Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Uma das dificuldades da nossa geração é entender como driblar tudo o que os padrões de beleza nos dizem diariamente. Eles falam que precisamos ser bonitas, inteligentes, boas de cama… Que temos que casar e ter filhos, sermos boas esposas e mães. Um equilíbrio entre santa e puta. É muita pressão envolvendo o nosso corpo e a nossa aparência e a gente não sabe como se sentir bonita diante disso tudo.

Tem um motivo: a forma como a nossa sociedade foi construída coloca as mulheres num patamar diferente dos homens e, por causa disso, a nossa aparência virou um fator determinante nas nossas vidas. Mulheres bonitas e magras são mais felizes do que as gordas e feias. Se você tiver barriguinha não vai encontrar um marido e o mesmo vale para as estrias e celulites.

Isso significa que para as meninas mais novas ainda é difícil aprender a se sentir bonita – o mundo está mais desconstruído do que há dez anos, mas isso não quer dizer que os padrões de beleza sumiram e que todas as mulheres são aceitas exatamente como são. A pergunta que fica, então, é como nós podemos contribuir para esse movimento, e como incentivar qualquer mulher a se sentir bonita independentemente da sua aparência.

A gente precisa começar reforçando, aliás, que beleza não depende da aparência física – e esse é um conceito tão relativo que muda de uma pessoa para outra. Por isso essa dúvida é tão real e palpável, como fazer as pessoas se sentirem bonitas, se cada uma entende beleza de um jeito?

É óbvio que a gente consegue encontrar um lugar comum para falar sobre o assunto e adaptar pequenas atitudes nossas que, no dia a dia, vão colaborar para que qualquer pessoa se sinta bonita.

1.Elogie o caráter de uma mulher

Gentileza é lindo e quando a gente elogia alguém pelo o que essa pessoa é, e não pela a sua aparência, ela começa a entender que o reflexo no espelho não é tudo.

2.Mas pode elogiar a roupa também

Isso não quer dizer que é proibido você dizer que uma pessoa ‘está bonita hoje’, ou que você amou o sapato de alguém que viu na rua. Pode elogiar, sim! Essa é uma maneira de você mostrar apreço pelas escolhas de alguém e acabar com essa ideia de que só porque uma mulher está bonita as outras estão feias (lembra da nossa conversa sobre rivalidade feminina?). Mas lembre-se que esse elogio tem que ser sincero e, se possível, sempre equilibre elogios de aparência com os de caráter.

3.Ensine a gentileza

Já reparou que pessoas gentis são mais bonitas? E isso não está ligado à aparência em si, mas com o interesse que essa pessoa tem nos outros, a ponto de ser gentil com todas sem distinção.

4.Trabalhe o interesse

A gente não se acha bonita porque passa o tempo todo focada em si mesma, já reparou? Incentivar a beleza, sua e dos outros, implica que você deixa de olhar para você para buscar a beleza no outro. Ou seja, trabalhe o interesse que você tem pelas outras pessoas e pare de olhar tanto para si para observar e entender os outros de verdade. Você vai perceber que cada um tem a sua beleza – e isso só pode significar que você tem a sua também!

5.Incentive o autoconhecimento

A pessoa que se sente bonita se conhece – e sabe que o reflexo que ela vê no espelho é apenas um aparte de quem ela é. Conhecer a si mesma é essencial para reconhecer a sua própria beleza e saber mais sobre quem você é e o que você espera do mundo e de si mesma.

6.Busque referências reais

Ao invés de consumir o tempo todo as referências que vemos na televisão e nas revistas de moda, use a internet para o seu bem: procure mulheres que são parecidas com você e promovam um ambiente de aceitação. Compartilhe essas referências com outras mulheres também e incentive-as a fazer o mesmo! Assim, vocês criam uma corrente de good vibes entre si e na internet como um todo.

Lembre-se: você não precisa de uma maquiagem impecável ou das roupas da moda para se sentir bonita. Precisa amar – a si mesma e aos outros – e perceber que tudo o que é belo não precisa ser bonito como dizem as revistas. Na verdade, a gente tem que aceitar que as revistas estão fazendo o que todo mundo faz, dando uma opinião. É uma escolha nossa ouvir o que elas tem a dizer (ou não).

Foto: StockSnap


O que você faz para se sentir bonita? Conte para a gente respondendo a pergunta abaixo ou clicando aqui.


@ load more
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