Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Era um sábado ensolarado quando ele veio me visitar. A ansiedade que a saudade causava me arrepiava do pé ao último fio de cabelo. Essa história de que relacionamentos a distância são lindos é tudo balela, saudade é uma merda e a única parte realmente boa é o momento do reencontro. Mas, quando se acha alguém que valha a pena, até a merda da saudade me parece cabível. E é por isso que, naquele sábado, estávamos ali, um de frente para o outro nos olhando com o carinho e desejo que sempre nos olhamos.

Antes dele vir, decidimos que íamos pegar um motel para ficarmos mais a vontade e eu, como boa libriana que sou, fiz uma pesquisa dos motéis da cidade, escolhi o que se encaixava no nosso gosto e fiz a reserva, pois queria que aquela noite fosse perfeita.

Fomos a minha casa para nos arrumarmos e eu me tranquei no quarto enquanto ele já me esperava pronto na sala.

Nunca fui de demorar me arrumando, mas aquele dia eu demorei um pouco mais. Vesti um espartilho preto e uma calcinha de renda, coloquei uma calça, uma bota de salto e uma blusa transparente por cima pra ele ver o que eu usava por baixo e intencionalmente provocá-lo. Quando eu saí do quarto, eu vi no olhar dele a consolidação pura do desejo, que, cá entre nós, era recíproco.

Saímos de casa e seguimos até o motel.

Chegando lá, eu fui logo encher a banheira e quando eu saí do banheiro ele já estava tirando a roupa. Ahhh… Como eu estava com saudade de vê-lo pelado. É claro que eu o acompanhei e tirei a roupa também, fiquei somente com o espartilho pra ele poder me ver daquele jeito por mais um tempo e, com um olhar cheio de desejo, ele me pediu para deitar na cama. Assim eu fiz. Ele começou a me chupar com tanta vontade que eu me contorcia de tanto tesão. A capacidade dele de me excitar passando a língua no meu clitóris é algo incomparável.

Ele lambia minha boceta e me olhava, usava os dedos, girava a língua no meu clitóris, me fazia virar os olhos e não fazia nem 5 minutos que estávamos naquela cama. Ele parou de me chupar e em fração de segundos colocou minhas pernas nos seus ombros e me penetrou com tanta força que minha vontade era gritar de tanto tesão. Não passei vontade…

Eu estava toda molhada e ele socando em mim com força.

Quanto mais eu gemia, mais ele metia, apertava meus peitos, me enforcava, dava tapa na minha cara… Essa parte selvagem do nosso sexo e a sintonia que temos dos mesmos gostos e desejos com certeza é uma das melhores vantagens do nosso relacionamento. Ele já estava fazendo eu me contrair e amolecer as pernas, quando resolvemos fazer uma pausa para comer, afinal, estávamos sem jantar e precisávamos de força para as 15 horas que ainda tínhamos pra ficar naquele quarto.

Depois que comemos nós fomos para a banheira, onde relaxamos um pouco e ficamos nos encarando e nos admirando. Ele chegou perto de mim e começou a brincar com meu clitóris com os dedos. Eu, como não gosto de ficar por baixo, comecei a massagear o pau dele com minha mão. Já estávamos tão excitados que tivemos que sair daquela banheira depressa e se jogar na cama. Pedi para ele colocar uma música bem sexy, era a minha vez de entrar no comando.

Fiz ele deitar e desci até o seu pau. Eu estava morrendo de vontade de chupar ele. Abocanhei aquele pau delicioso com tanta vontade que ele se contorceu de tesão. Comecei chupando só a cabeça, rodando a língua nela e alternando entre rápido e lento repetidas vezes. Quando ele já estava escancaradamente excitado eu desci com a boca sobre todo o seu pau e comecei a chupá-lo com força, rápido, intercalando entre usar ou não as mãos.

Eu o encarava nos olhos e ele me olhava sorrindo e mordendo os lábios, se contraía, virava os olhos, soltava uns gemidos deliciosos de se ouvir. Continuei chupando ele até que decidi sentar naquele pau delicioso, minha vagina estava implorando por isso. Coloquei a cabeça do pau dele dentro de mim e comecei a rebolar devagar, depois sentei até entrar todo o seu pau em mim. Comecei a quicar com tanta força e vontade que ele virava os olhos. Segurei no pescoço dele o enforcando e fiz movimentos para frente e para trás, olhando nos olhos dele, até que comecei a contrair minha boceta pra deixá-la mais apertadinha.

Eu sabia que ele pirava quando eu fazia isso.

Quando fiz isso ele me olhou sorrindo e falando no meio de gemidos que aquilo era maldade… Eu adoro quando ele me chama de malvada (hahaha).  Depois disso, me levantei e virei de costas pra ele (ele diz que esse é o ponto fraco dele, outra coisa que eu adoro). Sentei nele empinando minha bunda na sua cara, contraindo a buceta, rebolando lentamente e em seguida descendo com força e rapidez repetidas vezes. Eu olhava para o espelho no teto e ele estava virando os olhos de tesão, que delícia… Quiquei nele com tanta vontade até minhas pernas pedirem descanso.

Depois disso fomos para aquele sofá em S que os motéis tem. Eu deitei de quatro pra ele e ele veio atrás de mim e começou a me comer com força, me dava tapa na bunda, puxava meu cabelo pra trás e eu gemia alto de tanta excitação. Ele socou com tanta força que me fez gozar e mesmo assim não parou. Continuou metendo cada vez mais forte e mais rápido, até que ele gozou… Eu estava mole e me tremendo toda, transar com ele sempre foi surreal.

Fomos deitar na cama, ele descansou uns 5 minutos e de repente começou a me dedar. Ele é insaciável e eu amo isso. Quando eu já estava toda molhada novamente, cheia de tesão, ele começou a me chupar. Nossa… Eu já estava toda mole por ter acabado de gozar e ele resolveu me judiar, me fazia gritar e me contorcer na cama, ele chupava meu clitóris com tanta vontade e ousadia que me fez gozar de novo. E não parou. Continuou ali, eu me tremendo toda e ele me chupando, enfiando o dedo em mim, passando a língua por toda a minha vulva, até me fazer gozar  D E  N O V O. Game over pra mim (hahaha).

Ali acabamos capotando. Estávamos exaustos e moles, dormimos umas 3h. E quando acordamos, vocês acham que acabou? É claro que não! Afinal, nós tínhamos apenas começado…

Imagem: Pexels

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more