Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Mulher, não seria sensacional se você soubesse exatamente o que vão te perguntar na próxima entrevista de emprego? Não, calma. Melhor ainda: se você também soubesse como respondê-las? Bem… embora não possamos ler mentes, infelizmente, nós vamos te dar um presente quase tão incrível quanto uma bola de cristal.

Hoje é dia de listinha, bebê!

Apesar de não recomendarmos uma resposta pronta para cada pergunta que fizerem na entrevista, o ideal é que você separe algum tempinho para se acostumar com o que pode ser perguntado e ter uma noção, é claro, do que os gerentes de contratação realmente estão procurando para a vaga.

Por isso, montamos uma listinha com as perguntas mais comuns desse meio e como se sair muito bem nelas! Porém, lembre-se de adicionar seu toque especial, ok? Seja você mesma que o resto se fará sozinho!

Bora lá?

Entrevista de emprego: as perguntas mais comuns e como respondê-las

entrevista de emprego

1. Conte-me um pouco sobre você

Essa é, talvez, a primeira pergunta que você terá que responder. Saiba que ela não é uma oportunidade para declamar toda a história da sua vida, e muito menos fazer um resumo do seu currículo. A dica de ouro que vou te é a seguinte: essa pode ser sua primeira e MELHOR chance de convencer o entrevistador de que você é a pessoa certa para esse trabalho.

Para isso, existe uma fórmula muito massa que você pode seguir para mandar bem nessa fase. Ela se chama Presente-Passado-Futuro. Primeiro, você vai falar sobre o presente (o que você está fazendo agora). Depois, siga para o passado (fale um pouco sobre suas experiências prévias e as habilidades que você ganhou com elas). Por fim, termine com o futuro (explique por que você está empolgada com essa vaga em particular).

Então ó, exemplinho básico:

“Então, Luísa… conte-me um pouco sobre você”

“Bem, atualmente sou colunista do Superela, onde produzo e reviso alguns conteúdos para o site. Antes disso, trabalhei para o setor de Marketing de uma empresa no ramo de Cachaças (e é verdade mesmo, gente. Até curso de como produzir a caninha eu fiz) e, embora eu tenha gostado muito do trabalho que fiz, adoraria ter a oportunidade de conhecer ainda mais sua empresa. Devo admitir que fiquei bastante entusiasmada quando a vaga abriu.”

Essa fala (e aí é claro que você vai trocar minhas experiências pelas suas, né) vai abrir espaço para uma SÉRIE de perguntas que o entrevistador fará. Então, é difícil prever o que pode acontecer em seguida. Por isso, algumas dicas que você deve ter em mente são as seguintes:

  • Suas respostas devem levar em conta suas experiências e habilidades mais relevantes para a vaga em questão. Não precisa expor todo seu passado profissional;
  • Não tenha medo de relaxar um pouco. Pode contar (com bom senso, é claro) histórias, piadas etc. Esse tipo de comportamento gera empatia e, como o entrevistador já tem seu currículo, o que ele quer mesmo com essa pergunta é conhecer um pouco mais sobre você. Mas ó: PARCIMÔNIA, ok? Não fique meia hora falando, evite piadas inapropriadas e polêmicas, e procure ser o mais sucinta e clara o possível.

2. Como você ficou sabendo sobre nossa empresa e/ou a vaga em questão?

entrevista de emprego

Assim que você falar que ficou empolgada com a vaga, uma das perguntas mais prováveis que devem fazer a você é essa. Então, aproveite essa oportunidade para se destacar e mostrar sua paixão e conexão com a empresa.

Exemplinhos:

  • Se você ficou sabendo da vaga por um amigo ou contato profissional, nomeie essa pessoa e compartilhe por que você ficou tão empolgada com a informação;
  • Se você descobriu a empresa através de um evento, publicidade, artigo ou até mesmo classificados, não tenha vergonha em contar isso.

