Quem somos Termos / Política de Privacidade Contato
< Superela.com
Você está em:
Clube Superela
+18
home recentes populares temas relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento perguntar

Apaixonada pelo melhor amigo e enganada. Preciso de conselhos

Amo meu amigo há oito anos. Ele é filho do meu padrasto e ficamos cada vez  mais próximos conforme os anos foram passando, a ponto de passarmos quase a semana inteira um na casa do outro. Até que ano passado eu não aguentei mais e contei tudo pra ele por mensagem. Ele ficou surpreso de início, mas disse que às vezes pensava "maldades" comigo e pra não ficar preocupada que nossa amizade não iria mudar, o que era minha principal preocupação. Pra acabar com o clima eestranho chamei ele pra minha casa e tudo estava como sempre foi, até a hora que fomos dormir. Ele começou a perguntar se eu queria ficar com ele e que o momento era aquele. A gente ficou. Depois disso ele ficou estranho e não falou mais comigo depois que foi pra casa. Tentei conversar mas a situação só piorou. Ele achou que eu queria namorar e disse que não queria relacionamento. Paramos de nos falar de vez e nesse meio tempo ele começou a namorar uma garota. Isso me deixou muito mal, pois ele tinha dito que não queria entrar em nenhum relacionamento menos de 1 mês antes. Nos vimos pela última vez em dezembro, daí em diante ficamos sem nenhum contato.
Até que chegou maio desse ano. Teve um almoço aqui em casa pra comemorar o aniversário do meu pai e ele veio. Nos falamos por educação e no decorrer do dia ele puxou assunto comigo e acabamos voltando a conversar. Naquele dia ele foi embora bem tarde. A semana passou e na sexta ele me mandou mensagem do nada perguntando o que eu ia fazer - no meio de uma pandemia- respondi que não ia fazer nada e ele meio que se convidou pra ir na minha casa. A partir daí ele passou a fazer charminho todo fim de semana pra eu chamar ele. Eu tava muito feliz que ele tinha voltado pra minha vida, tinha sofrido muito nos meses que ficamos afastados, mas estava começando a melhorar. Foi muito bom quando ele voltou. Só que ele começou a falar muito de outras mulheres pra mim, mais do que fazia no passado, doía saber que ele sabia que eu tinha sentimentos por ele mas contava aquelas coisas mesmo assim. Às vezes ele ia embora e eu chorava muito. Ele falou que tinha terminado com a ex, mas que ficava com ela.
Até que chegou o início de julho. Eu tinha ido pra casa da minha mãe no fim de semana anterior e quando chegou na outra sexta ele me mandou mensagem todo docinho, dizendo que eu tava sumida, que não falava mais com ele. Perguntei se ele tava esperando convite pra vir pra minha casa, ele disse que óbvio.
Ele veio e assim que chegou disse que precisava contar uma coisa.
Falou que já tinha quase certeza que a ex dele estava grávida e que até estava sentindo algo a mais por ela de novo. Eu fiquei irritada. Não consegui disfarçar muito. Falei que eles eram irresponsáveis  e fiquei no meu quarto desabafando com minha amiga e chorando. Comecei a me desesperar porque estava tudo acabado. Ele ia ser pai e ia voltar com a outra. Eu não tinha a mais remota chance. Eu só conseguia pensar em como eu queria que aquele bebê estivesse crescendo dentro de mim ao invés dela.
Voltei pra sala não muito boa. Assistimos um filme e acabamos dormindo.
Levantei, ajeitei as coisas e chamei ele pra deitar. Deitei, coloquei o fone de ouvido e chorei até cair no sono.
Acordei um tempo depois porque ele estava inquieto na cama de baixo  e me atrapalhando de dormir. Perguntei o que tava acontecendo, se ele tava preocupado com a coisa da gravidez. Ele disse que não, que tava preocupado com outra coisa. Perguntei o que era, ele disse que não ia falar.
Fiquei curiosa e sem entender, ele me contava tudo. Mas virei pro outro lado e tentei dormir de novo.
Aí ouvi ele suspirar e dizer meu nome. Virei pra ele de volta. Disse pra ele me dizer logo o que tava acontecendo, que ele já tinha me dito coisa mais grave.
Ele disse que queria ficar comigo.
Eu fiquei nervosa. Disse que não. Disse que não queria estragar nossa amizade de novo e falei que tinha muita coisa no meio que me deixava desgostosa com a situação. Ele disse:" você não quer não é por causa da minha situação atual não, né? "
Eu respondi que sim.  Nao queria porque tinha um bebê vindo, outra garota envolvida e que ele sabia que eu não gosto dessa coisa de uma vez só.
