Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Todo mundo que já esteve em um relacionamento pensou em como deixar de ser ciumenta. O ciúme parece algo natural para qualquer namoro, mas a gente já adianta que a coisa não funciona muito bem assim. Por mais que seja ok crises de ciúmes rolarem de vez em quando, ele não é obrigatório.

Entra aí a parte de como deixar de ser ciumenta. A gente pode achar que é ciumenta mesmo, que a coisa não vai mudar e que temos que encontrar alguém que vai topar lidar com isso. Mas o ciúme é muito desgastante, tanto para você quanto para a outra pessoa, e impede você de aproveitar o relacionamento e tudo o que ele tem a oferecer.

Por isso, separamos alguns passos básicos para você aprender como deixar de ser ciumenta, olha só:

1.Reconheça as suas inseguranças

O ciúme nada mais é do que medo: no fundo você sente que o seu namorado vai te deixar e precisa de demonstrações de que isso não vai acontecer. E o medo não deixa de ser uma insegurança. Então, o primeiro passo é reconhecer que você não se sente confiante o suficiente em um relacionamento (note que falamos EM UM e não NO). Com namoros e casamentos, esse medo fica mais evidente porque ninguém quer passar a vida sozinha, mas é muito comum sermos ciumentas com amigas e familiares também. Reconhecer as suas inseguranças é o passo principal para você começar a buscar uma forma de se livrar delas.

2.Seja honesta com o seu namorado

Não existe nada pior do que a desonestidade em um romance. Se você sente ciúme, ao invés de brigar com o seu namorado a cada oportunidade que aparecer, converse com ele e seja sincera sobre o que você sente. Ele pode te ajudar a ver que esses medos não têm fundamento nenhum e que se ele escolheu estar com você, não tem por que você sentir que ele vai te largar a todo momento.

3.Dê ao outro a devida liberdade

Falar para alguém que ele não pode ser amigo de fulana e de ciclana é um tiro no pé. Seu e dele. A partir do momento que você cria uma regra, você poda a liberdade dos dois dentro do relacionamento. Tanto você não vai mais poder ter amigos homens, quanto vai criar uma sensação de paranoia e controle. Você vai querer saber se ele está cumprindo a regra – e ai dele se não estiver. Controle não é amor, é sempre bom lembrar. Cada pessoa precisa ter a sua liberdade dentro e fora do relacionamento, sempre.

4.Não se deixe imaginar

Vamos supor que você e o seu namorado tem uma amiga em comum e o cara é bastante amigável com a menina. Quais são as chances de você sair imaginando que algo pode acontecer com os dois em um momento de fraqueza? 100% certo? O pior que você pode fazer é alimentar essa imaginação. É isso que aumenta o medo, a insegurança e, por consequência, o ciúme. A solução é ser honesta e perguntar para a outra pessoa se ela acha que isso poderia acontecer, se ela se sente atraída por essa amiga. Pode parecer assustador (vai que ele responde ‘sim’?), mas ao mesmo tempo, ser completamente honesto e aberto desde o começo é uma forma de vocês criarem mais uma camada de confiança no relacionamento.

5.Aceite que atração e ação são coisas diferentes

Essa é uma das principais dicas sobre como deixar de ser ciumenta. Vamos combinar uma coisa, levando em consideração o ponto anterior? Sentir atração por alguém não significa que você vai agir em cima desse sentimento. Namorar não implica que vocês parem de observar e notar outras pessoas, apenas que vocês escolheram criar um vínculo e uma vida juntos. Tudo bem sentir atração por outra pessoa. Desenvolver sentimentos mais profundos e agir sobre eles é que pode ser um obstáculo em qualquer relacionamento.

6.Converse com alguém a respeito

Se, ainda assim, você sente ciúme o tempo inteiro, uma forma de brecar essa sensação é conversando a respeito dela com outras pessoas. Seja uma amiga, um profissional ou um familiar, falar sobre um assunto que nos aflige sempre desamarra um nó mental e mostra que nem tudo estão tão errado assim. Às vezes, só de falar com outra pessoa você já percebe a sensação desaparecer como fumaça.

7.Lembre-se que é ok sentir ciúme

Você não precisa se sentir culpada se tem crises ciumentas às vezes. É normal porque um relacionamento amoroso envolve muitas coisas, é algo precioso para nós. O que não pode acontecer é você deixar que essa sensação domine a sua vida por completo e comece a afetar as suas dinâmicas de relacionamento.

Imagem: Reprodução


Sabe como agir numa crise de ciúme? Que tal ajudar a nossa usuária respondendo a pergunta abaixo?

@ load more