Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Você está cansada de trabalhar para pagar dívidas? Não sabe onde foi parar o seu dinheiro? Eu vou te ensinar de maneira muito simples como sair das dívidas e parar com a corrida dos ratos, rs.

Como sair das dívidas em 5 passos:

1. Você precisa organizar o seu orçamento

Antes de tentar negociar com o credor para sair das dívidas, você precisa olhar para o seu orçamento e fazer um Raio X das suas despesas durante trinta dias. Se você me segue no YouTube e Instagram sabe que já cansei de falar sobre isso.

Você precisa entender para onde está indo o seu dinheiro, mas, para isso, você precisa desse Raio X. Anote todos os seus gastos por categoria, pois assim você consegue ter clareza para entender onde estão os gastos fantasmas – estes que muitas vezes consomem boa parte do seu rendimento.

Não adianta você assumir uma parcela da negociação se não souber se realmente vai caber no seu orçamento.

2. Faça um diário das suas dívidas

Você pode fazer isso em uma planilha ou até mesmo no papel. Aqui você vai anotar:

  • Nome do credor;
  • A data em que você entrou em contato;
  • O valor das parcelas que faltam pagar;
  • O valor da quantidade das parcelas pagas;
  • Taxa de juros;
  • Custo efetivo total (este tem encargos e juros).

Com essas informações, você vai conseguir ver quais são as maiores e as menores taxas de juros.

Por mais que dê um certo alívio quitar aquela dívida pequena, aqui você realmente precisa ter clareza de que as maiores taxas vão continuar rolando, então eu te oriento a começar a pagar as dívidas com maiores taxa de juros.

3. Dê prioridade para suas dívidas

Você precisa classificar suas dívidas em essenciais e não essenciais. Aí você pode estar pensando “Como assim, Amanda? Todas as minhas dívidas são essenciais!”. Deixa eu te explicar, rs.

Dívidas essenciais:

Se, por exemplo, você não pagar a água ou a luz, pode ter certeza de que haverá a suspensão do serviço, e não tem como ficar sem água e luz. O mesmo ocorre com os financiamentos imobiliários. Caso você não pague o seu imóvel, pode ir a leilão, já pensou? Isso serve também para veículos, de modo que, caso você não pague, também irá perder.

Dívidas não essenciais:

Aqui entraria o cheque especial e cartão de crédito. Veja, apesar de ter alta taxa de juros, não estamos falando de bens. Sabe aquele boleto que você não pagou? Apesar de correr juros e multas, também não tem bens que podem ser perdidos.

Então, realmente quite urgentemente as dívidas com bens.

4. Não fuja dos credores

Não vai adiantar você ficar fingindo que não é você quando um credor te ligar. O que você precisa fazer é encarar o problema de frente e explicar a sua situação. Com certeza o credor quer receber, então vai fazer de tudo para negociar com você.

Hoje você também pode fazer a portabilidade da sua dívida, ir aos feirões, além de ter a possibilidade de pegar um empréstimo para quitar todas as suas dívidas, ficando somente com uma.

5. Busque uma renda extra

Caso o seu rendimento não dê conta de pagar as dívidas, faça uma renda extra para complementá-lo. Todos nós fazemos algo que gostamos muito, então veja se não consegue ganhar dinheiro com o seu talento. Mas não adianta fazer renda extra e não ter um controle do seu orçamento. Então organize suas finanças.

Dica extra: construa sua reserva de emergência!

Comece com o que você tem hoje. É muito importante que você tenha uma reserva, pois diante de qualquer imprevisto você terá de onde tirar e não vai ficar desesperada, sair pedindo empréstimos aos parentes ou ao banco.

Vou dar um exemplo de como você vai construir a sua reserva de emergência:

Vamos supor que o seu gasto mensal seja R$ 5.000,00 por mês. Neste caso, você precisa ter uma reserva de seis a doze meses. Aqui vou trabalhar com seis.

Assim, você faria a seguinte conta: R$ 5.000,00 x 6 (meses) = R$ 30.000,00

Não se assuste com o valor, o mais importante é você começar hoje mesmo e ter constância, ou seja, guardar todos os meses.

Você pode fazer um desafio com você mesma, então se esse mês você conseguiu R$ 20,00, no próximo você vai guardar R$ 40,00. Comece hoje!

Gostou das dicas? Te espero no próximo artigo!

@ load more