sei que é cansativo, mas tem que tentar continuar estudando como der, tentar contatos com antigos colegas e professores, buscar se especializar, continuar se candidatando às vagas que surgirem... Enfim, provavelmente não ajudei e fui muito clichê, mas fazer o quê? A vida real não é como a gente sonhava, né?! Boa sorte!
+1 arrasou
Bianca6417 . 1 sem
Se está insatisfeita peça demissão! Foi isso que eu fiz há 1 semana. Se fosse tão competente e esforçada como diz, teria sido efetiva nas oportunidades free-lancer.
0 arrasou
dedeco . 1 sem
Sei como anda dificil a vida de todo mundo, principalmente te em inícios de carreira.
Minha opinião é que primeiramente você vai ter que fazer uma escolha, para não ficar na mesmice:
-vou querer continuar a carreira:
Sim: veja todos os pontos se é melhor advogar, concursos públicos ou consultoria, esse ramo tem várias saídas, porém todas você o ter que estudar muito.
Não: Já comece procurando áreas que a maioria tem pelo menos uma boa qualidade de vida, representação comercial, estética e salões, costura, promotora etc. procure uma área que mesmo sem muita formação costuma ter retornos até que bons
Não tem fórmula mágica, só não aceite ficar nessa vida, porque se você for esforçada e trabalhadora com diz ser, um dia a estabilidade chega.
Quem procura sempre acha!!!
0 arrasou

Sua resposta AQUI

Que bom que vai responder!! Só lembrando que estamos aqui para realmente AJUDAR outras pessoas, então pense nisso! Obrigada! :)
relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento
🙋 Editar resposta 🙅 Excluir resposta 👀 Ocultar resposta 👀 Republicar resposta 😠 Denunciar resposta 😠 Remover denúncia
...