Quem somos Termos / Política de Privacidade Contato
< Superela.com
Você está em:
Clube Superela
+18
home recentes populares temas relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento perguntar

Me sinto muito insegura e confusa! O que faço?

Olá!

Estou em um relacionamento muito intenso há 3 meses. Foi tudo lindo no começo desde o jeito em que nos conhecemos e fomos nos envolvendo até agora, e estou muito apaixonada por ele. Pois ele é perfeito para mim e lhe admiro muito por ser o cara mais educado e simpático que eu conheço, a educação que ele tem comigo e com as outras pessoas é admirável. Nos conhecemos em um domingo e na quinta-feira fomos jantar e desde desse dia nunca mais nos afastamos. Minha vida mudou completamento pois o nível social dele é muito mais alto que o meu e isso me deixou muito insegura, pois ele morou 4 anos em São Paulo capital)sozinho, e nem faz um ano que voltou para o Sul. Em questão de 2 meses fui para São Paulo com a familia dele encontrar ele lá e fiquei mais de uma semana frequentando os melhores restaurantes e lugares da zona Sul de SP, e foi ótimo kkkkk.

O meu problema é que ele toma alguns remédios muitos fortes como Rivotril e Citalopram frown, e tem mudanças de humor e comportamento frequentemente e últimamente está também atrapalhando nossa vida sexual, e isso me encomoda muito, pois adoro fazer sexo com ele.Sei que os problemas de humor e sexual são causados pelos remédios pois já fui pesquisar. O que me deixa mais insegura é o fato de que os remédios podem atrapalhar nosso relacionamento, o que devo fazer seguir em frente ou cair fora pois isso já não está me fazendo muito feliz?

 

Obrigada

Alice2017 . 5 anos

2 Respostas

Jaque L. . 5 anos
Olá Patrícia!

Ficar com ele ou cair fora? Gata, essa é uma pergunta que só você pode responder.

Há de ter uma balança entre as coisas, esses pequenos problemas são maiores que a vontade que você tem de estar ao lado dele? Esses problemas influenciam na sua vida? Nas crises de humor ele acaba te tratando mal? Existe todo um caso a se pensar.

Se ele tem a necessidade de tomar essa medicação (que é forte e controlada), alguma coisa no psicológico dele não está bem, aí vem a questão. A sua presença vem pra somar? Se ele tem esse problema, a sua presença tem que ser algo leve, que o faça melhorar (e querer estar melhor). Sem dúvida vai exigir mais esforço da sua parte que o normal.

Então antes de fazer algo, pense bem.. E tente pensar um pouquinho mais no lado dele. Se for pra você "cair fora" vá de uma vez, não fique brincando com os sentimentos dele, pois certamente terá o impacto maior que o normal. Se é pra ficar esteja totalmente entregue, e ciente do estado e das limitações dele.

Espero ter ajudado
Beijo gata ;)
+4 arrasou
Thayse Lopes . 5 anos
Patrícia,

Quem não tem problema hoje em dia? O que nessa vida é perfeito? NADA, né?

Se eles toma esses remédios q eu inclusive já tomei, é porque ele precisa e ainda mais, precisa de apoio. Que tal uma conversa e saber o motivo dele precisar tomar essas medicações?

Sobre seguir em frente ou ficar com ele, eu te pergunto: até que ponto isso te afeta? Ele te trata mal? A Jaque perguntou isso. Se ele te tratar mal, ainda acho que deve conversar porque quando eu tomava esses remédios, meu humor alterava repentinamente. E outra: o apetite sexual acaba total e não é pq a pessoa não deseja a outra, é a merda dos remédios mesmo.

Cabe a você ser paciente e conversar pra entender o que está havendo ou então cair fora se não suportar essa situação? Mas eu ainda acho que vale a pena uma conversa e pesar muito na balança os pós e os contras.

Bjos e fique bem!
+1 arrasou

Sua resposta AQUI

Que bom que vai responder!! Só lembrando que estamos aqui para realmente AJUDAR outras pessoas, então pense nisso! Obrigada! :)
relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento
🙋 Editar resposta 🙅 Excluir resposta 👀 Ocultar resposta 👀 Republicar resposta 😠 Denunciar resposta 😠 Remover denúncia
...