Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Há algumas semanas estão circulando pela internet prints de alguns comentários feitos em uma foto que a nossa eterna rainha dos baixinhos, Xuxa Meneguel, postou em seu Instagram. Esses comentários me deixaram bem intrigada, e me fizeram refletir a respeito.

Embora, felizmente a maior parte das pessoas que compartilhou os prints tenha desaprovado os comentários maldosos e saído em defesa de Xuxa, eu pensei o quanto, principalmente nós mulheres, colaboramos com esse tipo de pensamento e o quanto somos reféns disso.

Calma, se você não está entendendo nada eu vou explicar.

A foto em questão, é uma selfie que Xuxa havia feito com o intuito de enaltecera cor da água do mar que aparecia atrás dela, mas não foi isso que chamou a atenção de algumas pessoas.

 

View this post on Instagram

Olha a cor dessa água! Lindo né?!?

A post shared by Xuxa Meneghel (@xuxamenegheloficial) on

 

Muitos internautas começaram a perguntar o que havia acontecido com a cantora/apresentadora, e por que diabos ela estava tão velha. Falaram a respeito de suas rugas, de sua pele, fizeram comentários extremamente maldosos, e desnecessários.

Ao analisar aquela situação eu comecei a me perguntar por que os sintomas de envelhecimento causavam tanta estranheza e repúdio nas pessoas se é uma coisa natural e que inevitavelmente acontecerá com todo mundo.

Mais uma vez encontrei resquícios do machismo nisso tudo, quando me dei conta de que o envelhecimento é algo extremamente desagradável para as mulheres enquanto que para os homens é sinal de sedução.

Para serem aceitas, as mulheres precisam se enquadrar em padrões inalcançáveis, o que trás muita frustração para a maioria de nós, que nunca está satisfeita com o próprio corpo, com o cabelo, com a pele…

Na visão da sociedade um homem mais velho é um homem maduro, sábio, sério e se tiver seus cabelos grisalhos então, é considerado sedutor e chega a arrancar suspiros das mulheres.

Enquanto que no universo feminino, um fio de cabelo branco é motivo de desespero, e mais alguns fios já é motivo para correr na farmácia e comprar um tinta para esconder imediatamente essa aberração que é o cabelo branco na cabeça de uma mulher.

Mulheres não podem ser quem são, mulheres não podem envelhecer, não podem deixar seus pelos a mostra, não podem falar abertamente sobre menstruação, nem mesmo sobre sua libido e seus desejos, mulheres têm que usar produtos para inibir o cheiro natural de sua vagina, e têm que fazer procedimentos de clareamento ou mutilação, para diminuir, clarear, modificar aquilo que nasceu com elas mas se torna motivo de vergonha, tudo que é natural da mulher é rebaixado, e tem que ser arrancado, escondido, guardado debaixo de sete chaves.

Nós estamos nos tornando cada vez mais reféns desse padrão e estamos dando muito dinheiro para a industria de “beleza”, eles ficam ricos as custas da nossa dor.

O que mais me entristeceu nessa história toda, é que muitos dos comentários maldosos vieram de mulheres, mulheres que também vão envelhecer, mulheres que também passam por toda essa pressão e não conseguem enxergar que estão nos prendendo dentro de um ringue, como galos de luta, onde nos fazem acreditar que somos rivais e lucram com isso.

Meninas começam a virar escravas desse comércio cada vez mais cedo e isso é muito triste e preocupante. Se paramos para pensar podemos ver que estamos muito longe de passar por cima de tudo isso e quebrar esses padrões que nos impõem, uma vez que até nós mesmas que já nos demos conta do quão cruel isso tudo é. Continuamos pintando nossos cabelos, escondendo o absorvente quando levantamos da cadeira do trabalho para irmos ao banheiro trocar, continuamos fazendo Botox ou usando cremes para retardar o aparecimento de rugas e linhas de expressão, depilação a cada duas semanas, maquiagem todos os dias, ou somente nos olhando no espelho e ficando frustradas com o que vemos, pois percebemos as mudanças que o tempo nos trouxe.

Mulheres buscando ficar dentro dos padrões que a sociedade exige, são como aqueles ratinhos na esteira correndo atrás da comida, nunca alcançaremos, mas vamos continuar contribuindo com o mercado incansavelmente.

Está mais do que na hora de dar um basta nisso, mulheres não precisam parecer com uma boneca até o fim de suas vidas para agradar homens, e muito menos continuar dizendo que fazem tudo isso para agradar a si mesmas, porque sabemos que isso é uma desculpa que usamos para não assumirmos para nós mesmas que fazemos essas coisas porque não conseguimos resistir a  pressão que a sociedade coloca sobre nós.

Tá tudo bem admitir que fazemos muitas coisas porque nos sentimos pressionadas, quanto mais conscientes nos tornarmos, mais perto estaremos de nos libertar. Assim como também está tudo bem envelhecer, faz parte do ciclo da vida, está tudo bem ter marcas de expressão, está tudo bem ter estrias e celulite, está tudo bem que a pele fique flácida com o passar do tempo, que os cabelos fiquem brancos, o que não está tudo bem é ficar intacto por fora e podre por dentro, cheio de ódio e sentimentos ruins, atacando as outras pessoas.

No final todos nós vamos envelhecer, não tem como escapar disso.

E quando esse dia chegar, mais importante do que ter alguém dentro do padrão ao nosso lado, será ter alguém que nos aceite como somos. Vamos parar de destruir aquilo que é natural em nós, o ciclo da vida é lindo, e é muito mais do que o corpo e os bens materiais que conquistamos aqui, no dia em que entendermos isso, vamos dar muito mais importância ao que tem dentro, do que a aparência externa.

Imagem: Unsplash

@ load more