Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

“Há momentos que temos que procurar o tipo de cura e paz que só podem vir da solidão”. Se você já leu o livro ou assistiu ao filme Comer, Rezar, Amar, vai se lembrar dessa frase. Pode até parecer meio estranha no início, mas você já parou para pensar na importância da solidão? De poder, sozinha, pensar na vida, nos caminhos que anda trilhando e nos sonhos que ainda não foram realizados?

Ah, mas eu posso fazer isso acompanhada da minha amiga! Sim, você pode, mas estar sozinha, mesmo que por poucos dias pode fazer um bem danado para o corpo e a mente. No livro citado, a personagem aproveita suas viagens para resgatar desejos antigos, se conhecer melhor e até mesmo se apaixonar de novo. Tudo sem regras, pressa ou padrões.

Viajar não é só para desfrutar e descansar, mas também para refletir sobre como você está vivendo. Nessa vida corrida e cheia de tarefas, as vezes é preciso parar e refletir sobre os caminhos que estamos seguindo. E, para muitos, essa é a hora do famoso ano sabático.

O que é um ano sabático?

Não, o ano sabático não é apenas para pessoas em depressão, sem rumo na vida e com problemas amorosos. Muitas vezes, quem procura este tempo quer apenas se deparar consigo mesmo.

Historicamente, o ano sabático surgiu nas tradições judaicas que consistem no dia de descanso para os judeus. Segundo as normas da bíblia judaica, o ano sabático ocorre de sete em sete anos, sendo seis anos de cultivo e um para o descanso e recuperação. Na bíblia, o ano sabático é conhecido por Shemitá, que na tradução literal do hebraico significa “libertação”.

O intuito não é largar tudo sem pensar, mas esquecer de tudo para pensar. Para ajudar nesse processo, existem destinos inspiradores e cheios de simbologia, que podem ser um pontapé inicial no seu ano sabático.

Melhores destinos para um ano sabático

destinos para um ano sabático

1. Indonésia

Se o seu objetivo é se desligar do mundo material, a Indonésia é o destino perfeito. Apesar das passagens aéreas serem mais caras, por causa da localização, a moeda local é baixa e você pode aprender e aproveitar muito, gastando pouco. Além de uma cultura riquíssima e tradições milenares, a Indonésia possui praias paradisíacas e muitos pontos turísticos.

A capital Jacarta, na ilha de Java, é uma das mais movimentadas do país. Apesar do seu famoso transito caótico, a cidade reserva bons passeios pelos templos budistas, mesquitas, museus e centros históricos. Sem dúvida, a ilha mais famosa é a de Bali, com suas praias paradisíacas, templos budistas e muitos turistas. Vale a pena reservar alguns meses do ano na cidade.

2. Índia

Diferentes povos, culturas, línguas, aromas, temperos, tradições e religiões, a Índia é um reduto de novas experiências. Talvez por isso esteja na lista dos principais países para realizar um ano sabático.

A espiritualidade é um dos principais atrativos do país. Se você pretende recarregar as energias e participar de retiros espirituais, as cidades de Haridwar e Allahabad são as mais abençoadas. Em Rishikesh está o retiro mais famoso, o Trayambakeshwar, que já recebeu personalidades como os Beatles.

Apesar das ruas movimentadas, não deixe de conhecer Nova Deli. A cidade é dividida em duas partes, a antiga, com urbanização caótica, templos e monumentos antigos e a nova, com avenidas largas, mais opções de lazer, comércio e restaurantes.

3. Peru

Não é preciso ir muito longe para desfrutar de um ano só seu. O Peru, na América do Sul, é um destino mais acessível e com boas opções de passagens aéreas baratas. O país abriga o Vale Sagrado dos Incas, boa música e uma gastronomia única.

Aproveite o ano fora para fazer um mochilão por todo o Peru e conheça as cidades de Cusco, Chiclayo e a capital Lima. Para momentos de reflexão e autoconhecimento, busque um refúgio nas montanhas de Machu Picchu, patrimônio cultural da humanidade, que além de suas belezas, reserva muita história.

Ficou com vontade de desfrutar de um ano sabático? Aproveite as dicas de destino e se programe. O ideal é um preparo de seis meses a um ano antes da viagem. O planejamento passa por organizar as finanças, conversar com a família como será o período longe da rotina corporativa e se prepare psicologicamente para todas as mudanças! Programe, se inspire e boa viagem!

Imagem: Unsplash

@ load more