Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Nos últimos tempos tenho sido procurada por mulheres que se queixam da falta de sexo e o quanto isso mexe com o emocional delas. Maridão chega em casa e está sempre desanimado para o sexo. Sim, homem também tem essas questões. Muitas pessoas passam por essa situação, que vamos concordar, não é nada fácil. Elas se sentem mal amadas, rejeitadas e acabam ficando com a autoestima lá embaixo quando o marido não quer fazer sexo.

Aí não se sabe como agir: pedir sexo e correr o risco de ouvir uma negativa ou buscar outros meios? Sem falar do monte de tabus que esse tema envolve! Difícil tanto para as mulheres como para os homens.

Existem 2 situações:

  • A primeira é quando percebe-se que o marido não quer fazer sexo. Nesse caso há dois caminhos possíveis: aceita a viver sem sexo ou se separa. Existe sim, muitos homens que aceitam se relacionar com mulheres apenas para manter uma faixada. Quando se percebe isso, podem ser traumas de infância ou a questão de ser homossexual. Nesse caso, o melhor é sentar para tentar entender bem o que realmente acontece, e então partir pra outra.
  • A segunda situação é quando o homem já gostou muito de fazer sexo com a esposa, a transa até já foi muito boa, mas o “fogo” apagou. Nesse caso, é preciso levar em consideração os pontos que vou colocar a seguir

Quando queremos mais do que nosso parceiro, às vezes fica difícil saber como agir. Existem muitos aspectos que podem contribuir pra isso,  principalmente na vida de casado. Antes de ficar pensando besteiras (como o fato de estar sendo traída), vamos entender os porquês disso ser mais comum do que possamos imaginar.

Pensando nisso, sugiro prestar atenção a esses aspectos caso seu marido não quer fazer sexo!

Meu marido não quer fazer sexo, o que pode estar acontecendo?

marido nao quer fazer sexo

Então… isso foi sexo.

1. Comparações excessivas

Cuidados com o que se ouve por aí: amigas que se queixam de não ter sossego com o “fogo” do marido, além da mídia, bombardeando nossa mente com a ideia que ligam a qualidade da vida sexual a frequência que as transas acontecem. De acordo com um estudo do Instituto Kinsey, nos EUA, a frequência tende a cair ao longo dos anos, podendo variar de uma vez por semana a uma vez por mês.

Segundo esse estudo, jovens até os 30 anos têm, em média, três encontros por semana. Já em adultos de 30 a 39 anos, a média anual cai para 1,6 relação por semana. Já o grupo entre 40 e 49 anos de idade tem a media de 1,3 relação semanal, um pouco mais da metade em relação aos mais jovens. O casamento também influencia diretamente a frequência sexual: 34% dos casados têm relações entre duas e três vezes por semana, 45% têm algumas vezes por mês e 13% apenas algumas vezes por ano. E por aí vai…

2. Fatores externos

O passar dos anos, as questões de prioridades (família, filhos, boletos etc.), o stress do dia a dia e a queda física e mental podem influenciar nessa queda de desejo. Mudanças físicas vindas com o próprio envelhecimento podem alterar isso, segundo estudo publicado no The Journal of Sex Research.

3. Condições de saúde

Segundo estudos do Instituto Kinsey, dos EUA , à medida que envelhecemos, as chances de desenvolver condições de saúde crônicas afeta negativamente a frequência e a qualidade da atividade sexual. Além dos aspectos emocionais, hipertensão, diabetes, depressão, tudo isso influencia diretamente. Vale a pena fazer um check-up.

4. Homem não tem que querer sexo  sempre

“Como assim, Andrea?”

Isso mesmo, SEJA BEM-VINDA A REALIDADE! É cada vez mais comum o homem não querer transar, broxar, ou para evitar o ter que “negar  fogo” virar de lado e dormir. Isso, quando não inventa uma dor de cabeça (parece que já vimos essa história antes). A pressão do cotidiano, a quantidade absurda de material pornográfico nas mídias e a facilidade de acesso ao sexo parece ter tido o efeito contrário neles. Muitas vezes, homens são cobrados por essas mídias a terem a mesma performance que esses atores, sendo que isso nem chega perto do que é o sexo real.

5. Aumento do desejo sexual na mulher

As mulheres, tendem a melhorar suas vidas sexuais com a idade e se tornarem mais abertas ao sexo. Isso se dá pelo maior conhecimento dos métodos anticoncepcionais, da autoconfiança, maior conhecimento do seu próprio corpo e da (esperada) facilidade de comunicação com o parceiro, em relação aos primeiros anos de vida sexual. Além disso, hormônios e mesmo a segurança de um relacionamento estável,  já ajuda a mulher a sentir-se mais confiante e por isso o desejo pode aumentar.

Então, antes de ficar achando que isso só ocorre com você, pense que ter mais necessidade de sexo que o companheiro é mais comum do que se  imagina. A ideia é de ter uma conversa aberta e franca com o parceiro e mostrar o quanto você gostaria de ter mais sexo. E se valer da situação de uma comunicação aberta para ajudar nesse momento!

Veja a continuação deste texto aqui: Meu marido não quer fazer sexo (parte 2): 5 dicas para lidar melhor com a situação

Gostou desse artigo? Precisa de ajuda no seu relacionamento? Então entre em contato comigo clicando aqui ou por WhatsApp (11) 98644-3659

Te desejo todo amor do mundo!

Imagem: IrishTimes

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more