Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Eu sou a minha prioridade.

Já tive um milhão de prioridades e nenhuma delas me fez feliz.

Priorizei pessoas. Tudo o que encontrei pelo caminho foram decepções, frustrações e ingratidão. Sei que ninguém é obrigado a corresponder às minhas expectativas. Entendi que pessoas são livres como pássaros. É inútil depositar esperanças em quem quer que seja… Mais cedo ou mais tarde elas vão sair voando por aí, no rumo de novas estações, novos lugares, novas alegrias. E não há nada que você possa fazer para evitar. Tudo o que está ao seu alcance é apenas uma escolha: ficar para trás, ou trilhar novos caminhos. Você também pode ser pássaro.

Priorizei sonhos e planos. Tudo o que encontrei pelo caminho foram irrealizações. Nada saiu como planejei. Projetos jogados no lixo. Castelos de areia arruinados pelas ondas da vida. Esses dias ouvi uma frase que me chamou atenção… ela diz assim: “Se quiser fazer Deus rir, faça planos.” Essa é uma verdade. O amanhã é um mistério absoluto. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Viver é estar exposto a todo tipo de “acaso”. Alegrias, mortes, amores, perdas e paixões. Tudo muda. Pura transitoriedade. E diante das insatisfações, você tem apenas uma escolha: rebelar-se contra elas ou aprender com tudo o que te acontece. Você pode ser sábio.

Priorizei opiniões de pessoas que eu amava. E tudo o que encontrei pelo caminho foi infelicidade… Uma sensação de “não pertencimento”. Esse é o medo de não ser amado. E de modo absolutamente inconsciente, você acaba direcionando todos os seus esforços para agradar às pessoas que são importantes pra ti. Tudo o que você quer é se sentir aceito, acolhido, amado… E sem perceber você acaba construindo uma vida que não tem nada a ver com a sua essência. Nesses casos a tristeza transborda, toma conta do corpo, da alma, do coração. Quanto mais você se esforça para se sentir amado por todos, mais você se sente abandonado

Isso acontece porque tu se abandonou.

minha prioridade

Eu me abandonei… às vezes, sem perceber, você se torna o seu pior inimigo. Sem querer você começa a plantar dentro de si mesmo todo tipo de sentimento venenoso. Saudades exageradas, inconformismos e rebeldias. Raiva da vida, de pessoas e até do destino. Ódios incontroláveis, mágoas gigantescas. Pare e pense, sinta e reflita, você é uma pessoa digna, inteligente. Alguém que só quer amar, mas que talvez tenha cultivado os sentimentos errados aí dentro.

E é por isso que decidi rasgar as páginas, jogar o livro fora, queimá-lo, torná-lo pó… Cinzas. É tempo de novas histórias, páginas em branco e capítulos interessantes.

Abandonei as opiniões alheias e os sonhos inventados pela minha cabeça de vento. Deixei que as pessoas trilhassem seus caminhos distantes, sem plantar mágoa dentro de mim. E acredite, não foi nada fácil… Mas foi extremamente necessário. Essencial.

O segredo da vida é entrar em harmonia com a realidade como ela se apresenta. Fazer as pazes com essas dores, que por muitas vezes são inúteis e criadas por nós mesmos.

Meu grande objetivo?! Tornar-me um ser que se ama, se acolhe e, acima de tudo, se conhece. Alguém que se perdoa, sem se julgar. Meu grande sonho?! Apreciar a existência, desfrutar da única ferramenta que tenho nas mãos para ser feliz: O presente.

Eu me tornei a minha prioridade.

Imagem: Pexels


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more