Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

São longos dias quando se espera os dias passarem, as horas no ponteiro parecem rir com desdém dos rostos angustiados, e apesar das centenas de obrigações e cordialidades diárias o tempo não passa. As coisas andam mornas por aqui, passo meus dias esperando o fim de semana, e quando ele acaba, tudo se repete.

Enquanto brinco de esperar o tempo passar, a vida escorre, se esvai.

E não foi assim que imaginei quando perguntavam o que que eu queria ser quando crescer. Ultimamente tenho pensado bastante sobre isso, tentando encontrar a peça que falta. E bem, talvez tenha encontrado, é chagada a hora de mudança. A rotina cotidiana está me engolindo, estou me tornado o “robô” que mais temia, faço as mesmas coisas dezenas de vezes por semana, de um modo automático, já não me questiono sobre o valor que tal ação possa ter, ou qual é o sentido de fazê-la, apenas faço porque é necessário.

Sempre condenei vidas assim, mas deixei que o piloto automático tomasse conta de quem eu sou, por medo de arriscar, medo de ficar sozinha, por aceitar a mediocridade. E agora me encontro nesse emaranhado de vazios que sufocam.

Eu sei que a vida pode ser mais que isso, mais que esperar o meio-dia, mais que esperar o lanche das quatro para as vezes trocar conversas interessantes com alguns colegas, mais que esperar o fim do expediente, a vida pode ser mais do que apenas esperar o tempo passar.

Nem percebemos, mas quanto mais queremos que o tempo passe, menos tempo temos. Parece que estou vomitando clichês, e em outras épocas até acharia piegas, mas nunca fez tanto sentido. Alguns diriam, bem-vindo a vida adulta, mas é porque a maioria já se conformou com a vida que leva, se tornam pessimistas e amargurados, por terem esperado demais e feito muito pouco.

Deixaram, que o piloto automático tomasse conta, e nada restou a não ser cumprir obrigações que um dia não gostavam, e que agora já não se importam. Eu sei que a vida não são rosas aromatizadas, aprendi que o mundo real é hostil, e se você não se moldar baseado nos seus valores, o mundo te molda como ele é. Eu não posso deixar que isso me contamine.

Não aceito ser infectava pelo conformismo.

Então eu cansei, não quero uma vida morna, quero fazer coisas diferentes, quero ser alguém melhor, quero prestar atenção nos detalhes e me encantar por eles. Quero ter uma boa conversa com um estranho na rua, quero aceitar as pessoas sem julgá-las pelos seus erros, quero olhar o mundo feito criança que aprende a desbravar o armário de panelas.

Quero encontrar uma causa nobre e lutar por ela, ao acordar quero sentir prazer em estar viva, quero amar o que eu faço, e fazer até não poder mais, quero viver feito gente que sente de verdade. E isso meus amigos, não é utopia, não é como desejar acordar podre de rico em Dubai, não é apenas um refúgio por meio de palavras, isso é o que a vida precisa desesperadamente ser!

Imagem: Unsplash

@ load more