Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

A zona de conforto é a inimiga número um de uma vida boa. Como já diz o próprio nome, lá a gente se sente confortável. É tudo mais fácil, mais prático, simples e também mais caro. Por isso, quando você começa a pensar fora da caixa, começa a economizar, e o bolso agradece.

Quer ver como sair da zona de conforto pode mudar todas as áreas da sua vida?

1. Na moda

Eu sei como é difícil resistir a tentação de comprar um look novo a cada evento. Isso porque encontrar uma combinação pronta na loja é mais prático e vem com certeza de que você vai arrasar no rolê. Essa é a sua zona de conforto fashion dizendo que não tem porque se preocupar, é só ir no shopping que você vai encontrar tudo prontinho, sem dúvidas!

Mas, se você pensar de outra forma e usar a criatividade para explorar as peças que já tem no seu guarda-roupa, pode economizar uma grana e ainda desfila um estilo único por aí – afinal, na loja o look está de mão beijada para todas, né?

Dica: experimente mesclar peças que você tem há muito tempo e nunca usou junto. Solte a criatividade e monte combinações loucas! Aposto que tem muita coisa perdida lá no fundo do baú.

2. Nos estudos

Decidir aprender uma coisa nova e se matricular em um curso que tem o plano de aula preparado, com o cronograma das matérias, tópicos que serão abordados e horário de estudos é ótimo, mas também tem seu preço. Sair da zona de conforto nesse caso é ser autodidata e correr atrás do conhecimento.

Decida o que você quer aprender e gaste menos com cursos e mais com livros e pesquisas. Reserve um horário para estudar, como se fosse o tempo do curso, e se dedique a aprender o máximo. Dá um pouco mais de trabalho, mas com organização e comprometimento você sai da zona de conforto e aprende muito!

Conheço uma pessoa que possui um cargo muito bom em uma grande empresa e é adepta ao autodidatismo. É puro sucesso!

3. No lazer

Procurar passeios mais baratos requer disposição, mas é mais econômico. Dentro da zona de conforto no lazer temos: shopping, baladas e bares – essas opções de entretenimento mais populares costumam custar no mínimo R$ 50, principalmente quando você morre de vergonha de dividir a comanda com as amigas ou o boy.

Experimente mudar a rota e pensar em coisas diferentes para fazer no final de semana. Você pode marcar de conhecer os pontos turísticos da cidade ao invés de cair na tentação de ir ao shopping ou testar receitas novas no lugar de pedir aquela pizza prática e cara.

E para quem não abre mão do bar na sexta-feira, a opção é pesquisar por bares mais baratos e diferentes, longe dos bairros que viram points na sexta-feira. Existem mil formas de se divertir gastando pouco, você só precisa sair um pouco da programação de sempre.

“A vida começa no final de sua zona de conforto.” Neale Donald Walsch

Imagem: Unsplash

@ load more