Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Quer saber como reagem as pessoas ao saber que dietas não funcionam? Então vem comigo! 

Quando eu falo que dietas não funcionam, é mais ou menos assim:

* algumas pessoas levam um susto, nem conseguem entender ou ouvir argumentos, elas levam um choque e precisam de um tempo para voltar a pensar nisso;

* imediatamente lembram da primeira dieta lá que funcionou, aquela primeira, sabe. Aquela que o corpo levou um susto tão grande com a restrição que o peso foi embora rapidinho e ele – o corpo – nem teve tempo de reagir. Claro que isso só aconteceu das primeiras vezes e o corpo foi ficando cada vez mais resistente, mas a gente só lembra lá da primeira que foi lá quando você tinha 15 anos.

* a pessoa começa a lembrar de todas as pessoas que ela conhece que já emagreceram. Às vezes esta pessoa até já está gorda de novo, mas não interessa: ela ema-gre-ceu (mesmo que por 5 minutos);

* e, claro-óbvio-naturalmente, ela começa a lembrar de todas as revistas que ela já viu na vida, livros de dietas, nutricionistas da maçã e da fita métrica, etc.

O que eu acabei de falar sobre dietas é doido demais e o cérebro dela não consegue processar facilmente a nova informação.

Eu entendo.

Eu mesma demorei ANOS pra processar também. Lembro de falar timidamente pro meu personal – que riu de mim -, pra nutricionista da época – que nem prestou atenção -, pra algumas amigas que eu tava lendo alguns livros que sugeriam que dietas não funcionam… mas eu tava sozinha nessa e foram literalmente ANOS até eu estudar o suficiente e conseguir gritar na internet:

DIETAS NÃO FUNCIONAM A LONGO PRAZO, jovens.

Emagrecer pode ser fácil, manter é impossível sem um esforço gigantesco que pode custar sua saúde mental e até sua vida.

Uma outra reação bem comum ao ouvir que dietas não funcionam é pular imediatamente pra uma imagem mental de total orgia alimentar. Imaginar que se não é pra fazer dieta, então tá tudo liberado. Tudo. A qualquer hora. De qualquer jeito. Como se não fazer dieta fosse viver a base de pizza, coca-cola e brigadeiro pra sempre, e nunca mais comer um brócolis ou uma maçã na vida.

Não, né.

A verdade…

A verdade é que dietas restritivas só funcionam das primeiras vezes, depois disso nosso corpo vai gradualmente entrando em resistência, vai ficando cada vez mais difícil e, ao invés de percebermos isso, nos sentimos fracassadas, envergonhadas, tristes e como o estímulo da mídia para emagrecer é constante, acreditamos que emagrecer é praticamente uma obrigação e adivinha: NÃO É! O seu objetivo de vida aqui na terra é ser você, do jeito que você é, com suas características, defeitos, qualidades e buscando evoluir sempre.

E evoluir integralmente: corpo, mente, espírito, emoções e não você não precisa só pagar boletos e fazer dieta. A vida é bem mais que isso quando a gente para de focar tanto na nossa aparência.

Mas se dietas não funcionam… o que fazer?

Um comportamento comum de quem faz dieta é o pensamento 8 ou 80. Ou restrição total ou libera geral. Tudo ou nada.

E o desafio aqui é encontrar o equilíbrio. Nem restrição, nem compulsão. Ao abandonar as dietas, passamos por um período de re-conhecimento do nosso corpo e de lua de mel com a comida (que não precisa ser longo e com acompanhamento de profissional preparado pode ser muito mais rápido).

O objetivo é entender a relação com a comida, mudar a relação com o corpo de forma que sim, os cuidados com a saúde estejam sempre presentes, mas que a corpo/peso/comida não ocupem 80% da preocupação do dia.

É como eu sempre digo: você – e não a comida – no centro da vida. Aí sim a vida fica mais leve, mais divertida, com menos medos e cobranças.

Lembra que eu falei lá no começo do texto das pessoas que levam um susto? Então, essas pessoas às vezes ficam um tempão em negação, tentam mais meia dúzia de dietas, lutam pra provar que dietas funcionam sim, até que cansam de lutar. Lutar contra essa verdade que dói porque destrói castelos, sonhos, crenças de uma vida toda. Dá raiva, a gente se sente enganada… “por que acreditei nisso minha vida inteira? por que ninguém me contou isso antes? Por que não tá todo mundo falando isso? POR QUÊÊÊ?”

Olha, eu até hoje às vezes me pergunto POR QUÊÊÊÊ?, sabe…

Eu não sei em que momento este texto tá chegando pra você. Não sei se tudo que eu disse é super óbvio e se você já sabe, se você está chocada e desconfiada ou se ficou super empolgada em saber que você não está sozinha, que 98% das mulheres recuperam o peso perdido com dietas restritivas.

Mas quero que você não esqueça que você tem valor independente da sua aparência, que seu peso não pode determinar seu destino, sua felicidade e sua autoestima e o principal: já está na hora de você se tornar o que você veio pra ser nesta vida. Independente do tamanho da sua roupa.

Imagem: Unsplash

@ load more