Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Apesar das pesquisas descobrirem que o autoprazer é saudável, ele ainda está atolado em culpa.

Masturbação… até a palavra evoca desconforto para muitas mulheres. A culpa, o medo a ansiedade que envolvem a masturbação são surpreendentes.

Maioria das mulheres que eu converso disseram se masturbam e quase um terço se sente culpada por isso.

Então, de onde vem toda essa culpa?

Para algumas mulheres, é devido à falta de informação.

A maioria das mulheres não sabem se dar prazer ou nunca conversaram sobre o fato da masturbação ser um aspecto normal da sexualidade. Claramente, para muitas mulheres, a falta de conhecimento e o silêncio em torno do prazer próprio contribuem para a culpa.

No entanto, a culpa vem de algo pior que o silêncio: a ideia de que a masturbação é pecaminosa não é surpreendente, já que muitas religiões a condenam.

O design do corpo humano nos dá acesso livre aos nossos órgãos genitais, é claro que essa função foi concedida para nosso desfrute.

Dar prazer a si mesma queima calorias e melhora o sistema imunológico (para que você fique doente com menos frequência).

Pode ajudar a aliviar as cólicas menstruais e fortalecer muscular na região pélvica, o que fará com que seus orgasmos se sejam mais intensos. Em suma, não há absolutamente nenhuma dúvida de que o sexo solo tem enormes benefícios psicológicos e de saúde.

Mas aqui está o importante. Não é a masturbação que está causando todos esses benefícios. São os orgasmos autoinduzidos.

Primeiro, as mulheres são mais propensas ao orgasmo do que um parceiro.

Muitas mulheres também dizem que os orgasmos que têm por si são mais intensos do que as que têm com um parceiro.

Os orgasmos individuais também acontecem mais rapidamente (em média, cerca de 4 minutos) orgasmos que as mulheres têm com os parceiros (em média, cerca de 20 minutos).

Isso ocorre porque durante a masturbação, a maioria das mulheres é capaz de tocar seus clitóris exatamente do jeito que elas gostam. Também porque, sem um parceiro na imagem, há menos distrações cognitivas que sugam prazer (eu pareço bem? Estou demorando demais?).

A razão pela qual a autoestimulação funciona tão bem, é que você é a única envolvida.

Essa é a razão pela qual, quando os terapeutas trabalham com mulheres que nunca tiveram um orgasmo, instruí-las a se envolverem em autoprazer é sempre o primeiro passo.

Um passo essencial em todas as terapias sexuais destinadas a ajudar as mulheres a atingir o orgasmo com os parceiros. As mulheres precisam, em primeiro lugar, inclinar-se para o tipo de estimulação que gostam. O próximo passo é poder falar e ensinar a um parceiro isso.

E, finalmente, é importante saber que as mulheres que se divertem têm mais e não menos sexo com parceiros. Isso porque quanto mais sexo você tem, inclusive com você mesma, mais sexo você quer.

E quanto mais orgasmos você tiver por qualquer método, inclusive dando a si mesma um, mais responsiva sexualmente você será. Pesquisas mostram que mulheres que se divertem sozinhas têm mais orgasmos com parceiros também.

A masturbação é um componente essencial da sexualidade feminina e do prazer sexual feminino. Ainda está atolada em confusão, culpa e controvérsia, mas os educadores sexuais estão tentando acabar com este tabu.

Se masturbem garotas!

Imagem: Unsplash

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more