Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Recentemente, o Padre Fábio de Melo gravou um vídeo bem informal no seu perfil do Instagram, falando sobre mágoas e como lidar com elas. E eu, que fui lá ouvir sem pretensão alguma, nunca mais enxerguei esse assunto do mesmo jeito e ao final, também repeti suas palavras em alto e bom som:

“Dona VIDA, a senhora não me deve nada!”

Além de sua formação em teologia e filosofia, ser cantor, compositor, escritor e professor universitário, Padre Fábio de Melo é poeta. Talvez por isso consiga perceber, compreender e tocar tão profundamente a alma humana, a minha, inclusive e de maneira generosa.

Você pode assistir aos stories no perfil dele, está nos destaques como Mágoas 1 e 2, como pode ver abaixo:

Padre Fábio de Melo

Instagram: @pefabiodemelo

Compartilho aqui nove lições sobre mágoas, que talvez possa lhe ajudar a lidar com as suas, caso haja alguma, claro.

Lições sobre mágoa para te fazer seguir em frente

1. “O trauma é um acontecimento que não coube dentro da gente”

Numa fase da vida fui traumatizado (a) pela fala de alguém e não soube acomodar (isso) dentro de mim. O trauma é minha incapacidade de guardar de forma positiva aquilo que eu vivi e chega um momento na vida que tudo vem à tona: As faturas do (que foi) vivido sempre chegarão a nossas mãos.

2. “Essa incapacidade de guardar dentro de nós, de armazenar de forma harmoniosa o que a gente viveu, geralmente leva a culpa”

Então eu me sinto culpado porque eu não dei conta, porque eu fui reprovado, porque eu fracassei, porque minha meta não foi cumprida. Eu posso me sentir arrependido de alguma coisa que eu reconheço que não deu certo porque errei em alguns pontos, não calculei bem ou não fiz as melhores escolhas.

3. “Quando a gente vive essa reconciliação diária com o que nos aconteceu, não vai dormir com os ressentimentos e é isso que nos livra de nos sentirmos vitimas”

Na verdade, esse é o fato que nos paralisa: Quando a gente começa a se interpretar com ‘vitimismo’. Fica muito mais leve olhar para a vida, por mais difícil que ela seja (e ela é difícil para todos nós), olhar bem nos olhos dela e dizer:

Dona Vida a senhora não me deve nada, tá tudo certo, pode continuar porque tá tudo certo!

4. “Sob o efeito da mágoa a gente perde a capacidade de perceber o que a vida está nos oferecendo, porque a mágoa ocupa muito espaço no contexto de nossas emoções:”

Quando estamos magoados, ficamos, naturalmente, muito privados de perceber o que está nos rodeando, o que é positivo e que merecia ser vivido com muito mais intensidade.

5. “Você ouviu um monte de coisas boas ao longo do dia e de repente você ouviu uma que era desagradável e resolveu guardar o que era desagradável, mais defeituoso”

Nós temos uma natural tendência em observar o que não é a melhor parte e as vezes alimenta isso de forma inconsciente. Mas se a gente não coloca um filtro para inibir o que chega e o que cresce dentro de nós, a gente morre antes da hora.

6. “Quando eu como alguma coisa, o meu organismo precisa metabolizar, ele transforma o alimento em mim e o alimento passa a fazer parte de mim. A mesma coisa são as emoções, os sentimentos”

Então se se eu me sinto magoado, se eu aceito a ofensa que o outro me causa (porque a ofensa só fica dentro de nós quando a gente aceita), então eu vou levando essa mágoa e ela vai se tornando um estilo de vida.

Observe como às vezes somos rodeados de pessoas amargas, insatisfeitas, infelizes e que se expressam muito através da ingratidão. As vezes nós somos essas pessoas que manifestam a mágoa através da ingratidão.
O fato é, minha gente, que não existe receita mágica, a gente precisa aprender a lidar com tudo o que nos magoa.

7. “Eu tenho assumido uma regra de vida, sabe? Só deixo demorar dentro de mim até eu aprender o que preciso aprender com aquilo: Com o acontecimento que me machucou, me chateou”

A crítica que eu achei que fosse injusta fica dentro de mim o tempo exato para me fazer pensar se faz sentido ou não aquilo que eu ouvi. Quando não faz sentido eu imediatamente mando embora.

8. “E como é que a gente manda embora? Substituindo por coisas boas. A mente não pode ser ocupada por dois pensamentos ao mesmo tempo”

Então, se eu escolho pensar no que me magoou, a mágoa vai prevalecer. Mas se eu substituo por um sentimento bom que às vezes pode chegar até mim através de uma música, de uma leitura, então vai conseguindo amenizar.

9. “O certo é que não somos um baú de lixo, de sentimentos estragados, e não faz sentido carregar sentimentos que sabemos que são nocivos, que nos adoecem emocionalmente e fisicamente”

A ciência nos ensina que as mágoas quando não são digeridas, não são metabolizadas, não são jogadas fora, nos adoecem, elas nos matam antes da hora.

Querido Padre Fábio, muito obrigada por suas palavras! 

Imagem: Unsplash

@ load more