Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Os cabelos coloridos fizeram muito sucesso em 2018 e, neste ano, onde as cores seguem dominando as tendências de moda, eles continuam fazendo a cabeça da mulherada por aí. Basta procurar por “inspiração cores de cabelo” no Google para perceber como os cabelos coloridos estão em alta.

E o mercado está acompanhando. Já tem linha de limpeza que mantém tonalidade por mais tempo, produtos para tratamentos que prometem milagres, além de muitas variedades de cores. A gente pira!

Mas, antes de te incentivar nessa aventura capilar, preciso compartilhar um pouquinho da minha experiência com os fios coloridos, afinal, nem tudo são flores e é sempre bom analisar os dois lados antes de tomar uma decisão.

Se você está pensando em mudar o visu, fique comigo até o final!

Sobre cabelos coloridos…

ter cabelos coloridos - azul

1. É mais caro do que dizem

O processo de descoloração necessário para garantir que a cor pegue corretamente é muito agressivo. Ao remover o pigmento do cabelo, saem também nutrientes importantes para a saúde dos fios. Você até pode ser fiel as receitinhas caseiras que existem por aí, mas pelo menos uma vez ao mês será necessário um tratamento mais profundo para recuperar tudo o que foi perdido na descoloração. Infelizmente, procedimentos profissionais ou cremes mais potentes costumam ter um preço mais alto. O ideal é conciliar produtos mais caros com os mais acessíveis para tratar seus cabelos coloridos, assim o bolso não pesa.

2. Dificilmente a cor vai ficar do jeito que você quer

Olha, em mais de 2 anos que tenho o cabelo colorido, posso contar nos dedos quantas vezes consegui chegar na cor perfeita. Isso acontece porque é preciso estar com a base bem clara – quase branca – para que o pigmento pegue corretamente, o que é muito difícil se o cabelo não é natural. Além disso, a manutenção da raiz e as tonalizações podem misturar as cores, aí já viu.

O correto é procurar um profissional que possa te orientar sobre a cor fantasia ideal de acordo com o tom de abertura alcançado. Os cabelos com base alaranjadas, por exemplo, dificilmente conseguirão um azul clarinho perfeito. Neste caso, é melhor optar por tons mais escuros, como roxo ou laranja.

3. Exige paciência

Quem não queria acordar com um cabelo à la feed de Instagram todos os dias? Uma pena que é impossível. Na vida real, os fios desbotam rápido, a raiz cresce num piscar de olhos, a gente acorda atrasada pro trabalho e não consegue escovar os fios todos os dias. Por isso, só vale a pena investir no colorido se você tiver paciência para seguir um cronograma capilar de tratamento e tiver disposição para ajeitar diariamente os fios rebeldes da forma que você gosta.

4. Ainda existe preconceito

Surreal que isso aconteça em 2019, né? O fato é que já perdi vagas de emprego por não me “encaixar com o perfil da empresa”. Claro que era sobre meu cabelo colorido. Ainda há instituições, amigos e familiares que olham torto para as coloridas. “Ai, azul? Não tinha uma cor mais normal não?” Hum…NÃO!

A luta para desassociar os cabelos coloridos da imagem negativa ainda é grande, mas seguimos tentando e tem dado certo.  =)

Bônus

Apesar de dar um trabalhão e ainda causar frisson nas ruas, o cabelo colorido é capaz de dar um UP em qualquer visual. Nada é melhor do que se olhar no espelho e estar apaixonada por quem você decidiu ser. Aliás, aqui vai a maior verdade sobre ter os fios coloridos: é uma delícia! Quando você está de bem com a vida, se amando e feliz com o que é, o que parece trabalho vira prazer.

Pegue as verdades sobre a realidade da vida colorida e use da melhor forma para se preparar antes de pintar o cabelo. E aí, já escolheu a cor? <3

Imagem: Pixabay

@ load more