Ele disse:" eu quero e eu sei que você também quer. Se nós dois queremos o que impede. Vive mais os momentos"
Aí eu disse que por causa de um momento paramos de nós falar por quase um ano.
Ele disse pra eu relaxar que não ia acontecer só uma vez. Isso me deixou mais calma. Aí eu disse que a gente ia ficar mas não íamos transar. Ele sabia que eu era virgem, que não tinha muita experiência. E disse também pra ele não tirar minha roupa.
Ele perguntou se podia pelo menos tocar e eu disse que sim.
Ele subiu pra minha cama e começamos a ficar. Quando dei por mim, eu estava sem roupa e ele dentro de mim. Foi tudo muito rápido e consensual, ressalto.
Eu amei tudo.
No dia seguinte ele tava um doce. Mas de madrugada eu queria de novo e ele meio que me ignorou, sabe?
Quando foi embora começou a agir da mesma forma que no ano passado.
Na sexta seguinte mandei mensagem pra ele e ele foi super curto e grosso. Disse que ia sair.
Passei a semana muito mal, me sentindo enganada.
No fim da semana ele me mandou mensagem explicando o sumiço e dizendo que a menina perdeu o bebê e que ele tinha arranjado um emprego.
Nos falamos mas começou a ser diferente. Ele só me procurava quando precisava de algo e nunca mais dormir aqui.
Meu pai me pegou chorando um dia e eu contei tudo pra ele, até sobre a situação da gravidez que ele tinha pedido pra eu não contar , principalmente pro meu pai que podia contar para o pai dele. Mas no desespero eu contei.
As semanas foram passando. Ele foi me tratando cada vez mal. Até que cismou que toda vez que eu pegava o celular na frente dele era pra fazer fofoca dele pra irmã dele. O que é mentira. Ele parou de falar comigo por essa desconfiança dele. Até que sábado passado, meu pai não aguentou mais ver o jeito que ele tava me tratando e contou tudo pro pai dele. Incluindo o assunto da gravidez. E disse que eu também estava com suspeita. O que eu realmente estava.
A bomba estourou. Ele soube que eu contei e ficou com muita raiva. Esbravejou, disse que eu não tinha o direito. Falou que nem ficou direito dentro de mim e não gozou porque eu tava com muita dor e sangrando muito. Eu acho que ele mentiu sobre não gozar.
Disse que só me via como amiga, que nem sabe porque transou comigo. Foi horrível.
Ele disse que morri pra ele. Me bloqueou em tudo e tá me pintando por aí como a pior pessoa do mundo.
Tá, eu sei que errei de ter contado sobre a gravidez da ex dele pro meu pai. Mas foi algo que eu fiz sem pensar na hora do desespero. Eu sempre fui confidente dele? Nunca contei nada.
Eu queria dizer muitas coisas pra ele. Pedir desculpa, mas também perguntar porque ele fez o que fez comigo. Por me trata do jeito que me trata e porque se aproximou de novo sendo que não gosta de mim. Isso não é atitude de amigo. E o pior é que ele acha que tá certo. Disse que não tenho motivo pra amar ele e que sou louca porque ele nunca fez nada pra despertar isso em mim.
Estou muito triste pois amo ele e mesmo com tudo isso não consigo sentir raiva. Ele sabia que minha virgindade era importante pra mim e nem se preocupou sabe. Mentiu só pra transar comigo. Não sei o que fazer. Não sei o que fazer. Mesmo ele sendo assim ainda quero voltar a falar com ele. Mas acho que não tem volta pois ele diz que não quer papo comigo. Vale a pena tentar comunicação ou ele é tóxico?
redheadmermaid . 5 meses

1 Resposta

Gabi98st . 5 meses
Nossa se liberta disso mulher tanto homem por aí vai ficar sofrendo por quem não tá nem aí para você ainda bem que você sabe que ele te usou,pois fica bem claro isso, você errou aí ter falado para seu pai, então evita passar certos tipos de informações pra ele principalmente um assunto sério desses.

Você pode achar que gosto dele mas pode ser apenas pelo fato que tiveram bastante convivência um com o outro tempos atrás, se valorize, faça coisas que gosta, cuide da sua saúde, enfim cuide de vc pois Além de ocupar sua mente você se sentirá bem melhor,e em relação ao rapaz evite contato não procure , e quando acontecer de acabarem se vendo fale somente o básico o desprezo é o melhor remédio para dar para pessoas assim que não sabem lidar com os sentimentos das outras.
0 arrasou

Sua resposta AQUI

Que bom que vai responder!! Só lembrando que estamos aqui para realmente AJUDAR outras pessoas, então pense nisso! Obrigada! :)
relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento
🙋 Editar resposta 🙅 Excluir resposta 👀 Ocultar resposta 👀 Republicar resposta 😠 Denunciar resposta 😠 Remover denúncia
...