Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

O assédio virtual é um crime que tem se tornado cada vez mais comum, especialmente entre as mulheres. Mas como ficar livre para usar a internet sem ser assediada? Descubra aqui!

Infelizmente, a violência contra as mulheres vem aumentando exponencialmente. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 35% da população feminina mundial sofreu algum tipo de situação violenta.

Uma das formas de violência contra mulher que mais cresce é a perseguição tecnológica e digital. Seja em aplicativos de relacionamento ou nas redes sociais, várias mulheres reportam receberem mensagens violentas, grosseiras ou de cunho sexual sem consentimento.

Os assediadores de agora podem agir à distância, a qualquer e toda hora do dia e da noite. Usa todos os tipos de mensagens ou redes sociais. Podem ser uma pessoa próxima à vítima ou uma pessoa totalmente estranha que cruza virtualmente seu caminho.

Assédio digital é crime e acomete mais mulheres do que homens

Assédio virtual

Os homens não estão imunes a esse tipo de assédio, porém estudos mostram que as mulheres têm chances dobradas de sofrer esse tipo de agressão. O assédio virtual é uma forma de constrangimento ilegal e que pode ser entendido como crime de ameaça, dependendo do caso.

Conforme a forma como o assédio digital acontece, pode ser enquadrado em uma lei diferente. Por exemplo:

  • Ameaça: submeter alguém a uma condição que a prejudique ou prejudique algo que possua valor ao ameaçado, artigo 147 do Código Penal;
  • Constrangimento ilegal: obrigar alguém a deixar de cumprir a lei ou descumpri-la contra sua vontade, sob violência física ou ameaça, artigo 146 do Código Penal;
  • Assédio sexual: quando o constrangimento gera satisfação sexual de quem assedia, artigo 21 do Código Penal.

Como se livrar do assédio virtual

Embora a lei esteja em vigor, não são todos os casos que vão parar na justiça. Então, siga algumas dicas para tentar resolver ou se livrar do assédio virtual.

1. Relate o crime o mais rápido possível

Ao receber esse tipo de assédio, encaminhe às autoridades. Mesmo que o agressor atue virtualmente, não subestime o perigo. Ele pode sair do mundo virtual e ir para o mundo físico. Por isso, vá à polícia se orientar sobre como proceder.

2. Proteja sua conta de redes sociais

Caso sua profissão dependa da divulgação em um perfil, tenha um perfil privado e um público. No perfil privado, coloque as coisas de sua vida pessoal, enquanto no perfil público somente suas informações de trabalho.

3. Evite o geotag

O geotag nada mais é que marcar a sua localização nos posts. Além disso, algumas redes sociais registram a sua localização em tempo real. Por isso, desabilite o rastreamento de localização de redes sociais como o Facebook e exclua seu histórico. Evite que os abusadores saibam onde você está.

4. Denuncie perfis de abusadores e perfis falsos

Bloqueie todos os números de telefone, bloqueie os e-mails e redes sociais das pessoas que te assediarem. Além disso, denuncie o perfil do abusador ou qualquer perfil que identificar ser falso. Geralmente, os abusadores criam vários perfis falsos para continuar assediando a vítima mesmo se for bloqueado.
Os perfis falsos também podem estar usando fotos e informações suas, sem consentimento. Denuncie e incentive seus amigos a fazerem o mesmo. O Facebook, por exemplo, tem um software de reconhecimento de imagens que ajuda a comparar fotos de novos perfis com as dos perfis existentes para identificar duplicidade.

5. Evite vazamentos de dados e recebimento de informações indesejadas

Não fique exposta ao navegar na internet. Para isso, aumente a sua proteção contra vírus, malwares, bem como também de compartilhamento da sua localização e IP, mesmo que não autorizados.

Além de instalar antivírus, conte também com uma VPN, que aumenta a sua segurança e privacidade online. Essa ferramenta funciona como um túnel seguro entre diferentes dispositivos. Ela protege o tráfego virtual privado da interferência, espionagem e censura. Por meio da VPN, você esconde sua localização e seu endereço IP, assiste a seus conteúdos favoritos e criptografa sua comunicação, protegendo seus dados de olhos curiosos.

Imagem: Pixabay

@ load more