';

Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Os vestibulares já estão rolando tem tempo, mas você ainda fica com a pulga atrás da orelha de não saber exatamente qual faculdade fazer em 2018. Já que falamos tanto sobre autoconhecimento e carreira por aqui, é o mínimo que a gente mostre como essas duas coisas estão interligadas, certo?

A gente explica: você pode escolher qual faculdade fazer só com base em algumas coisas simples (como profissões que dão dinheiro ou o que os seus pais gostariam que você fizesse), mas essa é uma decisão que leva em consideração muitas outras coisas – em resumo: você precisa conhecer bem a si mesma e as ofertas do mercado para saber qual caminho seguir.

Afinal, como saber qual faculdade fazer?

A gente tem algumas dicas que podem ser uma mão na roda nessa hora, por isso, pegue papel e caneta, sente-se bem confortável na cadeira e mãos à obra!

1.Conhece-te a ti mesmo

A frase de conhecimento milenar tem uma verdade: o melhor conhecimento é aquele que você tem sobre si mesma. Por isso, um primeiro passo para saber qual faculdade fazer é buscando conhecer coisas sobre você. O que você gosta de fazer? Quais são as suas habilidades? Os hobbys que você ama? Com o que você mais se identifica? Essa é uma maneira de você começar a entender quais áreas podem funcionar para você e como você pode aplicar as habilidades que já tem nesse mercado. Por exemplo: se você não consegue ver sangue, fazer Medicina pode ser complicado, concorda? Mas se você ama matemática e ciências exatas, tem muita facilidade com essas matérias e gosta de estudá-las, talvez engenharia seja uma opção interessante para você.

Vale anotar algumas características e habilidades que você tem, antes de fazer uma pesquisa sobre as carreiras, especificamente. Você pode fazer isso usando as perguntas abaixo como base:

  1. O que eu gosto de fazer?
  2. Quais atividades do meu dia a dia eu sei fazer e domino bem?
  3. Quais matérias eu mais gosto de estudar? Por quê?
  4. Quais são os meus hobbys?

2.Hora de pesquisar

Feito isso, vem um segundo passo. Se você já tem uma ideia de com qual área se identifica mais e qual se encaixa no seu perfil, você pode pesquisar as profissões desse ramo para conhecê-las melhor. Estude cada uma, separe as que mais te atraem e tente conhecer o máximo que puder sobre elas – tente entender o que você gostaria de fazer em cada profissão, o que não seria tão legal assim e se esses prós e contras deixam você confortável e geram uma sensação de equilíbrio.

3.Busque experiência

Parece muito trabalhoso escolher qual faculdade fazer, mas um erro comum das pessoas é achar que essa escolha não tem um efeito tão grande – mas é a decisão que vai ditar as suas próximas décadas de vida e, no mínimo, você precisa saber a fundo como será a sua rotina dali para frente. Por isso, se você já escolheu uma profissão que parece se encaixar bem no seu perfil, procure experiências nessa área. Peça para passar um dia em uma agência de publicidade, por exemplo, para saber qual a rotina desses profissionais. Converse com um médico sobre o que ele estudou, porque escolheu a sua área de especialidade e acompanhe um dia no consultório. Faça alguns cursos introdutórios sobre jornalismo em escolas como o Senac, que oferecem cursos livres para estudantes. Tente angariar o máximo de informação sobre a sua carreira de escolha, para ter certeza de que isso é algo que você quer fazer de verdade – e mais: que você vai gostar de ter essa rotina no futuro.

Esse período de experiência é, talvez, o mais importante. É comum as pessoas escolherem uma profissão com base nas possíveis vantagens (como ganhar dinheiro) e não considerar que existe toda uma rotina de trabalho que vai fazer parte desse processo. Por isso, entender a fundo como é o dia a dia de alguém que trabalha nessa área, conversar com os seus profissionais e observar como ela funciona é uma maneira de você se inserir nesse contexto e entender se ele combina mesmo com você ou não.

Isso, inclusive, também vale para a faculdade ou universidade que você escolher cursar. Faça alguns cursos por lá, conheça o campus ou o prédio em que você estudará, pesquise os professores e o currículo do curso… Faça uma escolha consciente, levando em consideração que esse será o ambiente em que você vai conviver pelos próximos 4 anos (no mínimo) e dará toda a base teórica para o que você vai aplicar na prática mais para frente.

Com tudo isso em mãos, a sua inserção no mercado de trabalho será mais natural, porque você tem todo o conhecimento necessário para entender onde será mais bem aproveitada. Escolher uma carreira é um assunto sério e você precisa encará-lo como tal – estamos falando da sua vida, afinal! É o mínimo você fazer uma escolha que vai te trazer felicidade e não frustrações, certo?

Foto de capa: Reprodução / Gilmore Girls


Você teve facilidade ao pensar em qual faculdade fazer? Que tal ajudar a nossa leitora? Você pode responder a pergunta abaixo ou participar da conversa clicando aqui.


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)