Diquinha de ouro para uma entrevista de emprego mais massa ainda:

Seja objetiva na hora de falar o que te motivou a mandar o currículo. Afinal, essa parte é apenas um complemento da resposta principal, que é COMO DIABOS você ficou sabendo da vaga e empresa. Então peloamor, não me vá contar o que você comeu no café da manhã enquanto olhava o jornal e achou o anúncio, ein.

3. Você está familiarizada com o que a empresa faz?

Essa pergunta é uma das principais em qualquer entrevista de emprego. Saiba que qualquer pessoa pode ler a parte de “SOBRE NÓS” da empresa e sair vomitando tudo o que absorveu de forma superficial. Acontece que quando os entrevistadores perguntam isso, eles não estão necessariamente tentando avaliar se você entende a missão da empresa, mas sim se você se importa com isso.

Então comece com uma resposta que mostre que você entende os objetivos da empresa, usando algumas palavras-chave e frases do site se quiser. Depois, faça disso algo mais pessoal. Diga coisas do tipo: “Pessoalmente, me sinto atraída por essa missão porque …” ou “Eu realmente acredito nessa abordagem porque …” e tente relacionar essa resposta com algo do seu dia-a-dia.

Exemplinho:

“Sei que o Superela é um site dedicado a empoderar as mulheres de forma diversificada, saindo dos padrões e estereótipos que conhecemos, e isso é muito importante para mim porque, no dia-a-dia, conheço muitas pessoas que procuram por outros assuntos que não se resumem a maquiagens, moda e cabelos.” 

4. Por que você quer este trabalho?

Clássica, né?

Mais uma vez, as empresas querem contratar pessoas que são apaixonadas pelo trabalho que elas estão oferecendo, então você deve ter uma ótima resposta sobre por que você quer o cargo. Para isso, identifique alguns fatores-chave que tornam essa vaga uma excelente opção para você.

Exemplinho:

“Adoro escrever porque, além de ser um hobbie para mim, é uma forma de ajudar e informar outras pessoas sobre o que está acontecendo no mundo etc.”

Aí, o pulo do gato é falar, depois, por que você acha massa o que a empresa faz.

Exemplinho 2:

“Sempre fui apaixonada por escrever e ajudar pessoas, principalmente mulheres, e acho que o Superela faz isso bem demais, então quero fazer parte disso também.”

5. Quais são seus pontos fortes?

entrevista de emprego

Ao responder a essa pergunta, compartilhe seus verdadeiros pontos fortes, sabe? Não caia no erro de responder aquilo que você acha que o entrevistador quer ouvir. Além disso, escolha características relevantes à posição específica. Por exemplo: eu, Luísa, sou muito boa em vídeo games, mas isso não me ajuda em NADA a desempenhar um papel foda para o Superela, sacou?

Uma dica importante também é ser específica. Ao invés de falar “ah, eu tenho ótimas habilidades pessoais”, fale que “você sabe se relacionar bem com as pessoas”, que “você é direta ao ponto” e por aí vai.

Por fim, dê exemplos reais desses seus pontos e como eles fizeram bem para sua carreira profissional.

Exemplinho:

“Me considero muito boa na escrita e acredito que sou de fácil convívio. Chegou em um momento de meu emprego passado em que eu era responsável por todos os posts do site e, constantemente, escutava que “comigo não tinha tempo ruim.”

6. Quais são suas principais fraquezas?

A hora da “pergunta mais pegadinha do século” finalmente chegou. O que o entrevistador está realmente tentando saber com essa questão (além de identificar suas fraquezas) é avaliar sua autoconsciência e honestidade. Então, responder coisas do tipo “nunca fui capaz de cumprir um prazo na vida” ou “não tenho pontos fracos, sou perfeita” não são boas opções.

O segredo é encontrar um equilíbrio entre essas duas respostas e pensar em algo que você realmente luta diariamente para mudar.

Exemplinho:

“Falar em público em ocasiões importantes nunca foi meu forte. Ou eu me embaralho toda, ou me emociono, ou esqueço o que vou falar etc. Porém, de uns tempos pra cá, venho tentando mudar isso me oferecendo para apresentar alguns trabalhos durante as reuniões da empresa, falar coisas bonitinhas em eventos familiares sem cair no choro e por aí vai.” 

