Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Ao decorrer dessa viagem louca que é a vida, decepções amorosas sempre surgem e mesmo colocando o coração literalmente de frente na batalha, uma hora ele cansa e pede calma. E eu confesso que demorei pra perceber que necessitava dar uma pausa para cuidar de mim, e com isso ao longo da viagem cometi erros tentando encaixar um outro amor no lugar de um amor que eu achava que tinha perdido, para simplesmente tentar tampar o buraco que havia ficado. Demorou…

Demorou muito tempo pra perceber que esse buraco precisava ser tampado somente por mim. Que cada pedacinho machucado só EU era capaz de cuidar e curar. O processo é lento, pois aqui tá tudo muito bagunçado e ferido. Mas aos pouquinhos tudo está se ajeitando.

Compreendo que o trabalho de limpeza e cura é somente meu. Mas quanto mais sinto que eu mereço amar e se amada, mais leve o coração vai ficando, pedindo calmaria cada vez mais. Onde um vento friozinho e leve, trouxe a tona as borboletas no estômago de repente.

Gosto de te comparar com o mar, transparente, calmo e ao mesmo tempo turbulento. Que com sua transparência reflete a mulher maravilhosa que eu sou, que a cada dia indiretamente e diretamente sempre tem um toque seu no meu processo de organização interna. Me fazendo perceber que era isso que eu precisava.

mar

De um mar calmo que está ali sempre pra me apoiar no fim da tarde, como o mar faz no pôr-do-sol. Me aceitando e me compreendendo diariamente, onde no final de tudo você se apaixona simplesmente por quem eu realmente sou. Levando sua turbulência e intensidade por cada parte do meu ser, me fazendo apaixonar por você a cada dia. Sem regras, sem rotinas, sem cobranças e desconfiança, somente INTENSIDADE.

Sigo com o trabalho de limpeza por aqui, com meus planos e sonhos. E como um mar intenso e persistente que você é, está se arriscando a seguir comigo, mesmo se a maré estiver baixa ou não. Vejo que os seus ventos estão indo comigo, ao meu lado.

De início, o medo de determinadas tempestades apareceram, mas você tem me mostrado literalmente que mar calmo não faz bom marinheiro, como dizem por aí.

E é cada tempestade, mesmo sendo pequena ou não, é que eu vejo o quão importante tem sido eu me permitir a mergulhar nessa imensidão de sentimentos que é você, mesmo não sabendo nadar muito bem. Mesmo com vento frio de fim de tarde, estou aquecida e protegida. Pois mesmo com o barco um pouco fora de ordem, não tenho mais medo pra onde o vento irá me levar.

Pois tenho tido a segurança de que apesar de aparecer tempestades ou marés altas, eu tenho essa imensidão de mar que é você. E é me permitindo a navegar nesse mar aos poucos, que tenho aprendido a guiar o meu coração e sentimentos.

Está disposto a navegar comigo, está me fazendo avistar outros continentes e ouvir mais o coração do que a razão. Então vem! Vem comigo desbravar desde a costa de Itajaí a Florianópolis. Desde Balneário Camboriú a Chapecó, porque prometo que não vai faltar é pôr-do-sol pra aquecer o que sinto por você. Obrigada por não se mostrar somente ser mar, mas sim oceano.

Imagem: Stocksnap

@ load more