Quem somos Termos / Política de Privacidade Contato
< Superela.com
Você está em:
Clube Superela
+18
home recentes populares temas relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento perguntar

Como superar traumas de relacionamentos da infância

Olá eu tenho 21 anos e desde sempre tenho problemas com os homens, que de uns empos para cá venho notado que isto se deve a um mal relacionamento com meu pai e padrasto. Ou seja, até a um ano a trás minha vida era bem parada, quase não ficava com ninguém, até que fiz terapia e melhorou, pois cheguei quase a arrumar um namorado....não deu certo e as vezes ainda penso nele. Até que caiu minha ficha que me apaixono mais por homens que não me correspondem, pois não tive o amor do principal homem da vida de uma mulher - o pai. Assim estou agora aqui pensando como farei para superar o trauma que tenho da infância e as lembraças dos maus casamentos que minha mãe viveu. Pois quero um namorado, não que eu não me sinta bem solteira :)

Jess13 . 4 anos

4 Respostas

Ana Cecília . 4 anos
Jess13, eu também não tenho pai. É uma dor enorme em saber que um referencial nosso não existe e influi de forma direta ou indireta nos nossos relacionamentos.
Mas penso que a gente deve saber o que quer, sabe. Eu talvez por conta disso seja bem exigente, gosto de homens que demonstrem sensibilidade e, há 3 meses, perdi a chance com um cara super bacana por conta da minha insegurança.
Infelizmente não há uma fórmula mágica para isso. Oq tento é lidar da melhor forma possível com toda essa situação, e peço que vc tente extrair isso tb, tipo os tipos de caras que vc não quer de jeito nenhum na sua vida. E vamos ser positivas, pra atrair toda positividade.
Desejo toda sorte do mundo a vc, pois eu entendo a dor que sente.
+1 arrasou
Virginia Ferro . 4 anos
Olha eu sou muito insegura também, mas há momentos na vida que devemos fazer apenas aquilo que nos dá paz de espírito, por mais difícil que seja tomar uma decisão isso não vai interferir no seu passado... e nada vai vai mudar, apenas daqui pra frente, por isso é importante você seguir daqui em diante. Eu também senti muita falta do meu pai, e claro seria muito bom tê-lo mais eles separam porque não estavam dando certo... nem eu e nem você podemos nos sentir culpadas, a vida segue independentemente, isso deve ser uma questão de escolha, ou você segue ou fica sentindo o sabor amargo das desilusões do relacionamento dos seus pais é difícil, temos que tentar superar e não cometer os meus erros.
Encontramos a pessoa certa quando estamos nos sentindo felizes e quando desapegamos destes medos que você tem, e é o mesmo que estou tentando fazer, é o medo de ser feliz... como vamos desenvolver o amor ao outro se não podemos fazer o mesmo por nós?
Quero dizer que o seu melhor amigo é você, tente se descobrir, avalie primeiro o que você quer pra ser feliz, e certamente encontrará uma mulher mais segura, determinada apenas em ser feliz: estando só ou acompanhada... ou melhor bem acompanhada.
Se não encontrar a pessoa ideal simplesmente jogue limpo e termine, digo isso porque eu tive medo de magoar uma pessoa que era legal mas desde do início tínhamos muitas diferenças, e com o passar do tempo fomos ficando distantes... não faça isso, só se entregue de corpo e alma àquele cara que você vê que é um verdadeiro cavalheiro perfeito... seria muito legal se você conhecesse primeiro a sua família, um cara que teve um pai presente porém beberrão e mulherengo... certamente vai fazer o mesmo contigo, é que já tenho está experiência, e vai por mim parece um cabo de guerra, quando estávamos bem lá vinha o sogro chamar pra beber e dar uma saidinha aí pronta não adianta puxar você não pega, pois os laços entre eles são muito mais fortes... observe também o temperamento da mãe do moço nestes casos, por exemplo se ela finge que não liga, se já se conformou, se cada um cada um dorme num quarto, pois essa pessoa que não tive coragem de terminar no início, me cobrava a mesma atitude da sua mãe: submissa, permissiva com tudo e por isso nós sempre nos desentendemos. Vamos evitar isso Jess um laço de amor deve ser uma mistura de reciprocidade, se ele te faz sentir bem a ponto de você querer estar sempre próxima aí sim permaneça, do contrário fique bem longe dele e da sua família problemática. Espero tê-la ajudado com minha experiência de vida.
+1 arrasou
Jess13 . 4 anos
Obrigada pelas dicas de vcs, com certeza o melhor a se fazer é seguir em frente e ser positiva e dispensar a maldita carência, pq muitas vezes me ferro por causa dela.
0 arrasou
Amelia0203 . 7 meses
o que a tua mae tem haver contigo?
0 arrasou

Sua resposta AQUI

Que bom que vai responder!! Só lembrando que estamos aqui para realmente AJUDAR outras pessoas, então pense nisso! Obrigada! :)
relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento
🙋 Editar resposta 🙅 Excluir resposta 👀 Ocultar resposta 👀 Republicar resposta 😠 Denunciar resposta 😠 Remover denúncia
...