Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Entre todas as transformações que o casal atravessa ao longo do casamento, a vinda de um filho com certeza é a maior delas.

A chegada de um bebê marca o início de mais uma etapa da vida à dois, repleta de novas experiências, sensações e descobertas. Tanto a mulher quanto o homem ganham novas funções, mãe e pai, e também novas responsabilidades.

Porém, para quem já passou ou está prestes a passar por esta fase, sabe que além das alegrias, as dificuldades vêm inclusas no pacote: noites sem dormir, fraldas e mais fraldas para trocas, horários bagunçados, despesas à mais e aquele cansaço extremo que derruba até a mais resistente das guerreiras.

Toda a rotina muda para acomodar as necessidades do bebê e ele vira o foco da casa, principalmente se for o primeiro filho, já que há inexperiência dos pais em relação a alguns cuidados.

No entanto, não é apenas as questões do lar que sofrem com essas mudanças drásticas envolvidas ao nascimento do filho. O próprio relacionamento passa por várias mudanças, as quais nem sempre são boas.

As mudanças na intimidade depois de um bebê

Reprodução: BabyCenter

Ausência de liberdade, carência de afeto, perda de interesse e cansaço excessivo são alguns dos exemplos que o casal tende a enfrentar com a nova fase e que por tantas vezes geram conflitos na relação.

A primeira grande transformação que afeta o relacionamento após a chegada do filho é a falta de tempo, tanto para o outro, quanto para si mesmo.

Nos primeiros meses, o bebê depende totalmente dos pais e a dedicação para ele é quase de 24h por dia, o que provoca fadiga e aborrecimento, que muitas vezes acaba sendo descontado – mesmo que sem intenção – no cônjuge.

Outro fator que também costuma prejudicar a relação é a falta de atenção para a vida à dois. Com o cansaço e as obrigações diárias, os cuidados excessivos com a criança, o entusiasmo com o parceiro e a intimidade diminui, causando ciúmes e levando a desentendimentos.

Os momentos com o amado tornam-se cada vez mais escassos, a vida sexual fica para segundo plano e até os pequenos gestos de carinho, como assistir um filme juntos ou até mesmo conversar sobre algo interessante, vão diminuindo.

Por essas e outras razões, não é à toa quando dizem que a prova de fogo para qualquer casal é manter a intimidade depois de um bebê feliz e sempre aceso.

Com tantas mudanças desestimulantes que rotina com um bebê costumam trazer, a tarefa de recuperar a magia do relacionamento de volta aparenta ser mais complicado do que realmente é.

Como reacender a atração no casamento

Reprodução: Fodásticas

Assim como a rotina dentro de casa, a relação depois de um bebê também vira de cabeça para baixo. Dificuldades e desafios também fazem parte do pacote, mas a felicidade de ter um filho e constituir uma família é única na vida de uma mulher.

Porém, isso não é motivo para negligenciar o relacionamento e jogá-lo de escanteio, permitindo que a função de mãe falar mais alto sempre.

Não só pelo bem do próprio casamento, manter o relacionamento aceso e feliz também faz bem ao convívio familiar, pois ambientes agradáveis impactam diretamente na formação da criança.

E claro, fortalece o amor e a ligação com o parceiro.

Para você que está enfrentando essa etapa e quer reacender a atração no seu casamento, siga as dicas abaixo e saiba como.

1. Vocês são mais do que pais

Em um relacionamento depois de um bebê, é normal que o casal acabe tomando completamente a postura de pais e deixem a vida afetiva de lado.

Contudo, você precisa entender que não é apenas mãe e seu marido não é somente pai. Para ter e manter um bom casamento e a intimidade, é essencial entender que vocês são marido e mulher antes de qualquer coisa.

Vocês ainda são um casal!

Não é necessário escolher entre ser uma ótima mãe/esposa ou pai/marido, conciliar esses dois lados vai atender as necessidades tanto do filho quanto da própria relação.

2. Começar do zero

Com todas as mudanças que o nascimento do bebê trazem, às vezes começar do zero pode ser uma boa opção para reacender o casamento. Então, volte as origens.

Faça pequenos agrados, arrume-se e esteja poderosa, demonstre todo o seu interesse por seu marido. Nos primeiros meses pode ser um pouco difícil, mas seja paciente e aos poucos vá retomando seu papel de esposa e amante.

3. Conversar muito

Conversar e negociar o relacionamento é a peça chave para manter a relação saudável e feliz. Dialogar com o seu parceiro, expor o que sente e deseja, perguntar e escutar os desejos dele, aumenta a intimidade entre vocês e exercita a compreensão.

Para que haja harmonia e respeito, vocês precisam entender o pensamento um do outro e a melhor forma para que isso aconteça é conversando e muito. Procurar juntos maneiras de enfrentar os desafios dessa nova fase servirá como um meio de reaproximação entre vocês.

4. Arranje tempo para namorar

Regra básica para qualquer casal com filho pequeno. Arranjar um tempo para namorar é indispensável para reanimar a vida à dois e, claro, para aproveitar a companhia do seu amado. Como o cuidado com o bebê requer muito tempo e muitas vezes o cansaço acaba vencendo, os programas à sós terão uma frequência bem menor do que antes.

Portanto, deixe a criança com alguém de confiança, pode ser um parente ou um amigo, e convide seu marido para um programa apenas de vocês. Pode ser um cinema, jantar ou algo que remeta o início do relacionamento.

O importante é largar o estresse de lado e curtir o momento.

5. Sugira um tempo para cada um

Cuidar de um bebê é uma tarefa árdua e bem estressante. Além da limitação da liberdade, a fadiga colabora para que desânimo tome conta da rotina e não apenas em relação ao casamento.

Neste caso, sugerir um tempo para cada um, seja para sair com os amigos ou praticar algum hobby, é uma boa ideia para que ambos consigam relaxar e esquecer a pressão do dia a dia. O ideal é que os dois estejam felizes e de bem consigo mesmo.

6. Busque assuntos além do filho

O maior erro que os casais cometem é focar totalmente suas conversar no que envolve a criança, já que as responsabilidades são muitas. Ou seja, isso só contribui ainda mais para a perda da intimidade depois de um bebê.

Buscar outros assuntos além do filho também fará com que o seu vínculo com o marido aumente. Conte como foi o seu dia, pergunte o que aconteceu de interessante no dele, volte a partilhar sonhos e objetivo, façam planos juntos. O assunto ‘bebê’, por mais que seja importante, não deve tomar todo o diálogo de vocês.

7. Renove a vida sexual

É um fato, a frequência sexual vai diminuir. O que não significa que precisa desaparecer ou ser menos interessante, longe disso. A vida sexual é de extrema importância para o relacionamento, pois é a conexão intima e intensa que você tem com o seu parceiro e o que manter a chama do relacionamento acessa.

Portanto, nos momentos em que tiverem à sós e possam desfrutar um do outro mais intimamente, procure inovar. Experimente novas posições, realize fantasias, aposte nos brinquedos sexuais. Use a criatividade para renovar a vida sexual de vocês.

Quando o sexo é gostoso, prazeroso e satisfatório, o relacionamento flui melhor, é mais agradável e a ligação do casal aumenta. Além, claro, que evita discussões desnecessárias e problemas que eventualmente podem aparecer.

@ load more