Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Por muito tempo ouvi colegas homens reclamando que conquistar mulheres era impossível. Tem muitos homens que acreditam que para conquistar uma mulher precisa ter dinheiro, outros acham que precisam ignorá-las, e alguns que acreditam que precisam ter músculos. Tem até vídeo no youtube com tutoriais muito elaborados para saber como pegar mulher (link pra se você tiver estômago: https://www.youtube.com/watch?v=Ors8swgqVEc).

Constantemente, também escuto vindo de homens que mulheres tem “capacidade de escolha”, que é “muito fácil para nós, mulheres, conquistarmos um cara”. Na verdade, por eu ter sido uma mulher muito jogada minha vida inteira, acabei não me ligando muito pra isso, mas percebi que temos uma cultura sexista que nos leva a isso (leia mais aqui). Acaba sendo de responsabilidade dos homens dar o primeiro passo e ser “difícil” pra uma menina é um bom sinal. E isso é péssimo, por uma série de motivos.

Então, com base nas pessoas com quem me relacionei e nas experiências que eu tive, vou contar um pouco sobre o que aprendi nesse meio tempo.

Aqui vai o “ultimate guia absoluto” de como conquistar uma mulher

1. Músculos são overrated

Tempo atrás, numa mesma semana, fui abordada por dois rapazes. Esses dois expunham seu corpo musculoso e torneado como um prêmio. Ao ver que eu não esbocei nenhuma reação e muito menos os bajulei pelo seu corpo eles ficaram tremendamente irritados. “Você não gosta disso?”, “Você é lésbica?”.

Afinal, qual a opinião feminina sobre músculos? Bom, assim como existem homens que adoram mulheres fitness, outros homens que preferem mulheres magrinhas, um grupo que prefere gordinhas, e aqueles que gostam de curvilíneas, o mesmo serve para nós mulheres (leia mais aqui). É impossível dizer com certeza “Mulheres gostam de músculos” porque algumas gostam certamente, mas nem todas, outras até gostam, mas não tanto e por aí vai.

como conquistar uma mulher 1

Eu sempre fui mais de olhar o rosto do que o corpo da pessoa, então, eu mesma já namorei gordos, fortes, magrelos, todos os tipos de homem. Então, sinceramente? Não tem como dizer “isso vai funcionar!”, porque provavelmente não vai.

Se quer cultivar seus músculos, fique à vontade! Busque sempre o corpo que te faz bem e que não prejudique sua saúde. Faça mais as coisas por você do que pelos outros.

2. Dinheiro não é a porta absoluta da felicidade

Lembra do que eu falei sobre dinheiro nem sempre atrair coisas boas? Então. Sempre vejo muitos homens agirem ao melhor estilo funk ou sertanejo ostentação mostrando carro, bens, roupas e acessórios caros como um chamariz para pessoas.

Não vou ser hipócrita e dizer que dinheiro não é atraente, é, mas por uma questão maior: pelo conforto. Porém o dinheiro vazio não é nada, afinal, a gente quando busca alguém quer essa pessoa nas horas boas e ruins, certo?

Dinheiro não é pra sempre, então se prender em algo tão volátil é meio furada (leia mais aqui). Principalmente porque ter bens como chamariz acaba atraindo pessoas interesseiras que estão pouco interessadas em quem você realmente é.

Ter dinheiro não é pecado, demonstrar isso também não, o problema é se sustentar nesse tipo de coisa para se garantir na conquista. É sempre bom mostrar que você está além da futilidade do mundo, afinal essas coisas ficam eternamente e é justamente isso que importa nas horas mais difíceis.

3. Interesses em comum são importantes!

Eu sempre valorizei muito isso nas minhas relações e vejo que é algo que minhas amigas também o fazem. Mulheres costumam a buscar pessoas com interesses em comum com os delas. Seja paixão por animais, gosto musical, interesse por determinada vertente política, cursar a mesma faculdade (ou da mesma área), e etc. Interesses em comum pesam demais para mulheres.

Por qual motivo? Maioria de nós adora se comunicar! Ou seja, gostar das mesmas coisas garante bons assuntos, não somente isso, mas bons momentos. Maioria dos caras que eu conheço me conquistaram no papo, na conversa, no fato de simplesmente gostar das mesmas coisas que eu. E não é difícil encontrar uma garota que goste das mesmas coisas que você, vai por mim. Elas estão em todos os lugares!

como conquistar uma mulher 2

4. Ser engraçado vale a pena

Falando em dinheiro, falando em beleza, me lembra de um caso especial que eu tive. Aos dezessete eu namorei um garoto que me mostrou o valor das coisas de um jeito bem peculiar. Era um menino magrelo, com um cabelo esquisito, dentuço (uma parada quase Freddy Mercury) e pobre. Porém eu gostava dele. De verdade.

E as ex-namoradas dele também eram meninas lindas. “Nossa, Bella! O que você viu nesse cara?”, eu respondo: ele era engraçado. Ele me fazia rir, me deixava feliz, ele contava piadas o tempo todo e me deixava sorrindo feito boba.

Gostamos de pessoas que nos façam rir, pessoas que nos deixem felizes com a sua presença, isso faz com que nos interessemos de estar lá e prestar a atenção no que a pessoa tem a dizer. É aquela busca constante que nossa mente tem por serotonina, por sentir prazer, é o mesmo motivo pelo qual gostamos tanto de comer besteiras: rir nos dá prazer, nos deixa interessados.

Além do mais tem aquela historinha de que quando alguém ri demais do que você está falando é sinal de que ela está interessada em você.

5. Ignorar a menina não é uma coisa legal

“Ah eu vou ignorar ela aqui por algumas horas que ela vai ficar louco por mim!, certamente não. Quando você ignora alguém o “interesse” da pessoa não é especialmente em você, mas no motivo pelo qual ela está sendo ignorada.

Se você fizer um teste e ignorar alguém, você vai ver que ela vai ficar buscando pelos motivos pelos quais ela está sendo ignorada e depois que você voltar a trata-la normalmente ela vai simplesmente voltar a agir normalmente.

Ninguém gosta de se sentir ignorado, ninguém gosta de sentir que estamos sendo tratados como menos importantes. Ignorar uma pessoa pra conseguir atenção é fazer jogo com a pessoa e isso não é legal.

Aprendeu? 😉

Imagem: Pinterest

@ load more