Dica de ouro para uma entrevista de emprego tranquila: ANSIEDADE é, realmente, uma fraqueza, mas sérião? Seja mais criativa. Afinal, essa praga é a doença do século XXI. Me apresente UMA PESSOA que não sofre desse mal e eu te pago uma coxinha com catupiry ainda.

7. Onde você se vê daqui a cinco anos?

Nó.. se eu ganhasse 1 real pra cada vez que tive que responder essa pergunta…. aiai. Enfim:

Se te fizerem essa pergunta durante a entrevista de emprego, seja honesta e específica sobre seus objetivos futuros. Porém, para facilitar sua vida e te direcionar um pouco melhor, considere esses seguintes fatores:

Uma gerente de contratação quer saber

  • se você é capaz de definir expectativas realistas para sua carreira;
  • se você tem ambição;
  • se a posição se alinha com seus objetivos de crescimento.

A melhor opção é pensar de forma realista e responder nesse sentido. E se a vaga não for necessariamente um caminho massa para suas aspirações, não sinta medo de dizer que você não tem certeza do que o futuro te reserva. Deixe claro, porém, que você vê nessa vaga um passo importante para te ajudar a tomar tal decisão (o que não deixa MESMO de ser verdade, né não?).

8. Qual foi a sua maior conquista profissional?

entrevista de emprego

Nada melhor que um histórico de resultados surpreendentes em trabalhos anteriores para convencer alguém durante uma entrevista de emprego a te contratar. Por isso, não seja tímida ao responder esta pergunta.

Uma ótima maneira de fazer isso é usando o método STAR: dê um contexto para a situação de forma RÁPIDA (exemplinho: “No meu último trabalho como redatora, foi meu papel produzir conteúdos de relevância para mulheres que se destacassem nas pesquisas do Google”). Depois, mas gaste a maior parte do seu tempo descrevendo o que você realmente fez e o resultado alcançado.

Exemplinho final:

“Pesquisei em ferramentas de palavras-chaves assuntos que as mulheres procuravam muito na internet. Encontrei o termo “dores durante o orgasmo”. Entrevistei pessoas especialistas nesse assunto e fiz um texto com todas as causas possíveis para esse problema e, é claro, orientei a leitora a procurar por ajuda profissional assim que puder. O resultado foi surpreendente e, em menos de uma semana, o post já estava na primeira página de pesquisa do Google.”

9. Qual foi o maior desafio ou conflito que você enfrentou no trabalho? Como você lidou com isso?

Mulher, sem desespero. Ao fazer esta pergunta, a entrevistadora quer ter uma noção de como você se comporta em uma situação de conflito. E ó: nem tente mentir porque essas pessoas são especialistas em saber se o que você está dizendo é verdade ou não.

Mais uma vez, use o método STAR. Dê contexto, gaste maior parte do tempo contando o que você pensou para solucioná-lo e quais foram os resultados.

Exemplinho:

“Me colocaram para tocar um projeto o qual não sabia nada sobre. Estudei bastante sobre o assunto, fiz todas as perguntas que achei necessário, dediquei um tempo da minha jornada para me dedicar a essa tarefa, me estressei um pouco mas, no final, deu tudo certo e tal projeto ajudou nosso setor a superar a meta x.”

Enfim…

entrevista de emprego

Mulher, não se preocupe. Procure ser o mais sincera possível, certifique-se de seguir essas dicas e tire todo o aprendizado que puder dessa entrevista de emprego para as próximas. E se você não conseguir a vaga, não se preocupe mesmo, o problema raramente está com você. De vez em quando acontece do perfil da pessoa que eles querem não se encaixar no nosso e por aí vai.

Não ser contratada não é, em hipótese alguma, um sinal de que você não é competente, ok? Apenas erga a cabeça, aprenda com seus erros e bola pra frente!

Imagem: via @FatosEx


E o que vocês responderiam a essa pergunta sobre entrevista de emprego, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more